Embrapa lança máquina para facilitar o plantio de mudas forrageiras

A Embrapa está inovando mais uma vez ao lançar uma máquina que promete revolucionar o plantio de mudas forrageiras, sobretudo das variedades BRS Kurumi e BRS Capiaçu. Esta tecnologia promete simplificar e agilizar um processo que antes demandava muito tempo e esforço manual. Além disso, a instituição firmou uma parceria para melhorias no Programa Leite Seguro, o que demonstra seu comprometimento com a inovação e qualidade na área de pesquisa agropecuária. Neste artigo, vamos explorar em detalhes essa nova máquina, sua importância e benefícios para o setor. Não perca!

Facilidade no plantio de mudas forrageiras

A máquina Topa-tudo desenvolvida pela Embrapa está chamando a atenção por sua capacidade de simplificar o processo de plantio de mudas de espécies forrageiras, especialmente as cultivares BRS Kurumi e BRS Capiaçu. Com um design inteligente e funcional, ela promete reduzir significativamente o tempo e os custos envolvidos nessa etapa crucial da produção agrícola. Vamos explorar como essa tecnologia inovadora está impactando a maneira como lidamos com o plantio de forragens.

Assinatura de obras para qualificação do Programa Leite Seguro

Além do lançamento da máquina Topa-tudo, a Embrapa oficializou parcerias para a realização de obras no Programa Leite Seguro, visando a melhoria da estrutura de pesquisa da Embrapa Clima Temperado. Essas obras têm como objetivo ampliar e qualificar as instalações do Sistema de Pesquisa e Desenvolvimento em Pecuária Leiteira (Sispel), o que impactará diretamente na qualidade e segurança dos produtos e processos envolvidos na produção de leite. Vamos examinar mais de perto essas obras e seu impacto no setor.

Além disso, confira abaixo esses posts:

Patrocinadores

MEGA SORGO SANTA ELISA

Pragas de Milho e Sorgo: Descubra as Ameaças Ocultas para Sua Colheita

06 Dicas Essenciais para Plantar Sorgo com Sucesso

Silagem de Sorgo

Patrocinadores

Desenvolvimento

O lançamento da máquina Topa-tudo pela Embrapa visa facilitar o plantio de mudas forrageiras, especialmente das variedades BRS Kurumi e BRS Capiaçu. A máquina reduz significativamente o tempo de plantio, o número de operações de preparação do solo e a penosidade do trabalho. Com a utilização da Topa-tudo, é possível realizar o plantio de um hectare em apenas um dia, o que antes exigia o trabalho de duas pessoas por cinco dias.

O equipamento apresenta versatilidade, podendo ser usado não apenas para espécies forrageiras, mas também para plantio de espécies arbóreas, cana-de-açúcar, mandioca e outros capins. Além disso, a máquina permite ajustes de espaçamento, proporcionando maior flexibilidade na hora do plantio. Desenvolvida em parceria com o produtor Joaquim Kurz Filho, a Topa-tudo é um avanço na mecanização do plantio de mudas no setor agropecuário.

Assinatura de obras do Programa Leite Seguro

A formalização das obras para ampliação e qualificação da estrutura do Sistema de Pesquisa e Desenvolvimento em Pecuária Leiteira (Sispel) da Embrapa Clima Temperado também marcou o evento. As assinaturas envolvem representantes da Embrapa, do Laboratório Federal de Defesa Agropecuária do Rio Grande do Sul (LFDA/RS) e das empresas responsáveis pelas obras. Os objetivos dessas obras incluem a expansão do Laboratório de Qualidade do Leite para melhores pesquisas e a construção do Laboratório de Campo para estudos zootécnicos na atividade leiteira e capacitação de técnicos e produtores.

Outras tecnologias em destaque na exposição

Durante a exposição, a Embrapa apresentou diversas tecnologias em oito áreas temáticas, incluindo agroenergia, avicultura colonial, produção de leiteira, fruticultura, grãos e conservação do solo, hortaliças e segurança alimentar. Destaque para lançamentos recentes de espécies de morango e batata, tecnologias para pastagens e os avanços em cultivo de cereais e uvas. As vitrines tecnológicas demonstraram a inovação e o compromisso da Embrapa com o desenvolvimento do setor agropecuário brasileiro.

