Silagem de Milho – 8 Duvidas Sobre Alimentação para Equinos

maxresdefault 1

Silagem de Milho – 8 Duvidas Sobre Alimentação para Equinos

Para Equinos, Muares e Asininos

A silagem de milho pode ser uma alternativa forrageira para equinos na estação seca, quando o capim de qualidade é escasso

Silagem de Milho – 8 Duvidas Sobre Alimentação para Equinos

Perguntas sobre as vantagens e desvantagens do uso da silagem de milho na alimentação animal.

Segundo a médica veterinária, Mayara Gonçalves, esse é um problema muito frequente entre os criadores, por isso siga os conselhos do especialista:

A silagem de milho pode ser uma alternativa forrageira para equinos na estação seca, quando o capim de qualidade é escasso.

Patrocinadores

A maioria dos cavalos aceitam e consomem bem a silagem, mas cuidados importantíssimos devem ser tomados:

PRIMEIRA DICA

Durante o processo de ensilagem, a forragem é preservada pela fermentação anaeróbica (falta de oxigênio) de carboidratos não estruturados em ácidos orgânicos, reduzindo o pH.

O ácido impede a proliferação de microrganismos que destroem os alimentos. Portanto, o cuidado com o processo de ensilagem e o fechamento completo do material sem a presença de oxigênio é essencial para uma silagem de milho de qualidade.

SEGUNDA DICA

Você deve ter muito cuidado para que a silagem NÃO seja contaminada com carcaças de animais, ou que NÃO seja incorporada ao solo, pois podemos promover a proliferação de bactérias causadoras de doenças, principalmente o botulismo, que pode ser fatal para você. equinos

Patrocinadores

TERCEIRA DICA

Não temos de receber produtos ensilados que tenham estado em contacto com o ar (sujeitos a deterioração aeróbia).

Os fungos podem contaminar esse motivo e os equinos não têm a mesma capacidade que bovinos e outros ruminantes de metabolizar certas toxinas.

QUARTA DICA

O fornecimento de silagem deve ser dividido de 3 a 4 vezes ao dia, para que a silagem não fique muito tempo exposta ou não coma e leve à proliferação de microrganismos indesejados e causadores de doenças.

QUINTA DICA

são comuns como todos os cavalos- a pouco mais comuns e menores.

Patrocinadores

No entanto, fezes muito soltas e líquidas podem indicar problemas.

SEXTA DICA

Procure sempre um veterinário ou zootécnico que trabalhe com nutrição equina para solicitar uma avaliação laboratorial dos nutrientes da silagem fornecida e preparar uma dieta balanceada.

A forma como o milho é cortado influenciará na qualidade nutricional da silagem.

Assim, após análise, o nutricionista poderá escolher o sal mineral, em proporção concentrada, e os suplementos que serão essenciais para fornecer todos os nutrientes necessários para atender de forma equilibrada as necessidades de cada cavalo.

Patrocinadores

SÉTIMA DICA

Apesar de ser considerada fonte forrageira, a silagem de milho tem mais energia digestível que o capim. Portanto, deve ser fornecido à cavalaria das categorias que possuem maior demanda energética e que são gratuitas.

A silagem de milheto para animais confinados e mal exercitados pode resultar em ganho de peso excessivo e risco de cólica de compactação, pois dependendo da taxa de corte da planta de silagem de milheto, pode conter uma grande quantidade de fibras que são mais difíceis de encontrar. 

ÚLTIMA DICA

Qualquer mudança na dieta deve ser adaptada.

Portanto, a inclusão da silagem deve ser feita de forma gradativa, respeitando a adaptação individual do cavalo, conforme orientação do nutricionista eqüino.

Patrocinadores
Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here