Sumário

1. As 5 liberdades do bem-estar animal

1.1 Livre de fome e sede

1.2 Livre de dor e doença

1.3 Livre de desconforto

1.4 Livre de medo e de estresse

1.5 Livre para expressar seu comportamento natural

2. Principais técnicas de bem-estar para bovinos de corte

2.1 Conscientização dos funcionários

2.2 Conhecimento do comportamento animal

2.3 Alimentação balanceada

2.4 Dimensionamento ambiental adequado

2.5 Sanidade

2.6 Conforto ambiental

3. Vantagens da implementação do bem-estar animal na pecuária de corte

4. Conclusão

Introdução

A cada ano, o bem-estar animal ganha mais destaque dentro da pecuária. Esse crescimento está associado, principalmente, ao aumento da exigência do consumidor preocupado com a origem daquilo que consome. Dessa forma, é essencial que o produtor se integre sobre o tema e introduza na sua fazenda as normas de bem-estar específicas para os bovinos de corte. Neste artigo você vai conhecer as 5 liberdades do bem-estar animal, as principais técnicas e as vantagens de implementar manejos correlacionados na sua fazenda.

Sem tempo para ler agora? Baixe este artigo em PDF!

Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?

A cada ano, o bem-estar animal ganha mais destaque dentro da pecuária. Esse crescimento está associado, principalmente, ao aumento da exigência do consumidor preocupado com a origem daquilo que consome.

Patrocinadores

Dessa forma, é essencial que o produtor se integre sobre o tema e introduza na sua fazenda as normas de bem-estar específicas para os bovinos de corte.

Neste artigo você vai conhecer as 5 liberdades do bem-estar animal, as principais técnicas e as vantagens de implementar manejos correlacionados na sua fazenda.

Sem tempo para ler agora? Baixe este artigo em PDF!

As 5 liberdades do bem-estar animal

O bem-estar animal (BEA) é uma ciência que estuda a relação de respeito entre o homem com os outros animais.

Patrocinadores

A partir do envolvimento de diversos pesquisadores e profissionais da agricultura e pecuária do Reino Unido, foram criadas 5 liberdades que devem ser garantidas para que o BEA ocorra. São elas:

  1. Livre de fome e sede: Os animais devem ter acesso a alimento e água, em quantidade e qualidade adequadas.
  2. Livre de dor e doença: Relacionado a sanidade dos animais, é essencial garantir a prevenção, o diagnóstico e tratamento adequados para quaisquer afecções físicas: dores, ferimentos e doenças.
  3. Livre de desconforto: O ambiente a qual os animais estão inseridos deve ser adequado à espécie, além disso, é importante conter áreas para abrigo e descanso.
  4. Livre de medo e de estresse: situações de estresse e esgotamento mental devem ser eliminadas.
  5. Livre para expressar seu comportamento natural: os animais devem expressar o seu comportamento natural livremente.

Para que o bem-estar animal seja alcançado é necessário respeitar as 5 liberdades, proporcionando práticas de criação e produção adequadas.

Essas práticas exigem o envolvimento de todos: produtores, funcionários, veterinários e zootecnistas.

Curso Gestão na Pecuária de Corte

Principais técnicas de bem-estar para bovinos de corte

A adoção de boas práticas no manejo de bovinos de corte é fundamental em todas as fases da vida dos animais, afinal, técnicas que promovem o bem-estar animal podem aumentar a produtividade e ajudar a minimizar problemas na rotina da fazenda.

Patrocinadores

Com essa visão, existem alguns métodos de manejo e instalações que promovem o bem-estar animal na atividade pecuária, são eles:

Conscientização dos funcionários

A conscientização sobre o bem-estar dos bovinos para os funcionários da fazenda é fundamental, pois são eles os responsáveis pelo manejo do dia a dia. Capacitação e treinamento dos funcionários quanto ao BEA, promove a maior qualidade na execução das atividades pecuárias.

Conhecimento do comportamento animal

Compreender o comportamento dos animais pode auxiliar os métodos de condução dos mesmos, facilitando o manejo e reduzindo o estresse. Não utilize ferrão ou outros objetos pontiagudos para o manejo, uma técnica que pode auxiliar a condução é movimentar bandeiras atrás dos animais, para que sigam em frente.

Alimentação balanceada

É essencial fornecer água limpa e suplementos nutricionais de boa qualidade durante todo o ano, que sejam suficientes para atender as necessidades de crescimento, mantença e produção dos animais.

Patrocinadores

Dimensionamento ambiental adequado

Oferecer espaço suficiente para que os animais possam manter suas atividades e expressar o comportamento normal dentro do grupo, disponibilizar condições que evitem sofrimento físico e mental (como dor, desconforto, medo e angústia).

Sanidade

Promover cuidados de saúde, sob responsabilidade do médico veterinário, visando prevenir, diagnosticar e tratar doenças, objetivando eliminar ou reduzir o sofrimento dos animais.

