Pular para o conteúdo
Patrocinadores

China Salvará o preço do Boi Gordo Mais uma vez

China Salvará o preço do Boi Gordo Mais uma vez
China Salvará o preço do Boi Gordo Mais uma vez

Após anunciar que pode suspender as importações de carne bovina da Austrália e Nova Zelândia, a China pode “salvar” o preço de arroba mais uma vez; Olhar!

O mercado físico do boi gordo começou a semana carregando a sensação de “insegurança” e ainda com a perspectiva de manter o padrão de queda nos preços da arroba, em todas as praças avaliadas.

A a maioria das indústrias permaneceu fora do mercado ainda contabilizando o consumo de fim de semana e, como de costume, montando as estratégias de compras da semana.

Como disse ontem, os frigoríficos ainda possuem uma posição bastante confortável em suas escalas de abate, com grande volume de animais a termo na composição dessas escalas. Isso aumenta a possibilidade de novas tentativas de compra abaixo da média de referência, que tendem a se concretizar, por parte dos frigoríficos. Mas, mais uma vez, a China pode mudar o cenário e ajudar a impulsionar os preços na arroba, confira!

Por outro lado, a notícia de que a China poderia suspender as compras de carne bovina da Austrália e da Nova Zelândia trouxe alguma esperança para a recuperação dos preços. No entanto, ainda não há confirmação. Se o cenário for cumprido, os preços da arroba poderão voltar a subir no curto e médio prazo.

Patrocinadores

O relatório da Scot Consultoria, apontou que o mercado de gado vivo está lento, com grande parte das indústrias fora das compras nas praças de São Paulo. Portanto, não houve variação nos preços pagos pela arroba de gado para abate em relação ao último fechamento (8/12). O preço do gado para o mercado interno é de R$ 300,00/@, para a vaca R$ 278,00/@ e para a novilha R$ 292,00/@preços brutos e a prazo.

Os animais que atendem ao padrão de exportação – gado jovem com até quatro dentes – têm valor de referência de R$ 310,00/@. Segundo informações divulgadas no aplicativo da Agrobrazil, o valor de R$ 290,00/@ foi pago ao pecuarista de Junqueirópolis, no interior de São Paulo. A negociação foi concluída com abate previsto para 19 de agosto e pagamento à vista, veja a imagem abaixo!

Voltando a se comportar próximo à realidade do mercado, o Indicador Gado Gordo do CEPEA, os preços caíram 0,95%, reduzindo os ganhos obtidos na última sexta-feira. Com isso, os preços se desvalorizaram e agora estão sendo anunciados a R$ 313,50/@. O valor negociado em dólares, para o gado brasileiro, continua acima de US$ 61,00/@.

Screenshot 42
Screenshot 43 1

Suspensão das importações de carne bovina australiana e neozelandesa pela China

De acordo com o Bole Click do Boi, ontem (14/08/22), foi postado em sites australianos e chineses sobre a suspensão do desembaraço aduaneiro chinês para cargas provenientes da Austrália e Nova Zelândia. Aparentemente, há preocupações entre os importadores e a alfândega chinesa (GACC) sobre a febre aftosa, que afeta a Indonésia e pode chegar à Austrália.

Patrocinadores

Esse movimento chinês impactaria diretamente no comércio global de carne bovina, afinal cerca de 16% das importações chinesas em 2022 tiveram origem nesses dois países.

Diante das incertezas, os exportadores australianos interromperam os embarques por parte do dia, porém, a partir das 16h, horário local da Austrália, os embarques foram retomados. Ou seja, até o momento, não há embargo ou restrição à entrada de carne bovina australiana e neozelandesa na China.

“O pecuarista não tem uma grande capacidade de retenção no momento, porque são animais terminados em confinamento”.

Fernando Henrique Iglesias, Analista Colheitas e mercado

exportações de carne bovina

As exportações de carne bovina in natura, congelada ou refrigerada do Brasil renderam US$ 558,020 milhões em agosto (10 dias úteis), com média diária de US$ 55,802 milhões. A quantidade total exportada pelo país atingiu 88.806 mil toneladas, com média diária de 8.880 mil toneladas.

O preço médio por tonelada foi de US$ 6.283,60. A partir de agosto de 2021, houve ganho de 19% no valor médio diário das exportaçõesaumento de 7,6% na quantidade média diária exportada e aumento de 10,6% no preço médio.

Patrocinadores

Pesquisa Trimestral de Abate de Animais

No segundo trimestre de 2022, foram abatidos 7,3 milhões de bovinos, um aumento de 5,2% em relação ao primeiro trimestre do ano. Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, o abate de bovinos aumentou 2,7%.

Tour de boi gordo e gordo pelo Brasil

  • Em São Paulo (SP), a referência para a arroba do boi fechou com preço de R$ 300.
  • Em Dourados (MS), os preços caíram para R$ 279.
  • Em Cuiabá (MT) a arroba do gado engordado despencou para R$ 274.
  • Em Uberaba (MG), os preços fixados em R$ 280.
  • Em Goiânia (GO), preços da carne bovina caíram mais longe ficando em R$ 275 a arroba.

Na B3, o contrato com vencimento em ago/22 manteve seu movimento de alta, sendo negociado a R$ 308,70/@, uma diferença positiva de 0,29% em relação à última sexta-feira, destacou Agrifatto.

mercado no país

O mercado atacadista de gado vivo começou a semana apresentando preços acomodados. Segundo Iglesias, a tendência de curto prazo ainda se refere à retração dos preçosem linha com a lenta substituição entre atacado e varejo durante a segunda metade do mês

O quarto dianteiro do touro continuou a um preço de R$ 16,80assim como a ponta da agulha também continuou cotado a R$ 16,75. Finalmente, o quarto traseiro do boi foi citado em R$ 21,80 por quilo.

Patrocinadores

Source link

agricultura agricultura de precisão agricultura familiar agrolink agronegocio agrotoxico Ambiente arroz avicultura biodiesel biotecnologia boi brasil cabras café cavalo certificação consultoria crédito rural ensino à distância etanol feijão flores frutas gado gado de corte geladeiras gestão rural milho noticias ovelha para pasto pecuaria pecuária leiteira pragas na agricultura Qual saúde Animal seguro rural setor sucroenergético SOJA suinocultura Treinamento trigo Turismo rural

Patrocinadores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *