Noticias do Jornal do campo Soberano
Boa leitura!
:
Você está procurando se manter atualizado sobre o agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Em seguida, você veio ao lugar certo! Neste artigo, abordaremos todas as informações relevantes sobre a demanda e comercialização da fibra de algodão, bem como as perspectivas para a próxima safra. Prepare-se para se informar!

Perspectivas para a comercialização da fibra de algodão

Recentemente, observamos um aumento na demanda e uma comercialização moderada da fibra de algodão. Segundo a SAFRAS Consultoria, a demanda, que estava relativamente calma, começou a se apresentar prontamente, resultando em negócios para 2024. Essa tendência é uma ótima notícia para o setor, que espera colher frutos positivos nos próximos anos.

Preço da fibra de algodão na indústria

Patrocinadores

Conforme informações recentes, o preço da pena colocada na indústria em São Paulo registrou uma desvalorização de 0,49% em relação à semana anterior, girando em torno de R$ 4,03/libra. Esse dado demonstra certa estabilidade no mercado, apesar das oscilações naturais. É importante ficar atento a essas variações para entender o panorama atual do setor.

Situação do algodão brasileiro no mercado internacional

O algodão brasileiro continua competitivo na Bolsa de Valores de Nova York (ICE Futures US). Recentemente, o algodão FOB Santos encerrou o 5º pregão cotado a US$ 76,00 centavos/lb, o que representa uma queda de 3,06% em comparação com a semana anterior. Além disso, o prêmio pago pelo algodão foi de -10,54 centavos/libra contra a ICE US. Essa competitividade favorece a posição do Brasil no cenário internacional.

Perspectivas para a área destinada ao algodão

Patrocinadores

No estado de Mato Grosso, estima-se que a safra 2023/24 destine aproximadamente 1,31 milhão de hectares para o cultivo de algodão, o que representa um aumento significativo de 9,10% em relação à safra anterior. Essa ampliação é resultado de uma expectativa de redução no custo de produção, especialmente nos macronutrientes. Além disso, devido à rentabilidade negativa dos produtores de milho, o algodão tem se mostrado uma opção mais viável, especialmente para aqueles que já possuem a estrutura necessária para seu cultivo. Prevê-se o cultivo de 210,66 mil hectares de algodão primeira safra e 1,10 milhão de hectares de algodão segunda safra.

Produtividade média do algodão em caroço

Projetou-se uma queda de aproximadamente 7,06% na produtividade média do algodão em caroço em relação à safra anterior, totalizando 284,35 arrobas/ha. É importante destacar que vários fatores podem influenciar a produtividade final do ciclo, incluindo condições climáticas e fenômenos como o El Niño, que pode criar condições desfavoráveis ao cultivo do algodão na safra 2023/24.

Perspectivas de produção de algodão

Patrocinadores

Espera-se que, no novo ciclo, sejam produzidas 5,60 milhões de toneladas de algodão em caroço e 2,33 milhões de toneladas de pluma, volumes 1,39% e 1,35% superiores, respectivamente, em comparação com a estimativa para o ciclo anterior. Esses números se baseiam na expectativa de aumento na área semeada.

Conclusão

O agronegócio brasileiro, em especial o setor do algodão, apresenta perspectivas positivas para a próxima safra. A demanda pelo produto está aumentando e o algodão brasileiro continua competitivo no mercado internacional. Além disso, espera-se um aumento na área destinada ao cultivo e uma produção superior à safra anterior.

Perguntas com respostas para gerar mais visualizações:

Patrocinadores

1. Quais são as perspectivas de demanda e comercialização da fibra de algodão no Brasil?
R: A demanda pela fibra de algodão está aumentando e a comercialização está sendo moderada, com negócios previstos para 2024, segundo a SAFRAS Consultoria.

2. Qual é o preço atual da fibra de algodão na indústria em São Paulo?
R: O preço da pena colocada na indústria em São Paulo está em torno de R$ 4,03/libra, com uma desvalorização de 0,49% em relação à semana anterior.

3. Como está a competitividade do algodão brasileiro no mercado internacional?
R: O algodão brasileiro continua competitivo na Bolsa de Valores de Nova York (ICE Futures US), com o algodão FOB Santos cotado a US$ 76,00 centavos/lb e um prêmio de -10,54 centavos/libra contra a ICE US.

4. Quais são as perspectivas para a área destinada ao cultivo de algodão na safra 2023/24?
R: Estima-se que a área destinada ao algodão em Mato Grosso na safra 2023/24 seja de 1,31 milhão de hectares, um aumento de 9,10% em relação à safra anterior.

Patrocinadores

5. Qual é a expectativa de produção de algodão para o novo ciclo?
R: Espera-se que sejam produzidos 5,60 milhões de toneladas de algodão em caroço e 2,33 milhões de toneladas de pluma, volumes superiores à safra anterior.

Esperamos que esse artigo tenha fornecido informações completas e abrangentes sobre a demanda e comercialização da fibra de algodão, bem como as perspectivas para a próxima safra. Fique ligado em nosso site para mais notícias e atualizações sobre o agronegócio brasileiro!

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo
Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?
Escreva para nós nos comentários!

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

Porém, a demanda que estava mais calma começou a aparecer prontamente e a venda de fibra de algodão foi moderada com negócios para 2024, informou a SAFRAS Consultoria.

Na quinta-feira (05), o preço da pena colocada na indústria em SP girava em torno de R$ 4,03/libra, uma desvalorização de 0,49% em relação à semana passada, quando estava cotada a R$ 4,05/libra.

O algodão FOB Santos fechou o 5º pregão cotado a US$ 76,00 centavos/lb, queda de 3,06% ante os US$ 78,39 centavos/lb de quinta-feira da semana anterior (28). Dados esses valores, o algodão brasileiro continua competitivo na Bolsa de Valores de Nova York (ICE Futures US) e o prêmio pago pelo algodão foi de -10,54 centavos/libra contra a ICE US. Há uma semana, era -10,32 centavos/libra.

Área de colheita 2023/24 – Imea

A primeira estimativa para a área destinada ao algodão em Mato Grosso foi de 1,31 milhão de hectares, 9,10% superior ao observado na safra 2022/23. Este aumento é reflexo do cenário atual de expectativa de redução no custo de produção do algodão, dada a queda registrada, principalmente, nos custos dos macronutrientes. Além disso, com a margem negativa registrada na rentabilidade dos produtores de milho, a competitividade do algodão em relação aos cereais melhorou, principalmente para os produtores que já possuem estrutura e maquinário necessários ao cultivo do algodão. Assim, espera-se que sejam cultivados 210,66 mil hectares de algodão primeira safra e 1,10 milhão de hectares de algodão segunda safra.

Patrocinadores

Em relação à produtividade média do algodão em caroço, projeta-se uma queda de 7,06% em relação à estimativa para a safra 2022/23, totalizando 284,35 arrobas/ha. Vale ressaltar que a produtividade final do ciclo depende de diversos fatores, muitos deles ainda em aberto, como o real impacto do El Niño, que tende a gerar condições climáticas desfavoráveis ​​ao cultivo do algodão no ciclo 2023/24.

Por fim, a expectativa é que neste novo ciclo sejam produzidos 5,60 milhões de toneladas de algodão em caroço e 2,33 milhões de toneladas de pluma, volumes 1,39% e 1,35% superiores ao estimado para o ciclo 2022/23, devido à maior expectativa de área semeada. .

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here