Entendendo as Tendências Globais de Consumo para a Suinocultura em 2024

Você já parou para refletir sobre como o consumo de carne suína tem evoluído ao longo dos anos? A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) divulgou uma análise recente que aponta para tendências globais de consumo que influenciarão a suinocultura em 2024. Com um número expressivo de brasileiros consumindo carne regularmente, surge a necessidade de compreender as mudanças e oportunidades nesse setor.

A Importância do Aumento no Consumo de Carne Suína no Brasil

Com a projeção de um aumento no consumo de carne suína per capita, é fundamental entender os motivos por trás dessa mudança de hábitos alimentares. Esse crescimento pode representar uma guinada positiva para a indústria suinícola, trazendo consigo desafios e oportunidades únicas que merecem ser exploradas.

Oportunidades Emergentes e Desafios do Mercado de Suínos

Além do aumento no consumo, quais são as principais oportunidades e desafios que a indústria suinícola enfrentará nos próximos anos? É essencial antecipar as demandas do mercado e estar preparado para atender às expectativas dos consumidores, alinhando produtos e estratégias às tendências globais de consumo.

———————————————————————————————-

Patrocinadores

Redução de custos e otimismo cauteloso

Em um contexto de recuperação pós-pandemia, a pesquisa da McKinsey & Company indica que 90% dos consumidores brasileiros buscam reduzir custos, ainda que permaneçam otimistas quanto ao futuro. Esse comportamento varia entre as classes sociais, com as mais altas demonstrando maior otimismo. A carne suína, sendo uma opção mais acessível em comparação com a bovina, emerge como uma alternativa atraente para consumidores conscientes do orçamento.

Sustentabilidade e preferência por alimentos saudáveis

A pesquisa da Sodexo ressalta que 90% dos consumidores brasileiros priorizam uma alimentação saudável que inclua carne. Isso apresenta uma oportunidade para a suinocultura alinhar seus produtos às expectativas de consumidores que valorizam saúde, sustentabilidade, valor nutricional e impacto ambiental. Embora a sustentabilidade não seja o único critério de compra, continua a ser um fator relevante nas decisões dos consumidores.

Estratégias para o mercado suinícola em 2024

Lívia Machado, diretora de marketing e projetos da ABCS, enfatiza a importância de se adaptar às mudanças nos comportamentos dos consumidores. “Nós precisamos estar sempre atentos ao comportamento do consumidor. Mudanças de opinião, de interesse e os diferentes momentos da vida influenciam a busca e as preferências. É essencial acompanhar as tendências para entender e atender o que os consumidores esperam em termos de saúde, proteína, conexão, saúde e sabor”, explica Machado.

Já Tayara Beraldi, consultora de comunicação da ABCS, reforça o que disse a diretora de marketing da ABCS e complementa. “Grande parte dessa alta do consumo de carne suína se deve ao fato de mais informação sobre o preparo chegar ao consumidor. Você vê que o preconceito foi sendo quebrado quanto a essa questão, aliada a diminuição também do preço, popularizando esse consumo de carne aqui no Brasil”.

Patrocinadores

————————————————————————————————–

Consumo de carne suína: Tendências Globais para 2024

As tendências globais apontam para um aumento significativo no consumo de carne suína, com o Brasil como um dos principais mercados em ascensão. Com a preferência por alimentos saudáveis e sustentáveis, a suinocultura enfrenta o desafio de se adaptar às expectativas dos consumidores. É fundamental acompanhar as mudanças de comportamento e oferecer produtos que atendam às demandas do mercado atual. A redução de custos e a conscientização sobre as vantagens nutricionais da carne suína contribuem para o aumento da sua popularidade. Em um cenário de otimismo cauteloso pós-pandemia, a indústria suinícola deve se preparar para um crescimento ainda maior nos próximos anos, alinhando-se às exigências do consumidor moderno.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Consumo de carne suína no Brasil: Tendências em 2024

A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) divulgou uma análise sobre as tendências globais de consumo que influenciarão a suinocultura em 2024. Com 70% dos brasileiros consumindo carne regularmente, a pesquisa destaca um aumento no consumo de carne suína, de 11 para 20 kg per capita, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal. Esses dados sinalizam uma crescente aceitação da carne suína nos hábitos alimentares, oferecendo uma janela de oportunidade para a indústria.

Patrocinadores

Redução de custos e otimismo cauteloso

Em um contexto de recuperação pós-pandemia, a pesquisa da McKinsey & Company indica que 90% dos consumidores brasileiros buscam reduzir custos, ainda que permaneçam otimistas quanto ao futuro.

Sustentabilidade e preferência por alimentos saudáveis

A pesquisa da Sodexo ressalta que 90% dos consumidores brasileiros priorizam uma alimentação saudável que inclua carne. Isso apresenta uma oportunidade para a suinocultura alinhar seus produtos às expectativas de consumidores que valorizam saúde, sustentabilidade, valor nutricional e impacto ambiental.

