Ministro da Agricultura busca suplementação no orçamento do seguro rural

O Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) conta com um orçamento de R$ 947 milhões para 2024, mas o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, almeja aumentar esse valor para R$ 3 bilhões. Em uma coletiva de imprensa na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Fávaro ressaltou a importância de investir em recursos de subvenção aos prêmios do seguro rural no próximo Plano Safra, visando modernizar o setor e expandir a adesão dos produtores.

Diante desse cenário, a CNA entregou propostas ao ministro Fávaro, solicitando um aumento para R$ 570 bilhões em recursos financiáveis para a próxima temporada e a suplementação de R$ 2,1 bilhões para o orçamento do PSR neste ano. Em busca de apoio, Fávaro esteve reunido com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para discutir a necessidade de mais recursos para o seguro rural, destacando que essa é uma prioridade para o governo.

Além disso, confira abaixo esses posts:

MEGA SORGO SANTA ELISA

Patrocinadores

Pragas de Milho e Sorgo: Descubra as Ameaças Ocultas para Sua Colheita

06 Dicas Essenciais para Plantar Sorgo com Sucesso

Silagem de Sorgo

Subtítulo 1

Neste ponto do desenvolvimento, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, destaca a necessidade de suplementação do orçamento destinado ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). Ele menciona que o orçamento atual do PSR é de R$ 947 milhões para 2024, porém, o pleito é para alcançar um valor em torno de R$ 3 bilhões para o seguro rural.

Patrocinadores

Subtítulo 2

O ministro ressaltou o trabalho pela ampliação dos recursos de subvenção aos prêmios do seguro rural no próximo Plano Safra, visando a modernização, utilização de mais tecnologia e maior adesão de produtores ao seguro. A proposta é fortalecer o seguro rural e tornar o Plano Safra mais robusto, com recursos extras para essa finalidade.

Subtítulo 3

Além disso, foi mencionado que a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) entregou propostas para o próximo Plano Safra, destacando a necessidade de recursos financeiros para a temporada, com um aumento de 30,8% em relação ao ciclo atual. A CNA reivindicou a suplementação de R$ 2,1 bilhões para o orçamento do PSR deste ano, visando atingir a meta de R$ 3 bilhões.

Subtítulo 4

O ministro também abordou a importância de mais recursos para a subvenção ao seguro rural em uma reunião com o ministro da Fazenda. Ele destacou que um seguro rural efetivo é uma prioridade e que estão trabalhando nesse sentido. Além disso, foi mencionado o remanejamento de recursos do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) para o PSR, a fim de garantir uma cobertura mais eficaz.

Subtítulo 5

Nesse ponto do desenvolvimento, fica evidente a preocupação e os esforços do governo em fortalecer o seguro rural e ampliar os recursos disponíveis para a subvenção aos prêmios. A sinergia entre os diversos órgãos e entidades ligadas ao setor agrícola demonstra um trabalho conjunto para melhorar a proteção dos produtores e a sustentabilidade do agronegócio. A busca por um Plano Safra mais robusto e com um seguro rural reforçado é fundamental para o desenvolvimento e a segurança do setor.

Patrocinadores

Além disso, confira abaixo esses posts:

Preço do Bezerro Nelore e Mestiço Atualizado

Preço da vaca Nelore e Mestiça Atualizado

Preço do Milho Atualizado

Patrocinadores

Preço da Soja Atualizado

Conclusão

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, demonstrou o desejo da pasta em reforçar o orçamento destinado ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural, destacando a importância de ampliar os recursos para modernização e maior adesão dos produtores ao seguro rural. A entrega das propostas da CNA para o próximo Plano Safra também evidencia a necessidade de mais recursos para garantir a efetividade do seguro rural. A avaliação conjunta do Proagro e seguro rural no Plano Safra reforça a importância de tratar esses programas como um todo, considerando suas necessidades e coberturas distintas, visando benefícios para o setor agrícola e pecuário do país.

O Futuro do Seguro Rural e as Perspectivas para o Plano Safra

Nesta conclusão, foi evidenciada a importância do aprimoramento e ampliação do seguro rural, destacando o pleito de mais recursos para garantir a efetividade do programa. A integração do Proagro e seguro rural no próximo Plano Safra sinaliza uma abordagem mais abrangente e alinhada às necessidades do setor agropecuário. O compromisso do governo em fortalecer o seguro rural representa um passo significativo para a proteção e estímulo à produção agrícola no Brasil.