Patrocinadores

Além disso, confira abaixo esses posts:

Preço do Bezerro Nelore e Mestiço Atualizado

Preço da vaca Nelore e Mestiça Atualizado

Preço do Milho Atualizado

Patrocinadores

Preço da Soja Atualizado

Conclusão

A Embrapa apresentou durante a Expoagro Afubra 2024 várias tecnologias inovadoras que visam impulsionar o setor agropecuário, com destaque para a máquina Topa-tudo, que facilita o plantio de mudas forrageiras. Além disso, a assinatura de obras do Programa Leite Seguro demonstra o compromisso da instituição com a qualidade e segurança alimentar. Outras tecnologias em destaque nas vitrines também mostram o contínuo trabalho da Embrapa em desenvolver soluções para os agricultores e pecuaristas do país.

A diversidade de tecnologias apresentadas reflete o compromisso da Embrapa em impulsionar a agricultura nacional, promovendo a sustentabilidade, eficiência e segurança alimentar. A parceria firmada para a realização das obras do Programa Leite Seguro demonstra o alinhamento da instituição com as demandas do setor leiteiro, buscando sempre a excelência e inovação. O futuro do agronegócio no Brasil certamente será beneficiado por essas iniciativas e tecnologias apresentadas pela Embrapa.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Análise da Máquina de Plantio de Forrageiras da Embrapa

Neste artigo, vamos analisar a nova máquina de plantio de forrageiras lançada pela Embrapa, que promete facilitar o processo de plantio de mudas, especialmente das variedades BRS Kurumi e BRS Capiaçu. Além disso, também será abordada a parceria para melhorias no Programa Leite Seguro, com foco na estrutura de pesquisa da Embrapa Clima Temperado.

Perguntas Frequentes sobre a Máquina de Plantio de Forrageiras

1. Como a máquina Topa-tudo facilita o plantio de mudas?

A máquina Topa-tudo foi desenvolvida para tornar o processo de plantio de mudas de forrageiras mais eficiente e rápido. Com ela, é possível reduzir o tempo de plantio, o número de operações de preparação do solo e aumentar a área plantada em comparação ao plantio manual.

2. Além das forrageiras, que outras espécies podem ser plantadas com a máquina?

A máquina Topa-tudo é versátil e pode ser utilizada para o plantio de espécies arbóreas, cana-de-açúcar, mandioca e outros tipos de capins. Todas as espécies que são plantadas por mudas podem se beneficiar do uso dessa máquina.

3. Qual é o objetivo da parceria para melhorias no Programa Leite Seguro?

A parceria tem como objetivo ampliar e qualificar a estrutura do Sistema de Pesquisa e Desenvolvimento em Pecuária Leiteira, com a expansão do Laboratório de Qualidade do Leite e a construção do Laboratório de Campo para estudos zootécnicos e capacitação de técnicos e produtores.

Patrocinadores

4. Quais são as tecnologias em destaque nas vitrines da Embrapa?

Além da máquina Topa-tudo, outras tecnologias em destaque incluem novas variedades de hortaliças, pastagens, cultivares de soja, cevada, trigo e uvas para produção de mesa e processamento, demonstrando a diversidade de pesquisa e inovação da Embrapa.

5. Quais são os benefícios da máquina Topa-tudo em comparação ao plantio manual?

A máquina Topa-tudo reduz o tempo de plantio, os custos de produção relacionados ao planejamento e aumenta a área plantada em até oito vezes. Além disso, torna o processo menos penoso e mais eficiente, contribuindo para a produtividade e sustentabilidade no agronegócio.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores




A Embrapa lança, na terça-feira (19/03), às 14h, uma máquina que visa facilitar o plantio de mudas forrageiras, especialmente das variedades BRS Kurumi e BRS Capiaçu. 


O momento, não sendo institucional, também conta com a assinatura de parceria para a realização de obras do Programa Leite Seguro para qualificação de estrutura de pesquisa da Embrapa Clima Temperado (RS) com foco no setor de leiteiro.


Nas vitrines tecnológicas, a Embrapa apresenta tecnologias em oito áreas temáticas: agroenergia, avicultura colonial, forrageiras e integração lavoura-pecuária (ILP), produção de leiteira, fruticultura, grãos e conservação do solo, hortaliças e segurança alimentar, além de espaços dedicados ao Programa Leite Seguro e ao Projeto Quintais . Ao todo, nove Unidades estão representadas: Arroz e Feijão (GO), Cerrados (DF), Clima Temperado, Gado de Corte (MS), Gado de Leite (MG), Milho e Sorgo (MG), Pecuária Sul (RS), Trigo (RS) e Uva e Vinho (RS).


