A Plena Alimentos investe em modernização das áreas de armazenagem e melhorias logísticas em Minas Gerais e Goiás

A Plena Alimentos, considerada uma das maiores empresas do segmento de proteína bovina do país, vai investir cerca de R$ 24 milhões em modernização das áreas de armazenagem e melhorias logísticas em Minas Gerais e Goiás.

Em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte a companhia inaugurou, na semana passada, um armazém de 760 metros quadrados, com um sistema verticalizado e automatizado de estocagem. Na unidade de Porangatu (GO), a mesma solução será implementada até o fim deste ano, informou a companhia em comunicado.

A Plena Alimentos, empresa renomada no setor de proteína bovina, está investindo pesado na modernização de suas áreas de armazenagem e logística. Esses investimentos visam otimizar a operação da empresa em Minas Gerais e Goiás, duas localidades estratégicas para o seu negócio. Essas melhorias são fundamentais para garantir a qualidade e a eficiência na distribuição de seus produtos.

Maior capacidade de armazenagem

A inauguração de um novo armazém em Contagem, com um sistema verticalizado e automatizado de estocagem, representa um avanço significativo para a Plena Alimentos. Essa estrutura moderna permite um aumento de 105% na capacidade de armazenagem de pellets, o que é essencial para atender a demanda crescente de seus produtos industrializados congelados.

Patrocinadores

Expansão e capilaridade de distribuição

Além da modernização das áreas de armazenagem, a empresa tem planos ambiciosos para os próximos anos. Em 2024, a Plena Alimentos pretende ampliar sua linha de produtos congelados e melhorar a capilaridade de distribuição em Belo Horizonte e região metropolitana. Essas iniciativas fazem parte de um plano de expansão do Grupo CDM, que prevê investimentos da ordem de R$ 120 milhões.

Diversidade de operações

O Grupo CDM, do qual a Plena Alimentos faz parte, possui empresas em segmentos variados, como a Petsko, especializada em snacks naturais para pets, a Grande Lago, uma das maiores operações de confinamento da América Latina, e a Transquali Transportes, empresa de logística do grupo. Essa diversidade de operações confere ao grupo uma sólida estrutura que impulsiona seu crescimento e consolida sua presença no mercado.

Expansão e Modernização da Plena Alimentos: Investimentos e Perspectivas Futuras

Modernização Logística e Expansão de Linha de Produtos

A Plena Alimentos está investindo pesado em modernização logística e expansão de linha de produtos, com um aporte de R$ 24 milhões para melhorias em suas unidades em Minas Gerais e Goiás. A inauguração de um armazém verticalizado e automatizado em Contagem e os planos de aumento na capacidade de armazenagem e distribuição são apenas o começo de um plano ambicioso para os próximos anos.

Nova Capilaridade de Distribuição e Aumento de Produtos Industrializados

Impacto no Mercado e Perspectivas para o Setor

Com um investimento total de R$ 120 milhões, os planos de expansão do Grupo CDM, do qual a Plena Alimentos faz parte, têm o potencial de impactar significativamente o mercado de proteína bovina e logística no país.

Patrocinadores

A modernização logística e a ampliação da linha de produtos da Plena Alimentos mostram o comprometimento da empresa em se manter competitiva e inovadora no setor. É importante ficar de olho nas próximas movimentações da empresa e como isso pode influenciar o cenário nacional.
Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Plena Alimentos investirá R$ 24 milhões em modernização das áreas de armazenagem em Minas Gerais e Goiás

A Plena Alimentos, uma das maiores empresas do segmento de proteína bovina do país, está investindo R$ 24 milhões em modernização das áreas de armazenagem e melhorias logísticas em Minas Gerais e Goiás. Saiba mais sobre os detalhes deste investimento e as projeções da empresa para os próximos anos.

FAQs

1. Quais são os principais investimentos da Plena Alimentos?

A Plena Alimentos está investindo R$ 24 milhões em modernização das áreas de armazenagem e melhorias logísticas em Minas Gerais e Goiás.

2. O que foi inaugurado recentemente pela Plena Alimentos?

A empresa inaugurou um armazém de 760 metros quadrados em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Patrocinadores

3. O que a nova estrutura em Contagem representa?

A estrutura em Contagem representa um aumento de 105% na capacidade atual de armazenagem de pellets, com mais 1.836 pellets e cerca de 1,4 mil toneladas de produtos.

4. Quais são as projeções da empresa para 2024?

Para 2024, a empresa pretende aumentar uma linha de produtos industrializados congelados e ampliar a capilaridade de distribuição em Belo Horizonte e região metropolitana.

5. Quais empresas fazem parte do Grupo CDM?

O Grupo CDM é formado pelas empresas Plena Alimentos, Petsko, Grande Lago e Transquali Transportes.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores
carne bovina 3

 

Confira na palma da mão informações quentes sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo: siga o Canal Rural no WhatsApp!

Em 2024, a empresa pretende aumentar uma linha de produtos industrializados congelados e ampliar a capilaridade de distribuição em Belo Horizonte e região metropolitana. A nova estrutura em Contagem representa um aumento de 105% na capacidade atual de armazenagem de pellets. São, no total, mais 1.836 pellets, que armazenam cerca de 1,4 mil toneladas de produtos.

O projeto de modernização logística faz parte de um plano de expansão do Grupo CDM, com investimentos que devem alcançar um total de R$ 120 milhões. Além da Plena Alimentos, o grupo é formado pelas empresas Petsko (unidade de negócios para a produção e comercialização de snacks naturais no segmento pet), Grande Lago (a maior e uma das mais modernas operações de confinamento da América Latina) e a Transquali Transportes (empresa de logística do grupo).

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores
Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here