Seguro Rural e Proagro: Desafios e Oportunidades no Setor Agrícola Brasileiro

Nesta conclusão, percebemos a importância do diálogo e da busca por mais recursos para o seguro rural, a fim de garantir sua efetividade e ampliação de benefícios para os produtores. A inclusão do Proagro no contexto do Plano Safra demonstra a preocupação em abordar as demandas do setor agrícola de forma integrada e estratégica. A suplementação do orçamento e a modernização do seguro rural são passos essenciais para fortalecer a agricultura e pecuária no país.

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

O futuro do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, anunciou o desejo da pasta de aumentar o orçamento destinado ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural ainda este ano. O orçamento atual do PSR é de R$ 947 milhões para 2024. Em uma coletiva de imprensa na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Fávaro declarou: “Pleiteamos algo em torno de R$ 3 bilhões para o seguro rural”.

FAQs sobre o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural

1. Qual é o objetivo da suplementação do orçamento do PSR?

O objetivo é modernizar o uso de tecnologia, ampliar o número de produtores que aderem ao seguro rural e fortalecer o Plano Safra com um seguro rural reforçado.

2. Como a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) está envolvida nesse processo?

A CNA entregou propostas para o próximo Plano Safra, pedindo R$ 570 bilhões em recursos financiáveis para a temporada e a suplementação de R$ 2,1 bilhões para o orçamento do PSR deste ano.

Patrocinadores

3. O que o ministro Fávaro discutiu com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad?

O ministro Fávaro e o ministro Haddad abordaram a questão dos recursos para subvenção ao seguro rural, considerando-o um pleito prioritário para um seguro rural mais efetivo.

4. Qual é a relação entre o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e o PSR?

O Proagro e o seguro rural serão avaliados dentro do mesmo contexto no Plano Safra, reconhecendo suas necessidades e coberturas distintas.

5. Como o remanejamento de recursos entre os programas será realizado?

O remanejamento de recursos entre o Proagro e o seguro rural será feito de forma a utilizar de forma mais eficiente os recursos existentes e atender às demandas de ambas as iniciativas.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Verifique a Fonte Aqui

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, afirmou que é desejo da pasta a suplementação do orçamento destinado ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) ainda para este ano. O orçamento do PSR está em R$ 947 milhões para 2024.

“Pleiteamos algo em torno de R$ 3 bilhões para o seguro rural”, disse Fávaro, em coletiva de imprensa na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). “Trabalhamos para ampliar os recursos de subvenção aos prêmios do seguro rural no próximo Plano Safra, para a modernização e o uso de mais tecnologia e para ampliar o número de produtores que aderem ao seguro rural. Queremos um Plano Safra mais robusto com seguro rural reforçado”, assinalou o ministro.

O presidente da confederação, João Martins, entregou, ontem (24), ao ministro Fávaro, as propostas da entidade para o próximo Plano Safra, em um documento de cem páginas, desenvolvido juntamente com as federações estaduais e os sindicatos de produtores.

Entre os pleitos, a CNA pede R$ 570 bilhões em recursos financiáveis para a temporada, 30,8% a mais do que os R$ 435,8 bilhões anunciados para o atual ciclo 2023/24 para todos os produtores – pequenos, médios e grandes. No documento, a CNA reivindicou a suplementação de R$ 2,1 bilhões para o orçamento do PSR deste ano, a fim de alcançar o montante de R$ 3 bilhões.

Fávaro relatou que esteve reunido hoje com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e que ambos trataram do seguro rural. O encontro não consta na agenda dos ministros.

“São necessários mais recursos para subvenção ao seguro rural e trabalhamos isso com o Ministério da Fazenda. É um pleito prioritário. Um seguro rural mais efetivo é o pleito número um”, acrescentou.

Sobre eventual remanejamento do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) para o PSR, Fávaro disse que tomou conhecimento sobre o fato de o Proagro ter utilizado recursos de outras áreas, como áreas sociais do governo, para cumprir a obrigatoriedade da cobertura.

VEJA TAMBÉM | CNA defende derrubada de vetos em projetos do agronegócio no Congresso

Em 2023, os gastos do Proagro, custeados pelo Tesouro, alcançaram R$ 9,4 bilhões.

Quando se fez necessário, o Tesouro e o Ministério da Fazenda remanejam orçamento de outras áreas. É um remanejamento de recursos que não existiam, mas, se já estava ocorrendo remanejamento, tentaremos usá-lo”, explicou.

De acordo com o ministro, Proagro e seguro rural serão avaliados dentro de um mesmo combo no Plano Safra.

“Trataremos como um todo, sabendo que eles têm necessidades distintas e coberturas distintas”, pontuou.

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here