A importância do tratamento adequado para micoses em bezerros

A preocupação de Franciele Giacomelli, pecuarista de Gaspar (SC), sobre o tratamento adequado para micoses em bezerros, foi abordada com detalhes pelo médico-veterinário Guilherme Vieira, enfatizando soluções eficazes para a dermatomicose, uma condição comum em áreas úmidas. Assista ao vídeo abaixo e confira.

 

A consulta focou especificamente no uso de água sanitária e iodo a 10% como métodos de tratamento.

A condição enfrentada pelo terneiro de Franciele foi identificada como dermatofitose, ou “tinha”, causada por fungos dos gêneros Trichophyton ou Microsporum.

O desenvolvimento desta micose de pele é influenciado por períodos chuvosos, que elevam a umidade das pastagens, facilitando a proliferação dos fungos.

Patrocinadores

A micose de pele em bezerros é uma condição comum, especialmente em áreas úmidas, onde a umidade nas pastagens favorece a proliferação dos fungos causadores. Nesse contexto, o médico-veterinário Guilherme Vieira destacou a importância do tratamento adequado para a dermatofitose, também conhecida como “tinha”.

Uso de água sanitária diluída

Vieira recomendou o uso de água sanitária diluída como um dos métodos de tratamento eficazes para a micose em bezerros. A aplicação dessa solução nas áreas afetadas, após a contenção do animal em um tronco de manejo, permite uma abordagem direta e eficaz para combater a dermatomicose.

Cuidados adicionais e consulta veterinária

Além do tratamento com água sanitária, o veterinário ressaltou a importância de consultar um profissional de confiança antes de iniciar qualquer terapia. O tratamento para micoses geralmente é um processo prolongado, requerendo monitoramento contínuo e, em alguns casos, ajustes no regime terapêutico.

A atenção meticulosa e o seguimento adequado das recomendações são essenciais para garantir a saúde e o bem-estar dos animais afetados.

Patrocinadores

O tratamento eficaz da dermatomicose em bezerros

O tratamento da dermatomicose em bezerros requer cuidados específicos e práticas recomendadas por especialistas, como o uso de água sanitária e iodo a 10%. É fundamental seguir as orientações de um médico-veterinário de confiança, garantindo a segurança e a saúde dos animais.

O processo de tratamento pode ser longo e requer monitoramento contínuo para possíveis ajustes no regime terapêutico. A atenção meticulosa e a adoção correta das práticas sugeridas são essenciais para o manejo adequado da saúde dos animais.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Perguntas frequentes sobre o tratamento de micoses em bezerros

1. O que causa a dermatofitose em bezerros?

A dermatofitose em bezerros é causada por fungos dos gêneros Trichophyton ou Microsporum.

Patrocinadores

2. Qual a influência dos períodos chuvosos no desenvolvimento da micose de pele em bezerros?

Os períodos chuvosos elevam a umidade das pastagens, facilitando a proliferação dos fungos que causam a dermatomicose.

3. Como é recomendado o uso de água sanitária no tratamento de micoses em bezerros?

A recomendação é diluir duas a quatro colheres de sopa de água sanitária para cada litro de água filtrada e aplicar diretamente nas áreas afetadas.

4. Qual a proporção de iodo a 10% indicada para tratamento de micoses em bezerros?

O iodo a 10% não se dilui em água, sendo recomendado sua aplicação direta com o auxílio de gaze nas lesões causadas pela micose.

5. Qual a importância da consulta veterinária no tratamento de micoses em bezerros?

A consulta veterinária é essencial para garantir a segurança e eficácia do tratamento, além de possibilitar o monitoramento e ajustes necessários ao longo do processo.

Patrocinadores

Tratamento eficaz para micoses em bezerros

A preocupação de Franciele Giacomelli, pecuarista de Gaspar (SC), sobre o tratamento adequado para micoses em bezerros, foi abordada de forma detalhada pelo médico-veterinário Guilherme Vieira.

O artigo destaca a importância da diluição e aplicação corretas de agentes como água sanitária e iodo, bem como a consulta profissional essencial para um manejo adequado da saúde animal. Acompanhe as recomendações e dicas apresentadas no vídeo para garantir o tratamento adequado e eficaz para a dermatomicose em bezerros.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

 

A preocupação de Franciele Giacomelli, pecuarista de Gaspar (SC), sobre o tratamento adequado para micoses em bezerros, foi abordada com detalhes pelo médico-veterinário Guilherme Vieira, enfatizando soluções eficazes para a dermatomicose, uma condição comum em áreas úmidas. Assista ao vídeo abaixo e confira.

Patrocinadores

A consulta focou especificamente no uso de água sanitária e iodo a 10% como métodos de tratamento.

A condição enfrentada pelo terneiro de Franciele foi identificada como dermatofitose, ou “tinha”, causada por fungos dos gêneros Trichophyton ou Microsporum.

O desenvolvimento desta micose de pele é influenciado por períodos chuvosos, que elevam a umidade das pastagens, facilitando a proliferação dos fungos.

Lote de bezerros em área de pasto na fazenda. Foto: Divulgação
Lote de bezerros em área de pasto na fazenda. Foto: Divulgação

Vieira confirmou a recomendação de usar água sanitária diluída como tratamento, uma prática comum entre veterinários.

Patrocinadores

A proporção sugerida é de duas a quatro colheres de sopa de água sanitária para cada litro de água filtrada.

Esta solução deve ser aplicada diretamente nas áreas afetadas, após a contenção do animal em um tronco de manejo, assegurando que o tratamento seja direcionado e eficaz.

Uso de iodo a 10% na bezerrada

Lote de vacas com bezerros ao pé em área de pasto. Foto: JMMatos
Lote de vacas com bezerros ao pé em área de pasto. Foto: JMMatos

Quanto ao iodo a 10%, o veterinário esclareceu que, por ser um metal pesado e molecularmente sólido, ele não se dilui em água, requerendo uma abordagem de aplicação mais direta.

Recomenda-se o uso de luvas e equipamentos de proteção individual para a aplicação de iodo, que deve ser feita com o auxílio de uma gaze diretamente nas lesões causadas pela micose.

Patrocinadores

É importante que os animais tratados sejam mantidos em locais sombreados após a aplicação, evitando a exposição direta ao sol, que pode irritar ainda mais a pele afetada.

Cuidados adicionais e consulta veterinária

medico veterinario 23.02.2023 1
Descubra como combater micoses em bezerros! 4

Vieira reiterou a importância de consultar um médico-veterinário de confiança antes de iniciar qualquer tratamento, garantindo a segurança e a saúde dos animais.

Além disso, destacou que o tratamento para micoses pode ser um processo longo, geralmente estendendo-se por uma ou duas semanas, necessitando de monitoramento contínuo e possivelmente de ajustes no regime terapêutico.

O tratamento eficaz da dermatomicose em bezerros requer atenção meticulosa e adoção de práticas recomendadas por especialistas.

A orientação de Guilherme Vieira fornece a Franciele Giacomelli e a outros pecuaristas insights valiosos sobre como abordar condições fúngicas na pele dos bovinos, enfatizando a importância da diluição e aplicação corretas de agentes como água sanitária e iodo, além da consulta profissional essencial para um manejo adequado da saúde animal.

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here