O Segredo do Sanduíche de Pernil do Bar Estadão: Uma História de Tradição e Sabor

Você já se perguntou qual é o segredo por trás de um sanduíche tão saboroso que conquista clientes há décadas? A história do Bar e Restaurante Estadão, localizado no centro de São Paulo, revela os bastidores desse sucesso gastronômico. Fundado em 1968 por portugueses e posteriormente assumido pelos atuais proprietários em 1974, o Estadão se tornou uma referência gastronômica na capital paulista.

Mas o que faz o sanduíche de pernil do Estadão ser tão especial? Quais são os processos e segredos por trás desse prato tradicional que atrai milhares de clientes todos os dias? Neste artigo, vamos explorar a jornada do pernil fresco até se transformar no delicioso sanduíche servido pelo bar. Do salgamento à preparação no forno, cada etapa é crucial para garantir o sabor único que conquistou gerações de paulistanos e turistas.

Descubra os Segredos por Trás do Sanduíche de Pernil mais Famoso de São Paulo

Vamos mergulhar no universo do Bar Estadão e desvendar os segredos do sanduíche de pernil que cativou o paladar de tantas pessoas ao longo dos anos. Conheça a dedicação, o cuidado e os ingredientes especiais que tornam essa iguaria tão especial. Prepare-se para descobrir os bastidores de um dos pratos mais emblemáticos da culinária paulistana e se surpreender com a história por trás desse verdadeiro tesouro gastronômico.

Além disso, confira abaixo esses posts:

Patrocinadores

MEGA SORGO SANTA ELISA

Pragas de Milho e Sorgo: Descubra as Ameaças Ocultas para Sua Colheita

06 Dicas Essenciais para Plantar Sorgo com Sucesso

Silagem de Sorgo

Patrocinadores

Processo de preparo do pernil fresco no Bar e Restaurante Estadão

Para garantir a qualidade e o sabor incomparável do pernil servido no Bar e Restaurante Estadão, os proprietários seguem um processo rigoroso de preparo. Tudo começa com a seleção do pernil fresco, que passa por um processo de salgamento para marinar e absorver o sabor. Esse processo leva cerca de um dia, garantindo que a carne fique no ponto ideal de sal. Em seguida, o pernil é levado para a fornalha, onde passará 4 horas para pururucar, deixando a pele assada e crocante, um verdadeiro deleite para os clientes.

Produção e demanda do sanduíche de pernil

O restaurante recebe diariamente entre 40 a 45 peças de pernil fresco, que são utilizadas para a produção dos famosos sanduíches. Uma única peça de pernil pode render até 40 sanduíches por semana, o que resulta em uma média impressionante de vendas, entre 1.500 a 2.000 unidades por semana. A qualidade da carne suína, temperada e preparada com cuidado, é o diferencial do estabelecimento, conquistando os clientes com sabor e frescor em cada mordida.

Diversidade e serviço do Bar e Restaurante Estadão

Além da qualidade do pernil fresco, o Bar e Restaurante Estadão se destaca pela diversidade de sabores e opções oferecidas aos clientes. Com um balcão que acolhe todos os perfis de público, desde os locais até os turistas de passagem pela cidade, o estabelecimento prima pela excelência no atendimento e na dedicação em proporcionar uma experiência gastronômica inesquecível. Dos temperos aos molhos, tudo é preparado com esmero para que o cliente se sinta satisfeito e deseje retornar em breve.

Além disso, confira abaixo esses posts:

Patrocinadores

Preço do Bezerro Nelore e Mestiço Atualizado

Preço da vaca Nelore e Mestiça Atualizado

Preço do Milho Atualizado

Preço da Soja Atualizado

Patrocinadores

Conclusão: O verdadeiro sabor de São Paulo

Neste artigo, pudemos mergulhar na história e nos processos que tornam o Bar e Restaurante Estadão um ponto de referência na gastronomia paulistana. Com 56 anos de tradição, o segredo de seu famoso sanduíche de pernil fresco está no cuidado e dedicação dos proprietários.

Com um processo de preparo minucioso, desde o salgamento até a crocância da pele no forno, cada sanduíche é feito com amor e qualidade. O resultado final é uma carne suína saborosa e bem temperada, capaz de agradar a todos os paladares.

Além disso, a diversidade de sabores e combinações oferecidas, juntamente com o acolhimento no balcão, fazem do Estadão um local democrático e atrativo para todos os públicos, seja para os paulistanos ou para os visitantes de passagem pela cidade.

Portanto, se você está em busca de uma experiência gastronômica única e autêntica, não deixe de visitar o Bar e Restaurante Estadão, onde cada sanduíche conta uma história e leva consigo o verdadeiro sabor de São Paulo.

