Pular para o conteúdo
Patrocinadores

Buscas incansáveis estão sendo realizadas para localizar a última vítima da explosão, resultando na remoção de toneladas de grãos.

Buscas incansaveis estao sendo realizadas para localizar a ultima vitima

No final da manhã desta sexta-feira (28) os trabalhos das equipes de busca continuam em Palotina, no oeste do Paraná. Desde a explosão registrada nesta quarta-feira (26) as buscas pelas vítimas não pararam e agora os trabalhos estão voltados para encontrar a última pessoa desaparecida.

O acidente na unidade de grãos da C.Vale terminou com oito mortos, 11 feridos e um desaparecido. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Circulação de Mercadorias (Sintomege), a vítima que não foi encontrada é o haitiano Alfred Celestin.

Banner Site 300x250 1

Seria para baixo para cerca de 10 toneladas de grãos de milho. E agora o foco é retirar toda essa carga: “O trabalho no momento está relacionado à retirada do volume de grãos de milho do silo 3 para garantir o acesso à última vítima. A retirada do milho é feita mecanicamente de forma lenta e gradual e não será interrompida até o final da operação”, detalhou o major do Corpo de Bombeiros de Zajac.

Patrocinadores
“O Corpo de Bombeiros e o C. Vale segue com as buscas pelo último desaparecido na explosão de silos na unidade de grãos da cooperativa em Palotina, oeste do Paraná. Até o momento, o IML liberou apenas o corpo de Saulo da Rocha Batista, 53, para velório. As outras sete vítimas aguardam liberação da polícia científica.

Saulo trabalha como auxiliar operacional na C.Vale desde agosto de 2006. Deixa a esposa Maria Aparecida e um filho, Vitor, de 27 anos. O velório está acontecendo na funerária Bom Jesus, em Palotina. Sepultamento marcado para amanhã (28), em horário a ser definido”, diz a última nota da C.Vale.

VÍTIMAS FATAL

haitianos

Michelet Louis, de 41 anos;
Jean Michee Joseph, 29;
Jean Ronald Calix, 27 anos;
Donald ST Cyr, de 24 anos;
Wicken Celestin, 55;
Eugênio Metelus, 52 anos;
Reginaldo Gefrard, 30 anos.

Patrocinadores

Brasileiro

Banner Site 300x250 1

Saulo da Rocha Batista, 53 anos.

A EXPLOSÃO

O fato aconteceu nos galpões que ficam no complexo ao lado da sede da cooperativa e do hipermercado. O Corpo de Bombeiros foi chamado ao local para auxiliar no atendimento e equipes de resgate de outras cidades também foram acionadas. O helicóptero do Samu também está auxiliando no atendimento.

Patrocinadores

Moradores sentiram um tremor em vários pontos da cidade logo após começarem a aparecer vídeos mostrando a fumaça e os destroços do galpão. Após o ocorrido, o incêndio, provocou a nuvem de fumaça que se espalhou pela cidade.

POSSÍVEL CAUSA

A poeira combustível, também conhecido como pó explosivo, é um subproduto criado a partir de processos de fabricação envolvendo matérias-primas combustíveis. Esses materiais incluem madeira, metais leves, vários tipos de produtos químicos, mas também produtos agrícolas, como grãos, especiarias e tabaco.

E essa pode ter sido a causa da explosão na unidade de grãos. A informação foi dada pelo capitão do Corpo de Bombeiros Guilherme Rodrigues: “Provavelmente é uma explosão de poeira. Então esse é um ambiente confinado, é extremamente perigoso, tem partículas de poeira suspensas no ar, essas partículas são combustíveis, então qualquer faísca pode gerar uma explosão. Então essa primeira explosão feita perto do armazém número três, gerou uma explosão nos outros quatro armazéns próximos. Portanto, temos quatro armazéns com explosões e estruturas desmoronadas”, disse ele.

Patrocinadores

O que é uma explosão de poeira?

Partículas de poeira combustível são virtualmente invisíveis ao olho humano, mas são um perigo em muitos locais de trabalho e indústrias. Uma explosão de poeira é o resultado de altas concentrações de partículas de poeira combustível queimando rapidamente dentro de um espaço fechado.

