Pular para o conteúdo
Patrocinadores

Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como

Boi Gordo Com preços Elevados Ate Quando ?
Boi Gordo Com preços Elevados Ate Quando ?

O mercado ficou mais fortemente baixista nesta semana, o motivo também é o enfraquecimento dos preços do boi gordo, gerando insegurança na busca por categorias jovens.

Os preços dos animais de reposição -especialmente bezerros– tiveram uma semana de queda de preços nos principais mercados pecuários do país.

O mercado de gado vivo permaneceu estagnado, com o aumento da oferta de animais de contrato, o que provocou o alongamento dos horários de abate.

Tal situação contribui para o enfraquecimento dos preços dos bezerros e outras categorias de animais jovens.

Patrocinadores

Diante de um cenário de grande incerteza sobre os futuros dos preços de venda dos animais acabados, o mercado de reposição acompanhou o gado vivo, com baixo volume de negócios, impactado pela estiagem e também pela fase do ciclo da pecuária. Confira abaixo onde a queda foi mais pronunciada.

O avanço do período seco do ano faz com que as pastagens brasileiras continuem perdendo qualidade e, somado a isso, os altos preços das rações concentradas afastaram criadores e invernantes do mercado de reposição.

O cenário atual contribui para o enfraquecimento dos preços dos bezerros e outras categorias de animais jovens inacabados.

“O mercado de reposição de gado abre o mês de agosto com forte queda de preços entre as diferentes categorias, efeito do descompasso entre oferta e demanda”, informa o IHS Markit.

Patrocinadores

A demanda por animais, principalmente bezerros do ano, continua muito fraca, relata o consultor. Como resultado, a especulação de baixa continua a ganhar ainda mais força nesta semana, com o volume negociado caindo no mercado de gado vivo.

Assim, maiores contratempos foram observados nos mercados de Mato Grosso do Sul e Goiás. Para se ter uma ideia do impacto, o INDICADOR CALF ESALQ/BM&FBOVESPA encerrou a primeira semana de agosto a R$ 2.583,80 por cabeça.

Esse valor representa uma desvalorização de R$ 185,46/táxi nos últimos 9 dias úteis avaliados – período em que foi registrado o maior preço da categoria, segundo o indicador.

Ainda na categoria, o aplicativo Agrobrazil trouxe uma negociação acima da média de referência, ou seja, mostrando que negociações pontuais ainda continuam ocorrendo, principalmente no mercado paulista.

Patrocinadores
Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como
Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como

A referida negociação ocorreu em Mirandópolis, no interior do estado, e teve valor de R$ 2.950,00. Ainda segundo informações do pecuarista, os animais pesavam em média 290 kg e, portanto, o preço do quilo vivo chegou a R$ 15,53/kg.

Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como
Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como

De acordo com a pesquisa dos consultores, mesmo as categorias mais pesadas -cruzadas, novilhas, bois/vacas magras- de reposição também apresentam uma demanda mais tímida.

Com isso, podemos observar uma diminuição no número de animais confinados a médio prazo.

“A morosidade dos negócios reflete as incertezas sobre a demanda por animais prontos para abate, além dos altos custos de alimentação, que também geram desincentivos para o alojamento do gado”, reforçam analistas do IHS.

Patrocinadores

Na região Sudeste, os preços de reposição caíram no interior de São Paulo e também nos mercados mineiros.

Nessas regiões, a baixa liquidez dos negócios continua sendo o principal fator de queda dos preços locais, observa a IHS. No sul do país, pequenos ajustes positivos foram observados nos mercados paranaenses e estabilidade nos preços de reposição no Rio Grande do Sul.

Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como
Boi Gordo Avança Mas bezerro Recua Saiba Como

O mercado gaúcho encontrou sustentação no forte ritmo de vendas de boi gordo”, destaca o IHS. Portanto, a relação de troca está no melhor patamar de 2022, tanto para o milho quanto para o gado magro, observou a Scot Consultoria.

Mercado Pecuária de Produtividade Inteligente, segundo Agrifatto Na última sexta-feira, o mercado de boi gordo registrou estabilidade de preços em todos os mercados brasileiros monitorados.

Patrocinadores

Os preços nos mercados paulistas permaneceram em R$ 320,00/@ para “carne chinesa” e R$ 290,00/@ para “carne comum”. Por outro lado, na B3, o contrato com vencimento em 22/ago apresentou variação diária negativa de 0,49%, sendo cotado a R$ 316,40/@, em resposta à forte queda do indicador Cepea.

Leia mais em: comprerural

O mercado de boi gordo ainda sugere por alguma alta dos preços no curto prazo com adicional de consumo causado pelo Dia dos Pais

O mercado físico de boi gordo voltou a registrar preços firmes nesta terça-feira (9).

Patrocinadores

De acordo com o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias, muitas indústrias permanecem ausentes da compra de gado, avaliando as melhores estratégias para aquisição de boiadas no curto prazo. As escalas de abate seguem bastante confortáveis, e oferecem tranquilidade à indústria frigorífica neste momento.

“A incidência de contratos a termo torna a programação ainda mais tranquila entre os frigoríficos de maior porte. Ele indica ainda que férias coletivas de determinados frigoríficos é um elemento importante a ser considerado no curto prazo, o que pode resultar em aumento da pressão de queda”, diz Iglesias.

Dessa maneira, em São Paulo (SP), a referência para a arroba do boi caiu e teve preço de R$ 307. Diferentemente, em Dourados (MS), os preços subiram R$1 e fecharam o dia em R$290.

Ao mesmo tempo, em Cuiabá (MT) a arroba de boi gordo também teve queda com a arroba cotada em R$ 283. Simultaneamente, em Uberaba (MG), os preços ainda tiveram forte alta, cotados em R$295.

Patrocinadores

Em Goiânia (GO), os preços do boi fecharam o dia em R$ 290 a arroba.

Boi: mercado atacadista

O mercado atacadista também operou com preços firmes.

O ambiente de negócios ainda sugere por alguma alta dos preços no curto prazo, considerando a boa reposição entre atacado e varejo durante a primeira quinzena do mês, com bom adicional de consumo causado pelo Dia dos Pais.

Por conta disso, o quarto dianteiro do boi continuou com preço de R$ 16,80, assim como a ponta de agulha também continuou cotada a R$ 16,75.

Por fim, o quarto traseiro do boi mantém-se em R$ 22 por quilo.

agricultura agricultura de precisão agricultura familiar agrolink agronegocio agrotoxico Ambiente arroz avicultura biodiesel biotecnologia boi brasil cabras café cavalo certificação consultoria crédito rural ensino à distância etanol feijão flores frutas gado gado de corte geladeiras gestão rural milho noticias ovelha para pasto pecuaria pecuária leiteira pragas na agricultura Qual saúde Animal seguro rural setor sucroenergético SOJA suinocultura Treinamento trigo Turismo rural

Patrocinadores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *