‘Produtor está cada vez mais investindo na qualidade das sementes’

Destaques

Atualmente o produtor tem a vantagem de comprar sementes de maior qualidade,

Foto: Carolina Lorencetti

A procura por sementes de qualidade vem ganhando espaço no Brasil nos últimos anos. Segundo Paulo Levinski, gestor comercial da Oilema Sementes, se antes o teor de germinação em 85% era algo dentro do ideal, hoje, muitos produtores preferem trabalhar com sementes que tenham, no mínimo, 90% de germinação.

“Atualmente o produtor tem a vantagem de comprar sementes de maior qualidade, tendo custo menor por saca de soja por hectare. Ele está disposto a desembolsar um maior valor para obter uma maior produtividade, principalmente em cultivares de menor ciclo e variedades com resistência a nematoides”, destaca Levinski.

A partir dessa percepção de maior demanda por parte do produtor, a Oilema optou por investir na qualidade das suas sementes comercializadas com produtores do Matopiba e Mato Grosso. “Nós investimos R$ 10 milhões em refrigeração de armazéns. Com isso, teremos 100% das nossas sementes climatizadas neste ano, com objetivo de manter nossa régua de qualidade”, diz o gestor comercial da empresa.

Para este ano, Levinski ressalta que a elevação nos preços da soja será um fator que trará desafios para o mercado da soja em 2021. “O preço da semente subiu até 35% no ano passado para compor o aumento da matéria-prima. Mas em relação ao grão de soja, a relação de troca está 20% abaixo do preço do ano passado”, pontua.

Dia de campo pela 1ª vez virtual

Uma oportunidade para os produtores conhecerem as inovações em sementes é durante o dia de campo promovido pela Oilema. O evento que acontece há 22 anos foi realizado de forma híbrida em 2021. Durante esta semana, um número de reduzido de agricultores pode conferir o dia de campo de forma presencial. Neste sábado, 6, o evento aconteceu de forma virtual, com palestras e cases sobre eficiência de sementes.

“Neste evento online, o nosso objetivo é mostrar como aumentar a produtividade sem elevar os custos, entre elas os cuidados com a saúde de solo por meio de proteção de plantas de cobertura na entressafra para a produção de matérias de palhada visando a prática de plantio direto”, ressalta Celito Missio diretor presidente da Sementes Oilema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *