Veja os Segredos de Alimentar Corretamente o bezerro
Veja os Segredos de Alimentar Corretamente o bezerro

Veja os Segredos de Alimentar Corretamente o bezerro

  • Posso oferecer a mesma ração que as matrizes?
  • Quando começar a oferecer alimentos sólidos?
  • Como incluir uma dieta sólida sem prejudicar o desenvolvimento do animal?

Essas e outras questões foram abordadas na entrevista da Premix para Programa DBO na TV.

 

Pergunta

Existe um momento certo para começar a comer alimentos sólidos para o bezerro?

Resposta

Quando o animal nascer, no primeiro dia, ou assim que possível, receberá o colostro.

E, como qualquer mamífero, terá no leite o alimento que o acompanhará até determinada fase de sua vida.

A introdução de alimentos sólidos seria ideal nos primeiros dias de vida – a partir do 5º dia -, para que o animal se acostume a esse tipo de alimento e possa aproveitá-lo também numa fase posterior. .

Patrocinadores

 

Pergunta

Por que os alimentos sólidos são tão importantes para o desenvolvimento dos bezerros?

Resposta

O leite já é um alimento completo, porém, quando domesticamos os animais, colocamos uma demanda maior no desenvolvimento animal, ganho de peso, etc.

Para isso, foi necessário adotar algumas práticas zootécnicas e de melhoramento genético além da suplementação na dieta, com a chamada ração concentrada.

Ou seja, sólidos na dieta, complementando com o líquido que seria leite e água.

 

Pergunta

Que tipo de ração sólida o pecuarista adotará para os bezerros?

Resposta

Com a famosa ração inicial ou concentrado inicial.

Patrocinadores

E quais seriam os componentes de uma ração inicial? O milho, como fonte energética, o farelo de soja, como fonte proteica, os minerais e vitaminas que irão compor esta ração.

 

Pergunta

O que acontece no corpo do bezerro quando ele começa a receber esse tipo de ração?

Resposta

A importância de ela receber uma alimentação sólida é que quando o bezerro nasce ela fica como um “suíno”, monogástrico.

Então ela tem o verdadeiro estômago ácido, chamado abomaso.

No entanto, quando ela for uma futura mãe, um animal já em crescimento, sua principal fonte de alimento será o pasto, o capim.

Patrocinadores

No entanto, o compartimento que digere esse alimento, como as forragens, as próprias fibras, é o rúmen.

Assim, quando ela nasce, o rúmen não representa nem 25% de todo o aparelho digestivo do animal.

Quando abastecido com alimentos concentrados, rações, esse alimento sólido, como o milho (em porções grosseiras, não em fubá), possibilita o desenvolvimento de papilas, que são as organelas, que vão absorver os produtos da fermentação da forragem, que em o futuro será a principal fonte de energia. A grama, a silagem e tudo mais.

Além do desenvolvimento das papilas, à medida que se aumenta a ingestão de forragem em determinada fase, após o desmame, haverá um aumento no tamanho desse compartimento, melhorando a capacidade digestiva dessa futura vaca.

Patrocinadores

Pergunta

Posso dar o mesmo concentrado que a vaca adulta ao bezerro?

Resposta

Não recomendado. A exigência do bezerro é diferente da vaca adulta, portanto, os componentes que compõem a ração inicial do bezerro podem ser diferentes da vaca adulta.

Portanto, utilizar a ração da vaca ao bezerro para facilitar o manejo não é uma prática tão recomendável, podendo até prejudicar o desenvolvimento dessa futura matriz produtora de leite.

 

Pergunta

Que cuidados os pecuaristas devem ter em relação ao teor de fibra dessa ração sólida que será servida ao bezerro?

Resposta

Esta ração geralmente terá entre 15% e 24% de FDN, que é a unidade nutricional que chamamos de fibra para ruminantes.

O importante de ter um teor de fibra adequado nesta ração é que um dos componentes da ração que fornece energia ao bezerro nesta fase é o milho.

Patrocinadores

No entanto, o nutriente do milho que fornece essa energia é o amido.

Isso em excesso, ou por manejo errado, ou estresse do animal que o faz ingerir muito deste amido, pode levar a acidose neste animal.

Com uma acidose, esse desenvolvimento das papilas que discutimos anteriormente pode ser prejudicado, formando uma paraceratose.

Assim, a sugestão é substituir parte desse amido por fibras e alimentos fibrosos também.

Patrocinadores

 

Pergunta

Quando e como o pecuarista pode substituir o milho e com quais produtos?

Resposta

Pelos critérios nutricionais, é quando o milho é muito caro. Ele vai competir com outras espécies animais também.

Então o pecuarista pode substituir a polpa cítrica por casca de soja, onde parte desse amido será substituído por fibra solúvel, que é a fibra de boa digestão e que ajudará a desenvolver ainda mais o rúmen desse bezerro.

 

Pergunta

Como o pecuarista equilibrará a oferta de leite com alimentos sólidos?

Resposta

Quando a dieta líquida é oferecida e o bezerro é separado da mãe e de outros animais, o produtor pode mensurar a quantidade ofertada.

Então, o primeiro passo é se perguntar: estou fornecendo o leite que meu bezerro precisa? Por exemplo, estou fornecendo de 6 a 8 litros?

Patrocinadores

Existe uma correlação em termos de porcentagem de peso, dependendo da espécie e tamanho do animal, mas para ser um pouco mais prático, fica entre 6 a 8 litros.

Junto com isso, é preciso também começar a fornecer o concentrado e, de forma prática e didática, como saber se a mistura dessa dieta está bem adequada?

Olhando para a pontuação das fezes. Verificar se não está com diarreia dos animais ou se as fezes não estão muito secas.

Ah sim, é possível ter um parâmetro da quantidade que está sendo ofertada, e se também está trazendo um bom desempenho animal. Lembrando que é importante pesar os animais

Sem pesar, temos uma imensa dificuldade em coletar dados de desempenho animal nas propriedades, por isso, hoje, existem fitas zootécnicas que dispensam a compra de uma balança eletrônica.

ISSO É recomendado pesar estes animais pelo menos uma vez por mês. Dessa forma, você terá um bom resultado, com acompanhamento nutricional, desempenho e ganho de peso desses animais, condizente com a nutrição que está sendo fornecida

Source link

agricultura agricultura de precisão agricultura familiar agrolink agronegocio agrotoxico Ambiente arroz avicultura biodiesel biotecnologia boi brasil cabras café cavalo certificação consultoria crédito rural ensino à distância etanol feijão flores frutas gado gado de corte geladeiras gestão rural milho noticias ovelha para pasto pecuaria pecuária leiteira pragas na agricultura Qual saúde Animal seguro rural setor sucroenergético SOJA suinocultura Treinamento trigo Turismo rural

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here