Otimização da produção de silagem de trigo: Estudos revelam alternativa viável para o inverno

Recentes pesquisas realizadas pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) trouxeram à tona uma alternativa viável, nutritiva e econômica: a silagem à base da cultivar de trigo MGS3 Brilhante. Esses estudos, em parceria com a Emater-MG, demonstraram resultados promissores em relação à produtividade, qualidade da silagem e desempenho zootécnico dos animais, trazendo novidades para o mercado.

Adaptação de uma cultivar de trigo para produção de silagem

Originalmente desenvolvida para a produção de pães, a cultivar MGS3 Brilhante, lançada em 2005, foi redirecionada para a produção de silagem em 2018 devido à sua resistência e benefícios para os animais. Essa mudança de foco mostrou-se acertada, trazendo novas possibilidades para o agronegócio.

Alta produtividade e benefícios zootécnicos

Com experimentos realizados em diversos locais de Minas Gerais, a Epamig observou uma alta produtividade da forragem de trigo MGS3 Brilhante, tornando-o uma opção atraente para períodos de entressafra. Os resultados animadores sugerem um novo caminho para os produtores rurais e uma solução para os desafios enfrentados durante o inverno.

———————————————————————————————-

Patrocinadores

Subtítulo 1

Os estudos realizados pela Epamig em parceria com a Emater-MG mostraram que a cultivar MGS3 Brilhante se apresenta como uma alternativa viável de silagem durante o inverno, proporcionando resultados promissores em relação à produtividade, qualidade da silagem e desempenho zootécnico dos animais avaliados.

Subtítulo 2

A alta produtividade da forragem do trigo MGS3 Brilhante torna-o uma ótima opção para períodos de entressafra de culturas de verão, como milho e soja. Os estudos de campo estão ocorrendo em diversas regiões mineiras, com resultados satisfatórios que confirmam as expectativas dos pesquisadores quanto à qualidade nutricional da forragem.

Subtítulo 3

Além da alta produtividade, o projeto também investiga o uso de inoculantes microbianos para conservação da qualidade do alimento durante a ensilagem. Resultados preliminares indicam que, com manejo adequado e ponto de colheita correto, o trigo MGS3 Brilhante não necessita de inoculantes, tornando-o uma opção ainda mais econômica e viável para os produtores.

Subtítulo 4

Os experimentos realizados demonstraram que, com vedação e compactação ideais, não há necessidade de introduzir inoculantes microbianos, pois o trigo MGS3 Brilhante é um material excelente para ensilagem. Isso torna o processo mais barato e eficiente, sem comprometer a qualidade da silagem produzida.

Patrocinadores

Subtítulo 5

Os pesquisadores agora planejam testar intervalos mais longos de estocagem da silagem, visando ampliar o período de conservação do alimento. Com a confirmação dos resultados positivos até agora, o trigo MGS3 Brilhante se apresenta como uma opção atrativa e viável para os produtores durante o inverno e entressafra de outras culturas.

**Principais Pontos do Artigo:**

– A cultivar MGS3 Brilhante se mostrou como uma alternativa promissora para a produção de silagem durante o inverno.
– Os estudos revelaram alta produtividade e qualidade nutricional da forragem produzida a partir do trigo MGS3 Brilhante.
– O uso de inoculantes microbianos está sendo investigado para conservação da qualidade da silagem, sendo que resultados preliminares sugerem que o trigo não necessita desses aditivos.
– A correta técnica de manejo e colheita do trigo podem garantir uma silagem de qualidade sem a necessidade de inoculantes, tornando o processo mais econômico e eficiente.
– Novos testes estão planejados para ampliar o tempo de estocagem da silagem, considerando a viabilidade e importância do trigo MGS3 Brilhante como alimento animal.
————————————————————————————————–

Patrocinadores

Conclusão: Trigo MGS3 Brilhante para Silagem – Uma opção econômica e de alta qualidade

A pesquisa realizada pela Epamig e Emater-MG demonstrou que a cultivar de trigo MGS3 Brilhante é uma excelente alternativa para a produção de silagem, mostrando alta produtividade e qualidade nutricional para os animais. Além disso, a resistência à seca e ao calor, somado à ausência de aristas nas espigas, tornam esse trigo uma opção viável e econômica para períodos de entressafra de culturas de verão.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Produção de Silagem à Base de Trigo MGS3 Brilhante: Uma Alternativa Nutritiva e Econômica para o Inverno

Pesquisas realizadas pela Epamig revelaram que a silagem feita com a cultivar de trigo MGS3 Brilhante é uma opção viável, nutritiva e econômica para o inverno. Os estudos destacaram a produtividade, qualidade da silagem e desempenho zootécnico dos animais, mostrando resultados promissores.

A cultivar MGS3 Brilhante, originalmente destinada à produção de pães, foi redirecionada para a silagem em 2018 devido à sua resistência à seca e ao calor, tornando-se uma alternativa interessante para o período de entressafra de culturas de verão, como milho e soja.

