Pular para o conteúdo

(Baixe Grátis) O boletim CEPEA de MARÇO sobre Atual situação do leite completo

Baixe Gratis O Boletim Cepea De Marco Sobre Atual Situacao Do Leite Completo (Baixe Grátis) O Boletim Cepea De Março Sobre Atual Situação Do Leite Completo
836D8866D344Dc5F0A8C16C2A6E2Cd22 (Baixe Grátis) O Boletim Cepea De Março Sobre Atual Situação Do Leite Completo
(Baixe Grátis) O boletim CEPEA de MARÇO sobre Atual situação do leite completo 5

Custos crescentes e oferta limitada podem intensificar o ritmo dos aumentos de preços
Os últimos dados fechados pelo Cepea mostram que o preço do leite coletado em janeiro e pago aos produtores em fevereiro atingiu R$ 2,1397/litro no “Brasil Médio” líquido, um leve aumento de 0,43% em relação ao mês anterior, mas uma queda de 2,7% em relação ao mesmo período de 2021, em termos reais (valores deflacionados pelo IPCA de 22/02).

Clique Aqui Download Arquivo 300X127 1 (Baixe Grátis) O Boletim Cepea De Março Sobre Atual Situação Do Leite Completo
Baixe Gratis O Boletim Cepea De Marco Sobre Atual Situacao Do Leite Completo (Baixe Grátis) O Boletim Cepea De Março Sobre Atual Situação Do Leite Completo

As investigações ainda em andamento pelo Cepea indicam que, para os próximos meses, o ritmo de aumento pode se intensificar, dado o aumento dos custos de produção e a redução da oferta.

Em fevereiro

valorização do campo eleva preços de derivativos


Segundo pesquisa realizada pelo Cepea com apoio da OCB (Organização Cooperativa Brasileira), os preços do leite UHT e do leite em pó (400g) reagiram 5,8% e 1,4%, respectivamente, no mercado atacadista paulista, com médias de R$ 3,40/litro e R$ 25,10/kg em fevereiro.

Por outro lado, os preços do queijo mussarela caíram 0,3% de janeiro a fevereiro, fechando com média de R$ 24,29/kg. Na comparação com 21/02, os valores de leite longa vida, leite em pó e queijo mussarela aumentaram 8%, 6,8% e 1,3%, em termos reais (valores deflacionados pelo IHPC de 21/02). 22).

Exportações de lácteos dobram em um ano


Dada a fraca demanda no mercado doméstico, os embarques domésticos de lácteos dobraram de 21 a 22 de fevereiro, totalizando 4.500 toneladas este ano.

Na comparação com 22/01, o aumento foi de 31,6%. Apesar da oferta limitada no campo, os preços elevados atraíram os produtores para negociar com o mercado internacional.

Ainda em alta, custos seguem pressionando margens de lácteos


O COE (Custo Operacional Efetivo) da pecuária leiteira registrou nova alta em fevereiro, de 0,76% no “Brasil Médio” (BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP). Assim, em 2022 os custos de produção acumulam já uma subida de 2,39%, contexto que continua a pressionar a margem da atividade leiteira nacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.