Girolando uma raça de futuro

Girolando uma raça de futuro

 

 

 

 

O início dessa raça começou em 1979 com uma ação do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) que criou o Programa Pró-cruza.

O objetivo era estudar todos os cruzamentos das raças existentes no Brasil com as raças puras de outros países, buscando encontrar uma que se adequasse a produção de leite e carne em nossas condições climáticas.

O programa Pró-cruza durou 10 anos e ao final desse período constatou-se que o melhor cruzamento para a produção de leite era o cruzamento do Gir, raça pura indiana, com o Holandês, raça pura europeia, unindo a rusticidade do Gir e a alta produção de leite do Holandês, a melhor raça leiteira do mundo.

giro2
As normas para formação da raça Girolando, elaboradas em 1989, introduziram uma forma planejada de formação de “raça” bovina. Isto permitiu trabalhar com parâmetros objetivos, proporcionando mais probabilidade de acerto, diminuir o tempo gasto na execução da meta e fornecer maior segurança ao investimento financeiro dos criadores.

Patrocinadores

O direcionamento dos acasalamentos busca a fixação do padrão racial, no grau de 5/8 Holandês + 3/8 Gir, objetivando um gado produtivo e padronizado, buscando a consolidação do Puro Sintético da Raça Girolando (PS), a raça propriamente dita.

Quaisquer combinações entre a raça Holandesa e a raça Gir, e, seus mestiços poderão ser utilizados para obtenção do PS.

Girolando uma raça de futuro

 

Características

Os animais desta raça possuem estatura média, uma pelagem que pode ser: preta, preta mamona, mamona de preto, mamona clara, preta com branco, castanha, castanha mamona, mamona de castanha, castanha com branco, vermelha, vermelha com branco.

Seus pelos são curtos e sua pele é solta e flexível.

Patrocinadores

giro3Possui cabeça descarnada, de comprimento e largura média; seu perfil é retilíneo e levemente convexo; o chanfro é de comprimento médio, sendo mais curto e largo nos machos e nas fêmeas é mais estreito e comprido; o espelho nasal é largo com narinas amplas e bem separadas entre si; as orelhas possuem tamanho mediano, posicionando-se para frente e para baixo.

Seu pescoço é forte, alto, bem inserido à cabeça e ao tronco, sendo que nas fêmeas ele é longo e descarnado e nos machos é musculoso e mediano.

Esta raça apresenta um peito forte, largo e amplo, com boa cobertura muscular e pouco depósito de gordura; o dorso e o lombo são retilíneos e musculosos; ventre desenvolvido e bem sustentado (mostrando boa capacidade digestiva); as ancas são afastadas e sem grande deposição de gordura; a garupa é proporcionalmente larga e comprida e com boa cobertura muscular; os membros são compridos, médios e bem afastados.

Aptidão

Esta raça pode ser caracterizada como produtora de leite pela funcionalidade e produtor de carne pela adaptabilidade.

Patrocinadores

As vacas desta raça são excelentes produtoras de leite, sendo que possuem características fisiológicas e morfológicas que se adequam à produção nos trópicos, devido à sua capacidade de suporte do úbere, tamanho das tetas, pigmentação, fatores intrínsecos à lactação, bons aprumos, pés fortes, boa conversão alimentar, alta eficiência reprodutiva, entre outras características. Aproximadamente 80% do leite produzido no Brasil provêm desta raça.

Girolando uma raça de futuro

giro4
Os bezerros nascem com um peso médio de 35 kg e sua velocidade de crescimento é excelente.

Devido à sua docilidade e habilidade materna, esta raça é uma das mais utilizadas como receptora de embrião no Brasil.

Girolando uma raça de futuro
Girolando uma raça de futuro

Adaptabilidade

O Girolando é uma raça rústica, que se adapta muito bem no clima tropical do Brasil. Possui capacidade de autorregulação do calor corporal, além de possuir pés fortes, hábitos de pastejo, capacidade ruminal, garantindo-lhe grande resistência e adequação ao meio ambiente. São também resistentes a parasitas, tanto internos quanto externos.

Patrocinadores

agricultura agricultura de precisão agricultura familiar agrolink agronegocio agrotoxico Ambiente arroz avicultura biodiesel biotecnologia boi brasil cabras café cavalo certificação consultoria crédito rural ensino à distância etanol feijão flores frutas gado gado de corte geladeiras gestão rural milho noticias ovelha para pasto pecuaria pecuária leiteira pragas na agricultura Qual saúde Animal seguro rural setor sucroenergético SOJA suinocultura Treinamento trigo Turismo rural

Patrocinadores

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here