Carta Leite - Fatores que influenciam o mercado de leite brasileiro
Carta Leite – Fatores que influenciam o mercado de leite brasileiro

A maior parte da produção leiteira brasileira ocorre com animais em sistema a pasto.

Assim, a produção de leite depende da qualidade das forragens, que, por sua vez, necessitam de boas condições climáticas para um ótimo desenvolvimento.

O Brasil é um país tropical, o verão é mais chuvoso e o inverno mais seco. Durante a estação chuvosa há maior disponibilidade de pastagens de boa qualidade e na estação seca a quantidade de alimentos diminui, fato denominado sazonalidade da produção.

É possível observar que há maior produção de leite nas águas, aumentando a oferta de matéria-prima (leite cru), enquanto na estação seca ocorre o contrário.

Patrocinadores

Isso é sazonalidade das chuvas gera uma oscilação no volume de leite captado pelo laticínio.

A relação de oferta e demanda é clara e se aplica ao mercado de lácteos: quando a oferta do produto aumenta, seus preços diminuem, a relação entre o volume médio mensal de chuvas no Brasil (normal climatológico) e o preço do leite pago ao produtor – média ponderada mensal Brasil deflacionada pelo IGP-DI, de 2003 a 2022.

Note-se que a estação chuvosa no Brasil ocorre de novembro a abril e, neste mesmo período, o preço pago ao produtor é menor, quando comparado aos pagamentos de maio a setembro durante a estação seca.

Além da sazonalidade da produção de forragem, existe uma relação entre o preço pago ao produtor, leite e importação de laticínios sendo mais um recurso para entender o mercado.

Patrocinadores

Historicamente, o Brasil importa mais leite do que exporta. A entrada de leite estrangeiro no mercado interno influencia a oferta e, consequentemente, o preço da matéria-prima e seus derivados.

A maior parte do leite importado está na forma de pó, portanto suas características físico-químicas mantêm a qualidade e durabilidade do produto.

O custo e o volume importado do leite em pó influenciam o preço do leite no mercado interno.

Aminoacidos protegidos na nutricao de vacas leiteiras sob pastejo
Carta Leite - Fatores que influenciam o mercado de leite brasileiro 3

O leite é aquele negociado entre indústrias.

Patrocinadores

O marketing e o preço deste produto variam de acordo com a demanda. Portanto, essa relação pode ser considerada um bom indicador para avaliar a demanda por leite no mercado interno.

o preço do leite aumenta quando a demanda é maior e o oposto também é verdadeiro. Portanto, o preço também é um indicador interessante do preço pago ao produtor.

Correlação é um método estatístico para expressar uma relação entre variáveis, é dito por um valor que varia de negativo a positivo.

Quando próximo de zero, as variáveis ​​não apresentam uma relação clara entre elas. Quando próximos de um (positivo ou negativo), apresentam uma forte relação. Se positivo, o comportamento é semelhante, se negativo, é o contrário.

Patrocinadores

Ao correlacionar a variação do custo por tonelada importada de leite em pó com a variação do preço do leite obtém-se um valor de 0,91, indicando uma tendência positiva entre os valores, ou seja, essas referências possuem alta correlação entre si.

A regressão permite interpretar essa relação de forma mais assertiva do que a correlação.

mostra a variação entre o preço do leite e a variação do custo por tonelada de leite em pó importado. É possível observar uma tendência de que quando a variação de um aumenta, o outro também recebe um incremento.

Por regressão é possível assumir o preço do leite ver através do custo por tonelada importada de leite em pó.

Patrocinadores

É claro que esse indicador é uma projeção e, portanto, está sujeito a alterações, mas ilustra, com alguma clareza, o comportamento do mercado no mês atual.

Analisando a variação do leite pago ao produtor em relação à variação do custo por tonelada de leite em pó importado, tem-se uma relação de 0,95.

Ao mesmo tempo, temos uma relação ainda maior, de 0,98, quando comparamos a variação do leite pago ao produtor em relação à variação do leite.

Há uma tendência de comportamento semelhante entre esses preços no mercado, que podem ser usados ​​como indicadores para conjecturar preços futuros.

Patrocinadores

 Portanto, é possível que eles possam ser interpretados por uma equação de linha reta. Assim, conhecendo a variação de uma das variáveis ​​é possível projetar as demais.

Um comportamento interessante, é que a variação do preço pago ao produtor não acompanha a variação do preço desta forma o aumento ou diminuição do preço do leite spot se refletirá no produtor, mas não com a mesma intensidade.

Levando em conta o preço do leite como variável, o leite pago ao produtor em setembro, referente à captura em agosto ,foi em média, R$ 2,20.

Portanto, espera-se uma queda de 21,15% em relação ao preço pago ao produtor em relação ao mês de agosto.

Patrocinadores

O mercado de leite possui uma série de fatores que influenciam seu preço. Os números mostram como os fatores estão relacionados, como chuva, custo por tonelada importada de leite em pó e preços ao produtor .

Assim, fica evidente a importância de conhecer esses fatores para entender o preço pago ao produtor por litro de leite. A avaliação de dados é uma ferramenta importante para a previsão de pagamentos, pois leva em conta a oferta e a demanda.

Source link

agricultura agricultura de precisão agricultura familiar agrolink agronegocio agrotoxico arroz avicultura biodiesel biotecnologia boi brasil cabras café cavalo certificação consultoria crédito rural descubra ensino à distância etanol feijão flores frutas gado gado de corte geladeiras gestão rural milho noticias ovelha para pasto pecuaria pecuária leiteira pragas na agricultura Qual saúde Animal seguro rural setor sucroenergético SOJA suinocultura Treinamento trigo Turismo rural

 

 

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here