Baixar e-book Sanidade do gado de corte
Baixar e-book Sanidade do gado de corte

Conforto ambiental

Disponibilizar sombra em quantidade suficiente para protegê-los do excesso de calor durante as horas mais quentes do dia.

Vantagens da implementação do bem-estar animal na pecuária de corte

Dentre as vantagens do bem-estar animal, podemos destacar a influência direta sobre o aumento da produtividade, a melhora dos índices zootécnicos e a redução da mortalidade.

Patrocinadores

Esse aumento de eficiência se dá pelo fato de que esses animais adoecem menos e assim, ganham peso mais rápido, reduzindo os custos com a criação e, como consequência, aumento nos lucros.

Outra vantagem é o aumento da qualidade dos produtos, afinal quando o conhecimento e o respeito ao comportamento além das necessidades dos bovinos são aplicados, evitamos o estresse e os danos à carcaça.

Esses fatos, proporcionam melhores resultados econômicos, pois aumentam o valor agregado, melhoram a qualidade do produto final e possibilitam maior acesso ao mercado.

Além disso, a prática melhora a qualidade de trabalho na fazenda, proporcionando menor nível de estresse durante as atividades, praticidade, menos acidentes e aumento da segurança dos vaqueiros no manejo.

Patrocinadores

Sendo assim aumenta a eficiência no curral e proporciona melhor qualidade de vida a todos os envolvidos no processo, animais e seres humanos.

Conclusão

Os conceitos de bem-estar animal, bem como a produção de carne com segurança, sanidade e sustentabilidade estão cada vez mais presentes na pecuária de corte.

Promover essas práticas na rotina da sua fazenda não apenas melhora a produtividade e qualidade, como também facilita o trabalho dos funcionários e agrega valor à pecuária de corte nacional como um todo.

Quer melhorar seus resultados na pecuária de corte?

Conheça o Curso Gestão na Pecuária de Corte do Rehagro.

Patrocinadores

Com conteúdo 100% aplicável desde o primeiro módulo, essa capacitação é dada por professores que são consultores altamente experientes, que atendem fazendas em todo o Brasil.

Aprenda com eles técnicas, ferramentas e estratégias com resultados comprovados na prática e seja capaz de melhorar sua produtividade, lucratividade e rentabilidade na pecuária de corte.

Clique no link e conheça!

Curso Gestão na Pecuária de Corte
Curso Gestão na Pecuária de Corte

Cristiano Rossoni
Cristiano Rossoni

O crescimento do bem-estar animal na pecuária e a importância de implementar normas específicas para os bovinos de corte

O bem-estar animal tem se tornado uma questão cada vez mais relevante dentro da pecuária, com consumidores cada vez mais preocupados com a origem dos produtos que consomem. Nesse contexto, é fundamental que os produtores se integrem a esse tema e introduzam em suas fazendas as normas de bem-estar específicas para os bovinos de corte. Neste artigo, você vai conhecer as 5 liberdades do bem-estar animal, as principais técnicas e as vantagens de implementar essas práticas na sua fazenda.

As 5 liberdades do bem-estar animal

O bem-estar animal é uma área de estudo que busca promover uma relação de respeito entre o homem e os demais animais. A partir de pesquisas realizadas por profissionais da agricultura e pecuária do Reino Unido, foram estabelecidas as 5 liberdades que devem ser garantidas para que o bem-estar animal seja alcançado. São elas:

1. Livre de fome e sede: Os animais devem ter acesso a alimento e água em quantidade e qualidade adequadas.

2. Livre de dor e doença: É essencial garantir a saúde dos animais, proporcionando prevenção, diagnóstico e tratamento adequados para qualquer afecção física, como dores, ferimentos e doenças.

3. Livre de desconforto: O ambiente em que os animais estão inseridos deve ser adequado à sua espécie, além de conter áreas de abrigo e descanso.

4. Livre de medo e estresse: Situações que causam estresse e esgotamento mental devem ser eliminadas.

5. Livre para expressar seu comportamento natural: Os animais devem ser capazes de expressar seu comportamento natural livremente.

É fundamental que as 5 liberdades sejam respeitadas para garantir o bem-estar animal, o que significa adotar práticas de criação e produção adequadas. Isso envolve o envolvimento de todos os participantes, incluindo produtores, funcionários, veterinários e zootecnistas.

Principais técnicas de bem-estar para bovinos de corte

A adoção de boas práticas no manejo de bovinos de corte é essencial em todas as fases da vida dos animais. Técnicas que promovem o bem-estar animal podem aumentar a produtividade e ajudar a minimizar problemas na rotina da fazenda. Algumas técnicas e instalações que podem ser implementadas incluem:

1. Conscientização dos funcionários: É fundamental conscientizar os funcionários da fazenda sobre o bem-estar dos bovinos, pois eles são responsáveis pelo manejo diário dos animais. É importante capacitá-los e treiná-los em relação ao bem-estar animal, para garantir a qualidade na execução das atividades pecuárias.