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Conheça a história por trás do famoso sanduíche de pernil do Bar Estadão em São Paulo

Descubra mais sobre a origem e o processo de preparo do icônico sanduíche de pernil do Bar Estadão, um ponto de referência gastronômico e cultural no centro de São Paulo.

Como surgiu o Bar Estadão?

O Bar Estadão foi inaugurado em 1968 por portugueses, mas atualmente os proprietários são originários de São José do Rio Pardo. Eles assumiram o estabelecimento em maio de 1974, tornando-se um ponto de referência na gastronomia da cidade.

Qual é o segredo do saboroso sanduíche de pernil do Bar Estadão?

O segredo do sanduíche de pernil do Bar Estadão está no processo de preparo do pernil fresco, que passa por um cuidadoso processo de salgamento e marinada antes de ser assado e transformado no delicioso sanduíche crocante que é servido no estabelecimento.

Patrocinadores

Quantos sanduíches de pernil o Bar Estadão vende diariamente?

O Bar Estadão recebe diariamente entre 40 a 45 peças de pernil, cada peça rendendo cerca de 40 sanduíches. Com isso, o restaurante vende entre 1.500 a 2.000 sanduíches por semana, atraindo clientes de diferentes perfis e até os que estão de passagem pela cidade.

Por que o sanduíche de pernil do Bar Estadão é tão popular?

O sanduíche de pernil do Bar Estadão se destaca pela qualidade da carne suína fresca e bem temperada, além das diversas opções de acompanhamentos disponíveis. O estabelecimento se preocupa em oferecer o melhor para seus clientes, garantindo uma experiência gastronômica única e saborosa.

O que torna o Bar Estadão tão especial para seus clientes?

O Bar Estadão se destaca não apenas pela qualidade de seus pratos, mas também pelo ambiente acolhedor e democrático que abraça todos os públicos, tornando-se um ponto de encontro querido no centro de São Paulo. A dedicação e o cuidado com os detalhes fazem com que os clientes sempre voltem em busca de uma experiência gastronômica memorável.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Verifique a Fonte Aqui

 

Essa história começa em um restaurante que fica na bifurcação entre a rua Major Quedinho com o viaduto 9 de Julho, no centro de São Paulo. O lugar foi inaugurado por portugueses, em 05 de dezembro de 1968. 

Mas os atuais proprietários assumiram o bar só em maio de 1974. São 56 anos como ponto de referência de gastronomia e cultura nessa cidade que é conhecida como a capital gastronômica do Brasil. 

“Eles (os proprietários) vieram de São José do Rio Pardo. Moravam em um sítio na zona rural de São José do Rio Pardo e trouxeram o pernil pra cá”, contou seu Cícero Tiezzi, gerente do Bar e Restaurante Estadão. 

O espaço trabalha apenas com pernil fresco que tem um todo preparo diferenciado antes de compor o famoso e saboroso sanduíche servido pelo bar. O primeiro passo é o processo de salgamento. 

Chega a gente salga ele, põe na câmera de um dia para o outro que é pra ele e marinar pra ele pegar o sal. Depois, no outro dia a gente aça. Esse é o processo diariamente sempre de um dia para o outro na câmera pra poder pegar o sal”, explicou o também gerente, Antonio Alves de Moraes.

Pernil fresco
Delicioso lanche de pernil: a tradição gastronômica de São Paulo 2

O pernil fica marinando por cerca de 12 horas. Depois segue para o forno. Cada fornalha prepara 8 pernis e demora 4 horas para pururucar, ou seja, deixar a pele assada e crocante, daquele jeitinho que a gente adora comer.

O restaurante recebe diariamente entre 40 a 45 peças de pernis por dia. Com uma peça é possível fazer 40 lanches por semana, o restaurante vende entre 1.500 a 2000 sanduíches.

“A carne suína bem feita, bem temperada, ela é muito saborosa. Então esse é o nosso diferencial. Você tem uma carne fresquinha, um produto fresquinho, bem temperado com alguns acompanhamentos a gosto do cliente, claro, nós temos várias opções que eu acredito que atenda toda nossa clientela”, disse Tiezzi.

Além das diversas combinações e sabores, o bar tem o balcão mais democrático da cidade. Isso porque abraça todos os perfis de público e até quem não é daqui. Pessoas que estão de passagem pelo centro da maior metrópole do país.  

“É do tempero ao molho é a dedicação que a gente procura fazer o melhor para o cliente comer e falar assim: esse é bom, eu vou voltar”, reforçou seu Antonio. 

Reportagem Michelle Jardin

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here