Noticias do Jornal do campo Soberano
Boa leitura!
O agronegócio brasileiro é uma área de grande importância para a economia do país. A cada dia, novos produtos e tecnologias são desenvolvidos para otimizar e melhorar o desempenho das atividades relacionadas à agricultura e pecuária. Nesse sentido, o Ministério da Agricultura e Pecuária desempenha um papel fundamental ao registrar e aprovar a utilização de defensivos agrícolas, visando garantir a segurança e eficiência desses produtos.

Recentemente, o Ministério publicou uma portaria registrando 45 defensivos agrícolas, dos quais 15 são considerados de baixo impacto. Essa medida evidencia o compromisso do governo em priorizar a utilização de produtos menos agressivos ao meio ambiente, preservando a saúde pública e a biodiversidade.

Entre os produtos registrados, destaca-se um agrotóxico destinado ao controle de nematóides e fungos, que são pragas que afetam diversas culturas. Especificamente, esse defensivo é eficiente contra os nematóides Macrophomina phaseolina, Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica, bem como o fungo Rhizoctonia solani. Essas pragas são responsáveis por causar danos significativos às plantações, comprometendo a produtividade e qualidade dos produtos agrícolas.

Outro produto registrado é recomendado no controle do Pratylenchus zea, um nematóide prejudicial à cana-de-açúcar, algodão e feijão. A utilização desse defensivo é fundamental para garantir a sanidade das culturas e minimizar os prejuízos causados por essa praga.

Patrocinadores

Além disso, a portaria também trouxe os primeiros registros no Brasil de produtos à base do princípio ativo Fluindapyr, que são utilizados para o controle de pragas nas culturas de amendoim, café, feijão, milho e soja. Essa substância representa uma importante alternativa no combate a essas pragas, contribuindo para o aumento da produtividade e rentabilidade das lavouras.

Para ficar sempre atualizado sobre as novidades do agronegócio brasileiro, é fundamental acompanhar as principais notícias do setor. Afinal, o conhecimento é essencial para que os produtores rurais e demais profissionais ligados ao segmento possam se manter competitivos e aproveitar as oportunidades que o mercado oferece.

Pensando nisso, recomendamos que você assine nossa newsletter e receba em primeira mão as principais notícias do agronegócio brasileiro. Ao se cadastrar, você terá acesso a informações relevantes sobre as tendências, inovações e acontecimentos do setor, permitindo que você esteja sempre atualizado e tome decisões mais embasadas em suas atividades rurais.

Conclusão:

Patrocinadores

O registro de novos defensivos agrícolas pelo Ministério da Agricultura e Pecuária é uma etapa importante no processo de fortalecimento do agronegócio brasileiro. Esses produtos são essenciais para o controle de pragas e doenças que afetam as culturas, garantindo a produtividade e qualidade dos produtos agrícolas.

Acompanhar as notícias do setor é de extrema importância para se manter atualizado sobre as novidades e inovações do agronegócio brasileiro. A assinatura de nossa newsletter é uma forma prática e eficiente de receber as principais informações do setor em primeira mão. Assine agora mesmo e esteja sempre à frente nesse mercado tão competitivo.

Perguntas com respostas:

1. Quais são os produtos registrados pelo Ministério da Agricultura e Pecuária?
– O Ministério registrou 45 defensivos agrícolas, sendo 15 de baixo impacto.

Patrocinadores

2. Qual é a função do agrotóxico registrado?
– Ele destina-se ao controle de nematóides e fungos que são pragas de solo para diversas culturas.

3. Quais são as pragas que o produto recomendado age?
– O produto recomendado atua no controle do Pratylenchus zea, um nematóide prejudicial à cana-de-açúcar, algodão e feijão.

4. Quais são as culturas que podem se beneficiar dos produtos à base do princípio ativo Fluindapyr?
– Amendoim, café, feijão, milho e soja são algumas das culturas que podem se beneficiar desses produtos.

5. Como posso ficar atualizado sobre as principais notícias do agronegócio brasileiro?
– Através da assinatura de nossa newsletter, você receberá em primeira mão as principais notícias e informações do setor.

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo
Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?
Escreva para nós nos comentários!

Verifique a Fonte Aqui

O Ministério da Agricultura e Pecuária publicou nesta quarta-feira, 11, portaria registrando 45 defensivos agrícolas. Segundo a pasta, 15 são de baixo impacto. Entre os produtos registrados, um agrotóxico destina-se ao controle dos nematóides Macrophomina phaseolina, Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica, além do fungo Rhizoctonia solani, que são pragas de solo para inúmeras culturas.

Outro produto é recomendado para o controle do Pratylenchus zea, prejudicial à cana-de-açúcar, ao algodão e ao feijão.

Também foi registrado um pesticida para o abacate.

Patrocinadores

A portaria também traz os primeiros registros no Brasil de produtos à base do princípio ativo Fluindapyr, para controle de pragas nas culturas de amendoim, café, feijão, milho e soja.

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here