Exportações brasileiras de carne de frango têm crescimento em fevereiro

A indústria de carne de frango no Brasil apresentou crescimento nas exportações durante o mês de fevereiro, com um aumento significativo no volume total embarcado em relação ao mesmo período do ano anterior. Os números divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) revelam que o setor está em constante evolução, mesmo diante de desafios e adversidades.

Alta nos números de embarques e receita gerada

As exportações de carne de frango atingiram 397,7 mil toneladas em fevereiro, superando em 407 o total embarcado no mesmo período de 2023. Além disso, a receita gerada com as exportações chegou a US$ 707 milhões, demonstrando a relevância e o impacto positivo do setor para a economia nacional.

Expectativas positivas para o ano

Apesar de alguns entraves como a operação padrão atualmente em curso, as projeções para o setor de carne de frango são otimistas. O presidente da ABPA, Ricardo Santin, ressalta que o ano promete ser positivo, com destaque para as vendas para nações islâmicas e países da Ásia. O cenário favorável reflete a competitividade do produto brasileiro no mercado global e aponta para um desempenho sólido ao longo do ano.

———————————————————————————————-

Patrocinadores

Exportações de carne de frango brasileira

Em fevereiro, as exportações brasileiras de carne de frango totalizaram 397,7 mil toneladas, representando um aumento em relação ao mesmo período de 2023. A receita gerada foi de US$ 707 milhões, um número ligeiramente menor que o ano anterior. No acumulado do primeiro bimestre deste ano, as exportações somam 802,2 mil toneladas, com uma receita de US$ 1,390 bilhão.

Principais destinos das exportações

Dentre os cinco principais destinos das exportações brasileiras de carne de frango no primeiro bimestre estão China, Emirados Árabes Unidos, Japão, Arábia Saudita e África do Sul. Notavelmente, o início do ano é fortemente influenciado pelo fluxo de importação pré-Ramadã, especialmente para destinos na região islâmica como Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita.

Exportadores de carne de frango no Brasil

O Paraná se mantém como o maior exportador de carne de frango do Brasil, com 326,4 mil toneladas exportadas no primeiro bimestre deste ano, seguido por Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Goiás. Os números refletem a liderança e competitividade desses estados no mercado de exportação de carne de frango.

————————————————————————————————–

Patrocinadores

Exportações de carne de frango atingem números recordes em fevereiro

O cenário das exportações de carne de frango do Brasil em fevereiro foi extremamente positivo, com um volume total de 397,7 mil toneladas, representando um crescimento significativo em relação ao mesmo período do ano anterior.

Expectativas otimistas para o restante do ano

Apesar dos desafios atuais, como os atrasos operacionais, a perspectiva é de um ano positivo para o setor, impulsionado principalmente pelas vendas para países islâmicos e determinados destinos na Ásia. A demanda durante o período sagrado do Ramadã também deve impulsionar as exportações nos próximos meses.

Paraná mantém liderança nas exportações

O estado do Paraná se destaca como o maior exportador de carne de frango do país, mantendo sua posição de liderança. Ainda que alguns estados tenham apresentado variações, o Brasil como um todo demonstra solidez no mercado internacional de carne de frango.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Exportações brasileiras de carne de frango atingem números recordes em fevereiro

As exportações brasileiras de carne de frango alcançaram números históricos no mês de fevereiro, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Confira abaixo alguns destaques:

Principais números das exportações de carne de frango em fevereiro:

  • Volume total: 397,7 mil toneladas
  • Receita gerada: US$ 707 milhões
  • Comparativo com o mesmo período de 2023: Aumento de 4% em volume e queda de 4% na receita

Principais destinos das exportações no primeiro bimestre:

  1. China
  2. Emirados Árabes Unidos
  3. Japão
  4. Arábia Saudita
  5. África do Sul

Os números do Paraná, maior exportador de carne de frango do Brasil, também se destacaram. Confira:

Exportações do Paraná no primeiro bimestre:

  • Volume: 326,4 mil toneladas
  • Comparativo com 2023: Leve queda de 0,1%

FAQs – Perguntas Frequentes sobre as exportações de carne de frango

1. Qual foi o volume total de exportações de carne de frango em fevereiro?

No mês de fevereiro, as exportações brasileiras de carne de frango totalizaram 397,7 mil toneladas.

2. Como foi a receita gerada pelas exportações no segundo mês do ano?

A receita gerada em fevereiro chegou a US$ 707 milhões, representando uma queda de 4% em relação ao mesmo período de 2023.

Patrocinadores

3. Quais foram os principais destinos das exportações no primeiro bimestre?

Entre os principais destinos das exportações de carne de frango estão China, Emirados Árabes Unidos, Japão, Arábia Saudita e África do Sul.

4. Qual é o estado brasileiro que lidera as exportações de carne de frango?

O Paraná segue como o maior exportador de carne de frango do Brasil, com 326,4 mil toneladas exportadas no primeiro bimestre.

5. Qual é a perspectiva para as exportações de carne de frango em 2023?

Apesar dos desafios enfrentados, a expectativa é de um ano positivo, impulsionado pelas vendas para as nações islâmicas e alguns destinos da Ásia.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

As exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processos) totalizaram  397,7 mil toneladas em fevereiro, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O número supera em 407 o total embarcado no mesmo período de 2023, com 379,2 mil toneladas.

A receita de exportações gerada no segundo mês deste ano chegou a US$ 707 milhões. O número é 4% menor que o total registrado no mesmo período do ano anterior, com US$ 736,3 milhões.

No acumulado do primeiro bimestre deste ano, as exportações de carne de frango somam 802,2 mil toneladas, volume 0,3% superior ao alcançado nos dois primeiros meses de 2023, com 800,1 mil toneladas. A receita acumulada no período chegou a US$ 1,390 bilhão, saldo 12,7% menor que o período comparativo de 2023, com US$ 1,593 bilhão.

“Foi o melhor mês de fevereiro da história e poderia ter sido ainda melhor, em condições normais, sem os atrasos gerados pela operação padrão atualmente em curso. De qualquer forma, segue a expectativa de um ano positivo pela influência, em especial, das vendas para as nações islâmicas e determinados destinos da Ásia”, ressalta o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Entre os cinco principais destinos das exportações brasileiras de carne de frango no primeiro bimestre estão a China, com 80,4 mil toneladas (número 28% menor em relação ao ano anterior), Emirados Árabes Unidos, com 78,2 mil toneladas (+27,7%), Japão, com 76,6 mil toneladas (+26,2%), Arábia Saudita, com 67,6 mil toneladas (+8,4%) e África do Sul, com 50 mil toneladas (-19%).

Patrocinadores

“O início do ano é um período que é fortemente influenciado pelo fluxo de importação pré Ramadã, o período sagrado para a religião islâmica. Neste contexto, além de Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita, vimos o notável crescimento das exportações para o Iraque, Catar, Kuwait e outros destinos da região, especialmente em um contexto de certas incertezas em razão de conflitos na região”, destaca o diretor de mercados da ABPA, Luís Rua.

O Paraná segue como maior exportador de carne de frango do Brasil, com 326,4 mil toneladas exportadas no primeiro bimestre deste ano, número 0,1% inferior ao registrado em 2023. Em seguida estão Santa Catarina, com 183 mil toneladas (+4,8%), Rio Grande do Sul, com 112,8 mil toneladas (-0,5%), São Paulo, com 42,8 mil toneladas (-1,74%) e Goiás, com 36,7 mil toneladas (+5,3%).

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here