Máquina Topa-tudo


Um Topa-tudo foi desenvolvido para facilitar o plantio de mudas de espécies forrageiras – especialmente as cultivares BRS Kurumi e BRS Capiaçu – que é feito de forma manual, por estacas ou mudas. Normalmente, no caso dessas cultivares, são permitidas duas pessoas, trabalhando por cinco dias, para plantar um hectare. Mas, com a máquina é possível realizar esse mesmo trabalho dentro de um dia. O equipamento  está em exibição na área de forrageiras da vitrine de tecnologias da Embrapa.


A Topa-tudo reduz o tempo de plantio, o número de operações de preparação do solo e a penosidade do trabalho. Também diminui os custos de produção relacionados ao planejamento, aumentando a área plantada em até oito vezes em comparação ao plantio convencional manual. O equipamento foi desenvolvido em parceria entre a Embrapa e o produtor Joaquim Kurz Filho.


Por ser versátil, com possibilidade de ajuste de espaçamento, a máquina ainda pode ser utilizada para o plantio de espécies arbóreas, de cana-de-açúcar e de mandioca, por exemplo, bem como de outros capins. “Todas essas espécies que são plantadas por mudas podem ser plantadas com o Topa-tudo ”, explica o supervisor do Setor de Implementação do Programa de Transferência de Tecnologia e responsável pela condução das vitrines de forrageiras da Embrapa Clima Temperado, Sérgio Bender .


Assinatura de obras do Programa Leite Seguro


As assinaturas formalizam a realização das obras para ampliação e qualificação da estrutura do Sistema de Pesquisa e Desenvolvimento em Pecuária Leiteira (Sispel) da Embrapa Clima Temperado. Assinam representantes da Embrapa, do Laboratório Federal de Defesa Agropecuária do Rio Grande do Sul (LFDA/RS) e das empresas responsáveis pelas obras, a Signor Concretos Ltda e a Herbstrith Engenharia.


Estão previstas a expansão do Laboratório de Qualidade do Leite (LabLeite) para qualificação das pesquisas com resíduos e contaminantes; e a construção do Laboratório de Campo para estudos zootécnicos na atividade leiteira e capacitação de técnicos e produtores. Parte das obras já está em andamento e a previsão é que ambas as estruturas estejam concluídas até dezembro de 2024.


Atualmente, o LabLeite é credenciado junto à Rede Brasileira de Qualidade do Leite (RBQL) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e acreditado no Inmetro para realização de análises de composição, contagem de células somáticas e contagem bacteriana total do leite. Para a qualificação, os recursos foram captados pelo Programa Leite Seguro, iniciativa realizada em parceria entre Embrapa, LFDA e Ministério da Justiça e Segurança Pública.


Outras tecnologias em destaque


Entre as tecnologias em destaque nas vitrines, dois lançamentos recentes da Embrapa Clima Temperado ligados à área de hortaliças: o morango BRS DC25 (Fênix) , lançado em setembro do ano passado, e a batata BRS Gaia , lançada em novembro. Nessa mesma área, a Embrapa Hortaliças ainda apresenta as variedades de batata-doce BRS Cotinga , BRS Anembé e CIP BRS Nuti . Raízes da variedade de cenoura BRS Carmela e o biofertilizante Arbolina podem ser conferidos no espaço institucional.


Da Embrapa Pecuária Sul, o foco nas vitrines são as pastagens capim-sudão BRS Estribo , trevo-branco BRS URS Entrevero e trevo-vermelho URS BRS Mesclador ; as práticas “ Pasto sobre pasto ”, que garantem melhor distribuição de forragem, e “ Manejo água no solo ”; além da Enxada química , que realiza a aplicação seletiva de herbicida para a eliminação de plantas indesejáveis em pastagens.  


Já pela Embrapa Trigo, estão sendo apresentadas seis cultivares de soja (BRS 5601RR , BRS 5804 RR , BRS 6105 RR , BRS 6203 RR , BRS 1054 IPRO e BRS 1056IPRO), também nas vitrines a campo. E entre os cereais de inverno, a Unidade ainda exibe duas cultivares de cevada (BRS Entressafra e BRS Korbel), três de trigo (BRS Taruxi , BRS Pastoreio e BRS TR271) e um de triticale (BRS Zênite).


Por fim, da Embrapa Uva e Vinho, em exposição quatro cultivares de uvas para produção de mesa (BRS Vitória , BRS Isis , BRS Núbia e Niágara Rosada) e três cultivares para processamento (BRS Magna , BRS Violeta e BRS Carmem). Além disso, no tradicional vinhedo demonstrativo, os técnicos apresentam algumas práticas de manejo para implantação e condução dos vinhedos, bem como tecnologias para o cultivo da videira, como o Gestfrut e Uzum.


As informações são da Embrapa, adaptadas pela equipe MilkPoint.


 


 


Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here