O Valor Bruto da Produção (VBP) da Agropecuária Brasileira em Março de 2024

No mês de março de 2024, o Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária brasileira atingiu a marca de R$ 1,147 trilhão, conforme dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Esse valor representa uma queda de 1,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Destaque para as Lavouras e a Pecuária

Dentro desse cenário, as lavouras foram responsáveis por R$ 775,8 bilhões, correspondendo a 67,6% do total, enquanto a pecuária contribuiu com R$ 371,4 bilhões, representando 32,4% do VBP.

Principais Produtos que Impactam o VBP

Alguns produtos se destacam na composição do VBP, sendo eles: soja, milho, cana-de-açúcar, café e laranja, juntos representando 52% do valor total. No entanto, fatores como condições climáticas adversas e variações nos preços afetaram o desempenho das lavouras, especialmente da soja e do milho, que apresentaram quedas.

Além disso, confira abaixo esses posts:

Patrocinadores

MEGA SORGO SANTA ELISA

Pragas de Milho e Sorgo: Descubra as Ameaças Ocultas para Sua Colheita

06 Dicas Essenciais para Plantar Sorgo com Sucesso

Silagem de Sorgo

Patrocinadores

Análise do Valor Bruto da Produção (VBP) da Agropecuária Brasileira

Nesta seção, vamos analisar em detalhes os principais pontos destacados nos dados do Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária brasileira em março de 2024, divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Destaques do VBP

Os produtos que mais se destacaram na composição do VBP foram a soja, o milho, a cana-de-açúcar, o café e a laranja, representando juntos 52% do valor total. No entanto, as lavouras sofreram uma queda de 4,4% no VBP, principalmente devido ao clima desfavorável e à queda nos preços da soja e do milho. Por outro lado, a pecuária apresentou um aumento de 5,5%, impulsionada pelo crescimento da suinocultura e da avicultura.

Resiliência do Setor Agropecuário

Mesmo com a queda no VBP em março, a atividade agropecuária se mostrou resiliente nos últimos anos, mantendo um desempenho relevante. O VBP se mantém acima de R$ 1 trilhão pelo quinto ano consecutivo, demonstrando a força do setor. Alguns produtos como arroz, feijão e café registraram aumento no VBP, devido a fatores como alta nos preços no mercado externo e redução na estimativa de produção.

Impactos no Mercado de Grãos

A soja e o milho foram as culturas que apresentaram as maiores quedas no VBP, refletindo os desafios enfrentados no setor. A redução nos preços e na produção dessas culturas impactaram negativamente o VBP, destacando a importância de monitorar de perto as tendências do mercado de grãos.

Patrocinadores

Além disso, confira abaixo esses posts:

Preço do Bezerro Nelore e Mestiço Atualizado

Preço da vaca Nelore e Mestiça Atualizado

Preço do Milho Atualizado

Patrocinadores

Preço da Soja Atualizado

Conclusão

Diante do cenário apresentado, fica claro que o setor agropecuário brasileiro enfrentou desafios significativos em março, refletidos na queda do Valor Bruto da Produção. No entanto, é importante ressaltar a resiliência da atividade, que se manteve acima de R$ 1 trilhão pelo quinto ano consecutivo, mesmo diante de adversidades como o clima desfavorável e a volatilidade nos preços.

O destaque para o desempenho positivo da pecuária, impulsionado pela suinocultura e avicultura, indica a diversificação e potencial de crescimento do setor. Além disso, os aumentos no VBP de produtos como arroz, feijão e café evidenciam as oportunidades de mercado e a importância da inovação e adaptabilidade dos produtores.

Com base nesses insights, é fundamental que o setor agropecuário brasileiro continue investindo em tecnologia, sustentabilidade e capacitação para enfrentar os desafios futuros e garantir sua competitividade no mercado global.

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Análise do VBP da Agropecuária Brasileira em Março de 2024

Neste artigo, analisaremos o Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária brasileira em março de 2024, destacando os principais números e tendências do setor. Descubra como os diferentes segmentos da agricultura e pecuária contribuíram para o total de R$ 1,147 trilhão alcançado. Confira os destaques, as quedas e os aumentos no VBP, assim como os fatores que influenciaram essas variações.

