O título do nosso artigo é “Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins disponibiliza emissão de e-GTA para suínos pela internet” e trata-se de uma notícia relevante para os criadores de suínos do Estado. Desde a última quarta-feira, 17, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) disponibilizou a emissão da Guia de Trânsito Animal (e-GTA) para a movimentação de suínos dentro do Estado para engorda e abate. Antes, esse processo só poderia ser feito de forma presencial, na própria Adapec. Com o intuito de proporcionar mais agilidade e praticidade aos produtores rurais, a Agência criou a ferramenta produtor on-line em seu site, onde é possível solicitar o documento.

Essa iniciativa representa um avanço tecnológico em prol da comodidade dos produtores rurais, que agora não precisam mais se deslocar até a Agência para obter a e-GTA. Segundo o presidente da Adapec, Paulo Lima, a proposta é promover cada vez mais comodidade ao público e, em breve, a Agência pretende abranger mais serviços. Mas para poder utilizar esse recurso, é necessário que o produtor rural mantenha seu saldo de rebanho atualizado, incluindo a declaração de nascimentos.

A medida adotada pela Adapec está de acordo com a legislação federal, que visa à prevenção da Peste Suína Clássica (PSC). Embora o Tocantins seja livre internacionalmente dessa doença, existem zonas não livres no Brasil, e as normas para a movimentação de animais entre essas áreas devem ser respeitadas. Atualmente, a zona livre da PSC engloba diversos estados brasileiros, bem como determinados municípios, e é importante que os produtores se atentem a essas informações ao realizar a movimentação de suínos.

Portanto, a disponibilização da e-GTA para a movimentação de suínos pela internet representa uma grande conquista para os criadores do Tocantins. Além de trazer mais facilidade e praticidade para os produtores, essa medida está alinhada com as normas de prevenção de doenças e com a legislação vigente. Com isso, a Adapec reforça o compromisso de oferecer serviços de qualidade e segurança aos produtores rurais do Estado.

Patrocinadores

Oportunidade de agilidade e praticidade para os criadores de suínos

Com a possibilidade de emitir a Guia de Trânsito Animal (e-GTA) para movimentação de suínos dentro do Estado de forma online, os produtores rurais ganham agilidade e praticidade no processo. Essa novidade, disponível desde quarta-feira, 17, traz mais comodidade aos criadores, que agora podem acessar o serviço de onde estiverem, por meio da ferramenta produtor on-line no site adapec.to.gov.br.

Facilidade de acesso e cadastro rápido

Para os interessados que ainda não solicitaram a e-GTA, basta procurar a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) e fazer o cadastro para obter o login e senha, proporcionando ainda mais agilidade no processo.

Avanço em tecnologia e mais serviços a caminho

O presidente da Adapec, Paulo Lima, destaca a proposta de avançar em tecnologia para promover cada vez mais comodidade ao público. Ele ressalta a expectativa de ampliar a disponibilidade de serviços, proporcionando ainda mais facilidades para os produtores rurais. Além disso, Lima enfatiza a importância de manter o saldo de rebanho atualizado, o que inclui a declaração dos nascimentos.

Prevenção da Peste Suína Clássica

A medida de emissão online da e-GTA para movimentação de suínos dentro do Estado está em conformidade com a legislação federal, visando a prevenção da Peste Suína Clássica (PSC). É essencial cumprir as normas para movimentação de animais entre as áreas devido à existência de zona não livre da doença no Brasil.

Patrocinadores

Atualmente, a zona livre da PSC abrange diversos estados brasileiros, incluindo o Tocantins, que é livre internacionalmente da doença. Tais regulamentações são fundamentais para garantir a segurança e a saúde dos animais.

Perspectivas para o futuro

Com a implementação da emissão online da e-GTA, a Adapec reforça o compromisso em adotar medidas inovadoras para proporcionar praticidade e agilidade aos produtores rurais. A expectativa é de que novos avanços tecnológicos sejam incorporados, ampliando ainda mais a gama de serviços disponíveis de forma remota.

Conclusão

A possibilidade de emitir a Guia de Trânsito Animal de forma online representa um avanço significativo para os criadores de suínos, oferecendo mais agilidade e praticidade no processo. Com o compromisso da Adapec em adotar medidas inovadoras, a perspectiva é de que novos avanços tecnológicos sejam implementados, ampliando ainda mais a comodidade para os produtores rurais. A prevenção da Peste Suína Clássica é uma prioridade, e as regulamentações em vigor garantem a segurança e a saúde dos animais.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Desde quarta-feira, 17, os criadores de suínos podem emitir a Guia de Trânsito Animal (e-GTA) para movimentação de suínos dentro do Estado com a finalidade para engorda e abate. Anteriormente, só era possível presencialmente na Agência de Defesa Agropecuária (Adapec).

O acesso pode ser feito pela ferramenta produtor on-line no site adapec.to.gov.br. Para quem ainda não solicitou basta procurar a Agência e fazer o cadastro para obter o login e senha.

De acordo com o presidente da Adapec, Paulo Lima, é mais agilidade e praticidade aos produtores rurais que precisam ter acesso ao serviço de onde estiver.

“A nossa proposta deste ano é avançarmos em tecnologia para promover cada vez mais comodidade ao nosso público, em breve vamos abranger mais serviços”, avalia acrescentando ainda que o produtor rural deve manter o saldo de rebanho atualizado, inclusive declarando os nascimentos.

Patrocinadores

SAIBA MAIS | TO: Adapec executa plano de ação para garantir 100% de declaração de propriedades com rebanho

Para emissão da GTA para outras finalidades, o produtor rural deve procurar presencialmente a Agência, devido às restrições existentes para transportes de suínos para outros estados.

A medida é prevista na legislação federal visando a prevenção da Peste Suína Clássica (PSC). O Tocantins é livre internacionalmente da doença, mas no Brasil existe zona não livre e as normas para movimentação de animais entre essas áreas precisam ser respeitadas.

Zona livres da PSC – Atualmente a zona livre da PSC abrange os estados do Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins e os Municípios de Guajará, Boca do Acre, sul do município de Canutama e sudoeste do município de Lábrea, pertencentes ao Estado do Amazonense.

Fonte: Ascom Adapec / Governo de TO

Patrocinadores

Verifique a Fonte Aqui
Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here