Patrocinadores

Os estudos estão sendo conduzidos em diversos locais em Minas Gerais, com destaque para a alta produtividade da forragem, tornando o trigo MGS3 Brilhante uma escolha atrativa para os agricultores.

Perguntas Frequentes sobre a Silagem de Trigo MGS3 Brilhante:

1. Qual a vantagem de usar a cultivar de trigo MGS3 Brilhante para a produção de silagem?

Resposta: A cultivar MGS3 Brilhante apresenta resistência à seca e ao calor, alta produtividade e qualidade nutricional, sendo uma opção econômica para o período de inverno.

2. Por que o trigo MGS3 Brilhante não necessita de inoculantes microbianos para a ensilagem?

Resposta: Com manejo adequado e ponto de colheita correto, o trigo MGS3 Brilhante não precisa de inoculantes, pois é um material excelente para a ensilagem, mantendo a qualidade sem necessidade de aditivos.

3. Em que locais os estudos sobre a silagem de trigo MGS3 Brilhante estão sendo realizados?

Resposta: Os estudos estão sendo conduzidos nos Campos Experimentais da Epamig e em Unidades Demonstrativas em propriedades rurais nas regiões do Sul, Sudoeste e Campo das Vertentes em Minas Gerais.

Patrocinadores

4. Qual é o papel dos inoculantes microbianos no processo de fermentação da silagem?

Resposta: Os inoculantes microbianos auxiliam na fermentação da silagem, reduzindo perdas de nutrientes e melhorando a conservação do alimento por meio da acidificação do material.

5. Quais são os próximos passos da pesquisa sobre a silagem de trigo MGS3 Brilhante?

Resposta: O próximo passo é testar intervalos mais longos de estocagem da silagem, chegando a até 240 dias, para avaliar a qualidade e viabilidade do processo.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Pesquisas conduzidas pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) revelaram que a silagem à base da cultivar de trigo MGS3 Brilhante se mostra como uma alternativa viável, nutritiva e econômica durante o período de inverno. Os estudos, realizados em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado (Emater-MG), mostraram resultados promissores em relação à produtividade, qualidade da silagem e desempenho zootécnico dos animais avaliados, conforme divulgado pela Secretaria de Agricultura de Minas Gerais.

Patrocinadores

A cultivar MGS3 Brilhante, lançada pela Epamig em 2005, originalmente voltada para a produção de pães, foi redirecionada para a produção de silagem em 2018 devido a sua resistência à seca e ao calor, além da ausência de aristas nas espigas, evitando ferimentos nos bovinos.

Os estudos estão sendo realizados nos Campos Experimentais da Epamig em diversos municípios mineiros, além de Unidades Demonstrativas em propriedades rurais nas regiões do Sul, Sudoeste e Campo das Vertentes. Os pesquisadores destacam a alta produtividade da forragem, tornando o trigo MGS3 Brilhante uma opção interessante para períodos de entressafra de culturas de verão.

Os pesquisadores observaram que a produtividade da forragem foi altamente satisfatória. “Todas as nossas expectativas estão sendo confirmadas. O produtor pode produzir uma forragem de ótima qualidade nutricional para os animais e com boa produtividade em um período de entressafras de culturas de verão, como milho e soja, que costuma ser uma época em que a lavoura fica parada”, explica o pesquisador da Epamig, e coordenador do projeto “Unidades Demonstrativas de Trigo para Produção de Silagem”, Maurício Coelho. O trabalho tem apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

Além dos aspectos agronômicos, o projeto também investiga o uso de inoculantes microbianos para conservação da qualidade do alimento durante a ensilagem. Os resultados preliminares indicam que, com manejo adequado e ponto de colheita correto, o trigo MGS3 Brilhante não necessita de inoculantes, o que o torna uma opção ainda mais econômica e viável.

Patrocinadores

Quando o oxigênio é retirado do material, ocorre um processo de fermentação feito por bactérias. Os inoculantes microbianos auxiliam nesse processo de fermentação, fazendo com que haja menos perda de nutrientes, por exemplo, por meio da acidificação do material.

“Os experimentos que fizemos revelam que, se o manejo e o ponto de colheita da lavoura de trigo MGS3 Brilhante forem feitos corretamente, com vedação e compactação ideais, não há necessidade de se introduzir inoculantes microbianos, porque é um material ótimo para ser ensilado”, ressalta a pesquisadora da EPAMIG, Fernanda de Kássia Gomes. “Verificamos que não houve alteração na qualidade da silagem produzida, o que torna o trigo uma opção ainda mais barata e viável”, acrescenta.

Segundo ela, foram avaliados dois tempos de estocagem do material (45 e 60 dias) e que o próximo passo da pesquisa é testar intervalos mais longos até a abertura da silagem, chegando a 240 dias.

As informações são da Epamig.*

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here