Principais Destaques do VBP

Entre os produtos que mais se destacaram na composição do VBP estão a soja, o milho, a cana-de-açúcar, o café e a laranja, representando juntos 52% do valor total. Saiba mais sobre a importância dessas culturas no cenário agrícola brasileiro.

Impacto do Clima e dos Preços

As lavouras sofreram uma queda de 4,4% no VBP em março, sendo impactadas principalmente pelo clima desfavorável e pela queda nos preços da soja e do milho. Descubra como esses fatores influenciaram o desempenho do setor.

Patrocinadores

Crescimento na Pecuária

Por outro lado, a pecuária apresentou um aumento de 5,5%, impulsionada pelo crescimento da suinocultura (65,4%) e da avicultura (9,2%). Explore os motivos por trás desse crescimento e suas consequências para o mercado.

Resiliência do Setor Agropecuário

Mesmo diante dos desafios, a atividade agropecuária vem mostrando resiliência nos últimos anos, mantendo um desempenho relevante. Saiba mais sobre os fatores que contribuíram para essa resiliência e a manutenção do VBP acima de R$ 1 trilhão pelo quinto ano consecutivo.

Variações nos Produtos

Alguns produtos registraram aumentos no VBP em março, como o arroz (21,8%), feijão (18,2%) e café (17%). Enquanto a soja (-19,8%) e o milho (-10,8%) foram as culturas que apresentaram as maiores quedas. Entenda as razões por trás dessas variações e seus impactos no mercado.

Perguntas Frequentes sobre o VBP da Agropecuária Brasileira

1. Qual foi o total do VBP da agropecuária brasileira em março de 2024?

Patrocinadores

R: O VBP totalizou R$ 1,147 trilhão, com uma queda de 1,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

2. Quais foram os produtos mais destacados na composição do VBP?

R: A soja, o milho, a cana-de-açúcar, o café e a laranja representaram juntos 52% do valor total.

3. Por que as lavouras apresentaram uma queda no VBP em março?

R: As lavouras foram impactadas pelo clima desfavorável e pela queda nos preços da soja e do milho.

4. Quais foram os segmentos da pecuária que mais contribuíram para o aumento no VBP?

R: A suinocultura (65,4%) e a avicultura (9,2%) foram os principais impulsionadores do crescimento na pecuária.

5. Por que a atividade agropecuária é considerada resiliente, mesmo diante dos desafios?

R: A atividade agropecuária vem demonstrando resiliência, mantendo um desempenho relevante nos últimos anos, mesmo com os desafios enfrentados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Verifique a Fonte Aqui

WhatsApp Image 2021 12 30 at 17.14.21

O Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária brasileira totalizou R$ 1,147 trilhão em março de 2024, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Queda de 1,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

As lavouras responderam por R$ 775,8 bilhões (67,6%) do total, enquanto a pecuária contribuiu com R$ 371,4 bilhões (32,4%).

Entre os produtos que mais se destacaram na composição do VBP estão a soja, o milho, a cana-de-açúcar, o café e a laranja, representando juntos 52% do valor total.

No entanto, é importante destacar que as lavouras sofreram uma queda de 4,4% no VBP em março, impactadas principalmente pelo clima desfavorável e pela queda nos preços da soja e do milho.

Já a pecuária apresentou um aumento de 5,5%, impulsionada pelo crescimento da suinocultura (65,4%) e da avicultura (9,2%).

Apesar da queda no VBP em março, a Secretaria de Política Agrícola do Mapa ressalta que a atividade agropecuária vem se mostrando resiliente nos últimos anos, mantendo um desempenho relevante mesmo diante dos desafios.

Prova disso é que, pelo quinto ano consecutivo, o VBP se mantém acima de R$ 1 trilhão.

Alguns produtos que registraram aumento no VBP em março foram o arroz (21,8%), o feijão (18,2%) e o café (17%). Estes aumentos se devem, principalmente, à alta nos preços do arroz e do café no mercado externo, e à redução na estimativa de produção do feijão na segunda safra.

Em contrapartida, a soja (-19,8%) e o milho (-10,8%) foram as culturas que apresentaram as maiores quedas no VBP.

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here