Estratégias para o mercado suinícola em 2024

Lívia Machado, diretora de marketing e projetos da ABCS, enfatiza a importância de se adaptar às mudanças nos comportamentos dos consumidores. “Nós precisamos estar sempre atentos ao comportamento do consumidor. Mudanças de opinião, de interesse e os diferentes momentos da vida influenciam a busca e as preferências. É essencial acompanhar as tendências para entender e atender o que os consumidores esperam em termos de saúde, proteína, conexão, saúde e sabor”, explica Machado.

Já Tayara Beraldi, consultora de comunicação da ABCS, reforça o que disse a diretora de marketing da ABCS e complementa. “Grande parte dessa alta do consumo de carne suína se deve ao fato de mais informação sobre o preparo chegar ao consumidor. Você vê que o preconceito foi sendo quebrado quanto a essa questão, aliada a diminuição também do preço, popularizando esse consumo de carne aqui no Brasil”.

Patrocinadores

Perguntas Frequentes

1. Quais são as tendências de consumo de carne suína no Brasil em 2024?

No Brasil, as tendências apontam para um aumento no consumo de carne suína, de 11 para 20 kg per capita, conforme dados da Associação Brasileira de Proteína Animal.

2. Por que a carne suína está se tornando uma opção mais atraente para os consumidores?

A carne suína tem se destacado como uma opção mais acessível em comparação com a bovina, o que a torna atrativa para consumidores conscientes do orçamento.

3. Como a sustentabilidade e a preocupação com a saúde influenciam o consumo de carne suína?

Os consumidores brasileiros priorizam uma alimentação saudável que inclua carne, o que representa uma oportunidade para a indústria suinícola alinhar seus produtos às expectativas do mercado.

4. Quais são as estratégias recomendadas para o mercado suinícola em 2024?

É essencial que as empresas se adaptem às mudanças nos comportamentos dos consumidores, acompanhando as tendências e oferecendo produtos que atendam às expectativas em termos de saúde, sustentabilidade e sabor.

Patrocinadores

5. Por que a informação e o preço são fatores relevantes no aumento do consumo de carne suína no Brasil?

A disseminação de informações sobre o preparo da carne suína e a redução de preços têm contribuído para quebrar preconceitos e popularizar o consumo deste tipo de carne no país.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) divulgou uma análise sobre as tendências globais de consumo que influenciarão a suinocultura em 2024. Com 70% dos brasileiros consumindo carne regularmente, a pesquisa destaca um aumento no consumo de carne suína, de 11 para 20 kg per capita, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal. Esses dados sinalizam uma crescente aceitação da carne suína nos hábitos alimentares, oferecendo uma janela de oportunidade para a indústria.

Redução de custos e otimismo cauteloso

Quais fatores estão moldando o consumo de carne suína no Brasil?
Foto: Canal Rural

Em um contexto de recuperação pós-pandemia, a pesquisa da McKinsey & Company indica que 90% dos consumidores brasileiros buscam reduzir custos, ainda que permaneçam otimistas quanto ao futuro.

Patrocinadores

Esse comportamento varia entre as classes sociais, com as mais altas demonstrando maior otimismo. A carne suína, sendo uma opção mais acessível em comparação com a bovina, emerge como uma alternativa atraente para consumidores conscientes do orçamento.

Sustentabilidade e preferência por alimentos saudáveis

A pesquisa da Sodexo ressalta que 90% dos consumidores brasileiros priorizam uma alimentação saudável que inclua carne. Isso apresenta uma oportunidade para a suinocultura alinhar seus produtos às expectativas de consumidores que valorizam saúde, sustentabilidade, valor nutricional e impacto ambiental.

Embora a sustentabilidade não seja o único critério de compra, continua a ser um fator relevante nas decisões dos consumidores.

Estratégias para o mercado suinícola em 2024

Lívia Machado, diretora de marketing e projetos da ABCS, enfatiza a importância de se adaptar às mudanças nos comportamentos dos consumidores.

Patrocinadores

“Nós precisamos estar sempre atentos ao comportamento do consumidor. Mudanças de opinião, de interesse e os diferentes momentos da vida influenciam a busca e as preferências. É essencial acompanhar as tendências para entender e atender o que os consumidores esperam em termos de saúde, proteína, conexão, saúde e sabor”, explica Machado.

Já Tayara Beraldi, consultora de comunicação da ABCS, reforça o que disse a diretora de marketing da ABCS e complementa.

“Grande parte dessa alta do consumo de carne suína se deve ao fato de mais informação sobre o preparo chegar ao consumidor. Você vê que o preconceito foi sendo quebrado quanto a essa questão, aliada a diminuição também do preço, popularizando esse consumo de carne aqui no Brasil”.

O Ligados & Integrados está na tela do Canal Rural de segunda a quinta-feira às 11h45 e sexta-feira às 11h30.

Gostou desse tema ou quer ver outro assunto relacionado à avicultura e suinocultura? Envie sua sugestão para [email protected] ou para o número de WhatsApp (11) 9 7571 3819. 

Siga o Ligados & Integrados no Google News para ficar por dentro de tudo que acontece na suinocultura e avicultura.

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here