2. Conhecimento do comportamento animal: Compreender o comportamento dos animais pode ajudar no manejo e reduzir o estresse. É importante evitar o uso de ferrões ou outros objetos pontiagudos no manejo. Uma técnica que pode ser útil é movimentar bandeiras atrás dos animais para conduzi-los.

3. Alimentação balanceada: Fornecer água limpa e suplementos nutricionais de qualidade durante todo o ano é essencial para atender às necessidades de crescimento, manutenção e produção dos animais.

4. Dimensionamento ambiental adequado: É importante oferecer espaço suficiente para que os animais possam se movimentar livremente e expressar seu comportamento normal dentro do grupo. Além disso, é fundamental oferecer condições que evitem o sofrimento físico e mental dos animais, como dor, desconforto, medo e angústia.

5. Sanidade: É fundamental promover cuidados de saúde, sob a responsabilidade de um médico veterinário, para prevenir, diagnosticar e tratar doenças, com o objetivo de reduzir o sofrimento dos animais.

6. Conforto ambiental: Disponibilizar sombra em quantidade suficiente para proteger os animais do excesso de calor durante as horas mais quentes do dia.

Vantagens da implementação do bem-estar animal na pecuária de corte

A implementação do bem-estar animal na pecuária de corte traz diversas vantagens, como um aumento direto na produtividade, melhora nos índices zootécnicos e redução da mortalidade. Os animais têm menos chances de adoecer e ganham peso mais rapidamente, o que reduz os custos de criação e resulta em maiores lucros.

Além disso, a implementação do bem-estar animal resulta em produtos de melhor qualidade. Quando conhecemos e respeitamos o comportamento e as necessidades dos bovinos, evitamos o estresse e danos à carne. Isso proporciona melhores resultados econômicos, aumenta o valor agregado, melhora a qualidade do produto final e permite um maior acesso ao mercado.

Outra vantagem é a melhora na qualidade de trabalho na fazenda, com menos estresse durante as atividades, praticidade, menos acidentes e aumento da segurança dos vaqueiros. Isso resulta em maior eficiência no curral e melhor qualidade de vida tanto para os animais quanto para os seres humanos envolvidos no processo.

Conclusão

O bem-estar animal está cada vez mais presente na pecuária de corte, juntamente com a produção de carne segura, saudável e sustentável. A implementação de práticas de bem-estar animal não apenas melhora a produtividade e a qualidade, mas também facilita o trabalho dos funcionários e agrega valor à pecuária de corte como um todo.

Se você deseja melhorar seus resultados na pecuária de corte, recomendamos conhecer o Curso Gestão na Pecuária de Corte do Rehagro. Com um conteúdo 100% aplicável desde o primeiro módulo, esse curso é ministrado por professores que são consultores altamente experientes, atendendo fazendas em todo o Brasil. Através desse curso, você poderá aprender técnicas, ferramentas e estratégias com resultados comprovados na prática, e assim melhorar sua produtividade, lucratividade e rentabilidade na pecuária de corte.

Clique no link e conheça mais sobre o curso!

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Algumas dúvidas comuns sobre o bem-estar animal na pecuária de corte:

1. O que é bem-estar animal?

O bem-estar animal é o estudo da relação de respeito entre o homem e os outros animais. Envolve garantir que os animais tenham boas condições de vida, incluindo acesso a alimentação adequada, tratamento para dores e doenças, ambiente confortável e livre de estresse, além da possibilidade de expressar seu comportamento natural.

2. Quais são as 5 liberdades do bem-estar animal?

As 5 liberdades do bem-estar animal são: livre de fome e sede, livre de dor e doença, livre de desconforto, livre de medo e estresse, e livre para expressar seu comportamento natural.

3. Quais são as principais técnicas de bem-estar para bovinos de corte?

Algumas das principais técnicas são: conscientização dos funcionários, conhecimento do comportamento animal, alimentação balanceada, dimensionamento ambiental adequado, cuidados de saúde e conforto ambiental.

4. Quais são as vantagens da implementação do bem-estar animal na pecuária de corte?

As vantagens incluem aumento da produtividade, melhora dos índices zootécnicos, redução da mortalidade, aumento da qualidade dos produtos, melhor resultado econômico, melhor qualidade de trabalho na fazenda e maior segurança no manejo.

5. Como posso implementar o bem-estar animal na minha fazenda de pecuária de corte?

É essencial promover a conscientização sobre o bem-estar animal entre os funcionários da fazenda, conhecer o comportamento animal, fornecer alimentação balanceada, oferecer um ambiente adequado, proporcionar cuidados de saúde e garantir o conforto ambiental. Além disso, é importante buscar conhecimento e aprender técnicas e estratégias comprovadas na prática.

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here