Noticias do Jornal do campo Soberano
Boa leitura!
O agronegócio brasileiro tem desempenhado um papel fundamental na economia do país, e as relações comerciais com a Rússia têm se mostrado bastante promissoras. O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) tem buscado fortalecer essas relações e explorar oportunidades de investimento, além de promover a cooperação no setor agrícola.

Durante as reuniões preparatórias para o Innofood Forum, o Mapa se reuniu com representantes do Ministério da Indústria e Comércio da Federação Russa e instituições privadas para discutir a continuidade do comércio bilateral. O Vice-Ministro Mikhail Yurin e a Secretária da SDI/Mapa, Renata Miranda, reforçaram o compromisso mútuo e expressaram interesse em fortalecer as relações comerciais entre os dois países.

No período de janeiro a agosto de 2023, o agronegócio brasileiro exportou cerca de 949 milhões de dólares para a Rússia. Os principais produtos de destaque nas exportações foram a soja, representando 57% do total, seguida pelas carnes (20%), café (10%), amendoim (8%) e açúcar (4%). Esses números demonstram a importância do mercado russo para o setor agrícola brasileiro.

Além das discussões sobre comércio bilateral, também foram apresentadas políticas públicas voltadas para o desenvolvimento de bioinsumos e a recuperação de pastagens degradadas. A Rússia manifestou interesse no programa de biodiesel brasileiro e ressaltou a intenção de se preparar para o fim dos combustíveis fósseis. Essa cooperação entre os dois países pode impulsionar o desenvolvimento e a inovação no setor agrícola.

Patrocinadores

Como um grande importador de alimentos do Brasil, a Rússia tem interesses estratégicos em investir no agronegócio brasileiro. A tecnologia e a inovação são áreas de destaque nesse contexto, uma vez que podem contribuir para a melhoria da produtividade e a qualidade dos produtos agrícolas.

O encontro entre os representantes do Mapa e os representantes russos foi recebido de forma positiva, pois representa uma oportunidade de fortalecimento das relações comerciais entre os dois países. O aumento do comércio bilateral e a cooperação no setor agrícola podem trazer benefícios mútuos e impulsionar ainda mais o agronegócio brasileiro.

Em conclusão, as reuniões preparatórias para o Innofood Forum foram importantes para promover o diálogo e fortalecer as relações comerciais entre o Brasil e a Rússia no setor agrícola. O agronegócio brasileiro tem se mostrado competitivo e tem muito a oferecer para o mercado russo. A cooperação mútua e a busca por inovação são fundamentais para impulsionar o setor e garantir o crescimento sustentável.

Perguntas frequentes sobre o agronegócio brasileiro e as relações com a Rússia:

Patrocinadores

1. Quais são os principais produtos exportados pelo agronegócio brasileiro para a Rússia?
– A soja, carnes, café, amendoim e açúcar são os principais produtos exportados.

2. Quais são as áreas de interesse da Rússia no agronegócio brasileiro?
– A Rússia tem interesse em investir principalmente em tecnologia e inovação no setor agrícola.

3. Como estão as relações comerciais entre o Brasil e a Rússia no setor agrícola?
– As relações comerciais têm se mostrado promissoras, com um aumento nas exportações de produtos agrícolas brasileiros para a Rússia.

4. Quais são as políticas públicas apresentadas durante as reuniões preparatórias para o Innofood Forum?
– Foram apresentadas políticas para o desenvolvimento de bioinsumos e recuperação de pastagens degradadas.

Patrocinadores

5. Qual a importância do encontro entre os representantes do Mapa e os representantes russos?
– O encontro representa uma oportunidade de fortalecimento das relações comerciais e cooperação no setor agrícola entre os dois países.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo
Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?
Escreva para nós nos comentários!

Verifique a Fonte Aqui

Ó Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) participou, nos dias 7 e 8, de uma série de reuniões preparatórias para o Innofood Forum, principal evento de inovação para o setor alimentar em Rússia.

Representantes do departamento reuniram-se com membros do Ministério da Indústria e Comércio da Federação Russa e instituições privadas.

Patrocinadores

Em reunião com o Vice-Ministro Mikhail Yurin para Secretária da SDI/Mapa, Renata Mirandareforçaram o compromisso com a continuidade do comércio bilateral e os dois países demonstraram interesse em fortalecer as relações comerciais e explorar oportunidades de investimento, além da cooperação no setor agrícola.

De janeiro a agosto de 2023, o agronegócio brasileiro exportou 949 milhões de dólares para a Rússia, com destaque para soja (57%), carnes (20%), café (10%), amendoim (8%) e açúcar (4%).

Na ocasião também foram apresentadas políticas públicas para desenvolvimento de bioinsumos e recuperação de pastagens degradadas. A Rússia demonstrou interesse no programa brasileiro de biodiesel e destacou que o país pretende se preparar para o fim dos combustíveis fósseis.

A Rússia é um grande importador de alimentos do Brasil, principalmente soja, carne e café. O país também tem interesse em investir no agronegócio brasileiro, principalmente em tecnologia e inovação.

Patrocinadores

O encontro entre os dois países foi visto como positivo e poderá levar a um aumento do comércio bilateral e da cooperação no sector agrícola.

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here