Título

Subtítulo 1

A produção recorde de carne de frango levou a uma queda acentuada nos preços no mercado interno em 2023. Mesmo com exportações em alta, os preços internos despencaram, tornando a proteína mais competitiva em relação à carne bovina.

Subtítulo 2

Enquanto as exportações de carne de frango atingiram uma nova marca histórica pelo terceiro ano consecutivo, os preços domésticos sofreram quedas significativas. A maior disponibilidade interna e o aumento na produção de bovinos afetaram a competitividade da carne de frango em comparação com a carne bovina.

Subtítulo 3

Os dados do IBGE revelaram que o Brasil registrou o maior volume de abate de bovinos desde 2014, com um aumento significativo de 11,4% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, o mercado de frango também atingiu números recordes, com um aumento de 4,6% no abate de animais.

Subtítulo 4

Esse cenário de produção recorde e abate em alta em ambos os mercados impactou diretamente nos preços das carnes, tornando a carne de frango mais atraente em comparação com a carne bovina.

Patrocinadores

Subtítulo 5

A competitividade da carne de frango em relação à carne bovina pode ser atribuída à maior produção e disponibilidade interna, resultando em preços mais atrativos para os consumidores.

Ao longo de 2023, a produção recorde de carne de frango e bovina impactou diretamente nos preços e na competitividade entre as duas proteínas. As exportações em alta e o aumento no abate de animais trouxeram mudanças significativas para o mercado, tornando a carne de frango mais acessível e atraente para os consumidores. A tendência de queda nos preços da carne de frango refletiu a dinâmica do mercado interno, resultando em um produto mais competitivo em relação à carne bovina.
Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Cepea, 28/12/2023 – Pesquisas do Cepea mostram que as cotações da carne de frango caíram com força no mercado doméstico em 2023, refletindo a produção recorde da proteína. Nem mesmo as maiores exportações, que atingiram nova marca histórica pelo terceiro ano consecutivo, impediram os recuos nos preços internos. A competitividade da carne de frango frente à de boi também diminuiu em 2023, em meio ao maior abate de bovinos e ao aumento na disponibilidade interna dessa proteína. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística), de janeiro a setembro de 2023, foram abatidos no Brasil 24,64 milhões de bovinos, 11,4% acima do registrado no mesmo período de 2022 e o maior volume desde 2014. No mercado de frango, foram 4,75 bilhões de animais abatidos de janeiro a setembro, aumento de 4,6% frente a igual intervalo de 2022 e um recorde da série histórica do IBGE, iniciada em 1997. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Patrocinadores

FAQ sobre a queda nas cotações da carne de frango em 2023

Por que as cotações da carne de frango caíram com força em 2023?

As cotações da carne de frango caíram devido à produção recorde da proteína, que resultou em uma maior disponibilidade no mercado doméstico.

Como as exportações recorde influenciaram as cotações internas da carne de frango?

Mesmo com as maiores exportações, que atingiram nova marca histórica, os preços internos ainda recuaram devido ao aumento da produção e disponibilidade da carne de frango no mercado brasileiro.

Por que a competitividade da carne de frango frente à carne bovina diminuiu em 2023?

A competitividade da carne de frango em relação à carne bovina diminuiu devido ao maior abate de bovinos e ao aumento na disponibilidade interna dessa proteína, tornando-a mais atrativa para os consumidores.

Patrocinadores

Quais foram os dados de abate de bovinos e frangos em 2023?

De janeiro a setembro de 2023, foram abatidos 24,64 milhões de bovinos no Brasil, um aumento de 11,4% em relação ao mesmo período de 2022. Em relação aos frangos, foram abatidos 4,75 bilhões de animais, um aumento de 4,6% em comparação com 2022, e um recorde na série histórica do IBGE.

Cepea, 28/12/2023 – Pesquisas do Cepea mostram que as cotações da carne de frango caíram com força no mercado doméstico em 2023, refletindo a produção recorde da proteína. Nem mesmo as maiores exportações, que atingiram nova marca histórica pelo terceiro ano consecutivo, impediram os recuos nos preços internos. A competitividade da carne de frango frente à de boi também diminuiu em 2023, em meio ao maior abate de bovinos e ao aumento na disponibilidade interna dessa proteína. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística), de janeiro a setembro de 2023, foram abatidos no Brasil 24,64 milhões de bovinos, 11,4% acima do registrado no mesmo período de 2022 e o maior volume desde 2014. No mercado de frango, foram 4,75 bilhões de animais abatidos de janeiro a setembro, aumento de 4,6% frente a igual intervalo de 2022 e um recorde da série histórica do IBGE, iniciada em 1997. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here