Quando misturadas com oxigênio, essas partículas finas podem entrar em ignição ao entrar em contato com uma faísca, brasa de metal, bituca de cigarro ou outra fonte de ignição. Este processo de combustão rápida é conhecido como deflagração e resulta em uma onda de ar de alta pressão.

À medida que a onda de ar sai do seu espaço fechado, ela provavelmente desalojará ou levantará poeira combustível em outras partes da instalação. Isso misturará a poeira com o oxigênio do ar, o que tornará a explosão maior e potencialmente alimentará uma segunda explosão de poeira – ou até várias.

Patrocinadores

Algumas delas podem ocorrer dentro de outras máquinas ou vasos, à medida que a onda de pressão e o fogo se propagam pelo sistema de dutos.

(Débora Damasceno/Sou Agro)


Jornal do campo
Artigo: Buscas pelas vítimas continuam após explosão em Palotina, Paraná

Patrocinadores

Introdução:

No final da manhã desta sexta-feira (28), as equipes de busca continuam trabalhando em Palotina, no oeste do Paraná, após a explosão ocorrida na unidade de grãos da C.Vale. Até agora, oito pessoas perderam a vida, onze ficaram feridas e uma pessoa permanece desaparecida. As buscas se concentram em encontrar o último desaparecido, identificado como o haitiano Alfred Celestin.

Desenvolvimento:

O acidente ocorreu durante a queda de aproximadamente 10 toneladas de grãos de milho nos silos. As equipes de resgate estão focadas atualmente na retirada de todo o volume de grãos para garantir o acesso à última vítima. Essa operação está sendo realizada de forma lenta e gradual, sem interrupções até sua conclusão.

Patrocinadores

O Corpo de Bombeiros, em parceria com a C. Vale, continua as buscas pelo último desaparecido. Até o momento, apenas um dos corpos foi liberado para velório, enquanto os demais aguardam a liberação da polícia científica. O corpo liberado é o do brasileiro Saulo da Rocha Batista, auxiliar operacional na C.Vale desde 2006.

Vítimas fatais:

– Michelet Louis, 41 anos
– Jean Michee Joseph, 29 anos
– Jean Ronald Calix, 27 anos
– Donald ST Cyr, 24 anos
– Wicken Celestin, 55 anos
– Eugênio Metelus, 52 anos
– Reginaldo Gefrard, 30 anos
– Saulo da Rocha Batista, 53 anos

Possível causa da explosão:

A principal hipótese para a explosão é a presença de poeira combustível nos armazéns. Poeiras combustíveis são criadas durante processos de fabricação que envolvem matérias-primas combustíveis, incluindo grãos. A explosão é resultado da queima rápida dessas partículas de poeira quando em contato com alguma fonte de ignição, como faíscas.

Perguntas e respostas frequentes:

1. O que é uma explosão de poeira?

Uma explosão de poeira ocorre quando altas concentrações de partículas de poeira combustível queimam rapidamente dentro de um espaço fechado, resultando em uma onda de ar de alta pressão.

2. Quais são os materiais combustíveis que podem gerar poeira explosiva?

Madeira, metais leves, produtos químicos e produtos agrícolas, como grãos, especiarias e tabaco, são exemplos de materiais combustíveis que podem gerar poeira explosiva.

3. Como ocorre a ignição da poeira?

A poeira combustível pode entrar em ignição ao entrar em contato com uma faísca, brasa de metal, bituca de cigarro ou outra fonte de ignição.

4. O que acontece após uma explosão de poeira?

Após uma explosão de poeira, a onda de ar resultante pode desalojar ou levantar poeira combustível em outras partes da instalação, o que pode alimentar outras explosões de poeira.

5. Quais são os riscos da presença de poeira combustível?

A presença de poeira combustível em locais de trabalho e indústrias apresenta riscos de explosões e incêndios, causando danos materiais, lesões e mortes.

Conclusão:

As buscas pelas vítimas da explosão em Palotina ainda estão em andamento, com esforços concentrados na localização do último desaparecido. O acidente demonstra a importância de medidas preventivas para evitar explosões de poeira combustível, já que a presença desse tipo de material pode representar um grande risco em diversas indústrias. É essencial investir em procedimentos de segurança adequados para proteger vidas e evitar tragédias como essa.

Referência:

Score 100/100 With Rank Math Post Tests



Fonte
**Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo**

Patrocinadores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Patrocinadores