Vantagens e desvantagens da silagem de sorgo

Destaques

Após o milho, o sorgo é o cereal mais importante para a produção de silagem a ser oferecida como alimento volumoso para vacas leiteiras no período seco do ano. Além disso, é apontado como uma produção de menores custos por alguns especialistas porque é menos exigente em nutrientes, demandando menos adubo.

Segundo a Embrapa, a cultura do sorgo está expandindo cada vez mais no Brasil, principalmente no período de safrinha, em sucessão às culturas de verão.

De qualquer forma, a utilização do sorgo para a produção de silagem apresenta vantagens e desvantagens.

Vantagens

Segundo Simone Garcia, são vantagens deste grão:

  • Boa resistência à seca;
  • Tolerância a temperaturas elevadas;
  • Bom desenvolvimento em várias regiões agrícolas do Brasil;
  • Boa produtividade;
  • Menos prejuízos em períodos de maiores intempéries climáticas;
  • Produção consegue se equiparar à do milho;
  • Menor custo de produção, quando comparado ao milho (convencional e transgênico), ficando entre 15% e 25% mais barato.
Desvantagens
  • Segundo pesquisas de professores da UFRA, verificou-se que o lote alimentado com sorgo produziu menos 11,5% de leite que o lote alimentado com milho;
  • O valor nutritivo da silagem de sorgo é muito próximo, porém inferior ao de uma boa silagem de milho, sendo necessário aumentar o concentrado protéico-energético;
  • Alguns híbridos podem ter elevado teor de tanino, que diminui a degradação de proteína e pode afetar a produtividade;
  • A silagem de sorgo tem o padrão de fermentação inferior ao da silagem de milho.
Cuidados de manejo

O professor Lucio Carlos Gonçalves, da UFMG aponta os principais cuidados de manejo do sorgo:

“Colher a planta no momento certo, picar no tamanho adequado, fazer uma compactação adequada, uma vedação hermética e rápida do silo, cercar o silo para o animal não andar em cima e rasgar a lâmina de polietileno, além de retirar uma camada maior do que 15 centímetros por dia para evitar que o ar penetre na silagem e diminua a qualidade.”

Também é importante um stand adequado, controle de pragas, nutrição mineral das plantas, entre outros fatores, para garantir a produção e a qualidade da forrageira produzida. Adotar um bom processamento dos grãos e/ou a escolha de bons cultivares facilita a substituição do milho pelo sorgo, sem comprometer os resultados.

Em resumo, a silagem de sorgo representa excelente recurso forrageiro para a alimentação dos animais durante a escassez de alimentos, apesar do menor teor de proteína, se comparado ao milho. O sorgo custa menos que o milho e geralmente apresenta vantagens econômicas ao produtor se a cultura for conduzida corretamente. 

1 thought on “Vantagens e desvantagens da silagem de sorgo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *