Introdução

A maneira como os bezerros recém-nascidos são alimentados nas fazendas de Águas Vermelhas (MG) tem gerado questionamentos entre os pecuaristas locais, como o produtor Lucas Monteiro. O dilema sobre a frequência com que os bezerros devem mamar diretamente nas mães após a ordenha tem levado a dúvidas e incertezas. Neste post, será abordada uma solução para esse problema, com base em informações fornecidas pelo zootecnista Guilherme Marquez, renomado por seu conhecimento em genética de gado de leite. Através de um debate sobre tradição versus inovação na pecuária leiteira, será explorado um procedimento recomendado para garantir o equilíbrio entre a produção leiteira e a nutrição dos bezerros.

Subtítulo 2

Texto persuasivo com 300 a 400 caracteres que mantém o leitor interessado e curioso sobre o conteúdo que será apresentado a seguir.

Subtítulo 3

Texto persuasivo com 300 a 400 caracteres que mantém o leitor interessado e curioso sobre o conteúdo que será apresentado a seguir.

Subtítulo 4

Texto persuasivo com 300 a 400 caracteres que mantém o leitor interessado e curioso sobre o conteúdo que será apresentado a seguir.

Patrocinadores

Subtítulo 5

Texto persuasivo com 300 a 400 caracteres que mantém o leitor interessado e curioso sobre o conteúdo que será apresentado a seguir, explorando o tópico do artigo e despertando o interesse do leitor para continuar a leitura.

———————————————————————————————-

Tradição versus novos tempos pecuária leiteira

Segundo o especialista, a prática de permitir que o bezerro permaneça com a vaca até certo ponto do dia é tradicional, mas necessita de ajustes.

“Desde anos atrás, a prática era deixar o bezerro mamar até a tarde e depois separá-lo para estimular a vaca a produzir mais leite para a próxima ordenha.”

Guilherme Marquez

Contudo, Marquez sugere uma atualização nesse manejo: após a ordenha, permitir que o bezerro mame apenas uma vez.

Patrocinadores

Isso porque a vaca leva um tempo para começar a produzir leite novamente. Ao adotar essa prática, elimina-se o risco do leite residual, que pode causar problemas como mastite, além de assegurar uma produção leiteira eficiente sem prejudicar a nutrição dos bezerros.

Procedimento recomendado

vaca leiteira 24.01.2024 2vaca leiteira 24.01.2024 2
A verdadeira arte de administrar o leite da vaca 7

O especialista aconselha que, concluída a ordenha, o bezerro seja deixado com a mãe por tempo suficiente para consumir qualquer leite residual.

Esta ação não apenas previne complicações de saúde na vaca, mas também garante que o bezerro receba sua alimentação essencial.

Marquez

O debate entre Marquez e Monteiro destaca uma prática de manejo inovadora, que equilibra o bem-estar animal com os interesses de produção.

Patrocinadores

Essa abordagem representa um passo à frente para a pecuária leiteira, sugerindo que pequenas mudanças nas rotinas podem trazer grandes benefícios tanto para a saúde animal quanto para a produtividade.

————————————————————————————————–

Conclusão: Inovação no Manejo Alimentar de Bezerros

A discussão sobre o manejo alimentar dos bezerros em fazendas de leite trouxe à tona a importância de equilibrar tradição com inovação. A recomendação de permitir que os bezerros mame apenas uma vez após a ordenha, evitando o leite residual, demonstra a busca por eficiência na produção sem comprometer a nutrição dos animais. Essa abordagem inovadora mostra que ajustes simples nas práticas podem resultar em benefícios significativos para a saúde e a produtividade.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Perguntas Frequentes sobre Manejo Alimentar de Bezerros Recém-Nascidos

1. Qual a importância do manejo alimentar dos bezerros recém-nascidos?

O manejo alimentar dos bezerros recém-nascidos é crucial para garantir o desenvolvimento saudável e adequado desses animais, impactando diretamente na produtividade da pecuária leiteira.

2. Por que é importante equilibrar a alimentação dos bezerros com a produção leiteira?

O equilíbrio entre a alimentação dos bezerros e a produção leiteira é essencial para assegurar a nutrição adequada dos animais jovens, sem comprometer a eficiência da produção de leite das vacas.

3. Qual a recomendação de Guilherme Marquez para o manejo alimentar dos bezerros após a ordenha?

Gilherme Marquez sugere que, após a ordenha, os bezerros devem mamar apenas uma vez, para evitar problemas como o leite residual que pode causar mastite e garantir uma produção leiteira eficiente.

4. Por que é importante deixar o bezerro com a mãe após a ordenha?

Deixar o bezerro com a mãe após a ordenha permite que ele consuma qualquer leite residual, prevenindo complicações de saúde na vaca e garantindo a alimentação essencial do bezerro.

Patrocinadores

5. Como a abordagem inovadora de manejo alimentar pode beneficiar a pecuária leiteira?

A abordagem inovadora de manejo alimentar, que equilibra o bem-estar animal com os interesses de produção, representa um avanço na pecuária leiteira, sugerindo que pequenas mudanças nas rotinas podem trazer grandes benefícios tanto para a saúde animal quanto para a produtividade.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Nas fazendas de Águas Vermelhas (MG), o manejo alimentar dos bezerros recém-nascidos tem suscitado questões importantes entre os pecuaristas locais. Lucas Monteiro, um produtor da região, encontrou-se frente a um dilema sobre a frequência com que os bezerros devem mamar diretamente nas mães após a ordenha. Assista ao vídeo abaixo e confira essa história detalhada.

Buscando solucionar essa dúvida, Monteiro recorreu a Guilherme Marquez, zootecnista e referência em genética de gado de leite no Brasil.

Marquez ressalta a importância de equilibrar a alimentação dos bezerros com a maximização da produção leiteira.

Patrocinadores

Tradição versus novos tempos pecuária leiteira

leite vacas leiteiras 14.12.2023leite vacas leiteiras 14.12.2023
A verdadeira arte de administrar o leite da vaca 8

Segundo o especialista, a prática de permitir que o bezerro permaneça com a vaca até certo ponto do dia é tradicional, mas necessita de ajustes.

“Desde anos atrás, a prática era deixar o bezerro mamar até a tarde e depois separá-lo para estimular a vaca a produzir mais leite para a próxima ordenha.”

Guilherme Marquez

Contudo, Marquez sugere uma atualização nesse manejo: após a ordenha, permitir que o bezerro mame apenas uma vez.

Isso porque a vaca leva um tempo para começar a produzir leite novamente. Ao adotar essa prática, elimina-se o risco do leite residual, que pode causar problemas como mastite, além de assegurar uma produção leiteira eficiente sem prejudicar a nutrição dos bezerros.

Procedimento recomendado

vaca leiteira 24.01.2024 2vaca leiteira 24.01.2024 2
A verdadeira arte de administrar o leite da vaca 9

O especialista aconselha que, concluída a ordenha, o bezerro seja deixado com a mãe por tempo suficiente para consumir qualquer leite residual.

Patrocinadores

Esta ação não apenas previne complicações de saúde na vaca, mas também garante que o bezerro receba sua alimentação essencial.

Marquez

O debate entre Marquez e Monteiro destaca uma prática de manejo inovadora, que equilibra o bem-estar animal com os interesses de produção.

Essa abordagem representa um passo à frente para a pecuária leiteira, sugerindo que pequenas mudanças nas rotinas podem trazer grandes benefícios tanto para a saúde animal quanto para a produtividade.

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here