O reconhecimento das Filipinas às exportações de carnes brasileiras

O governo brasileiro anunciou uma importante conquista para o setor de carnes. As Filipinas reconheceram a equivalência de sistemas de inspeção sanitária para as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de aves. Esse acordo, válido por três anos, atesta o nível de confiança no controle sanitário brasileiro, abrindo portas para novas oportunidades de negócio.

Impacto positivo nas exportações de carne de frango e suína

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), essa conquista deve influenciar positivamente o fluxo de exportações de carne de frango e suína. Com a acreditação de sistema e estabelecimento de pré-listing, as missões técnicas agora estarão focadas na validação do sistema, o que facilitará o processo de exportação para o país asiático.

A importância do comércio entre Brasil e Filipinas

No ano passado, o Brasil exportou cerca de US$ 700 milhões em carnes para as Filipinas. O reconhecimento do sistema brasileiro abre novas oportunidades de negócio, tornando as Filipinas um importante parceiro comercial para o setor de proteína animal do Brasil. Com um mercado em crescimento, as Filipinas representam um grande potencial para as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de aves.

———————————————————————————————-

Patrocinadores

ABPA

De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a conquista anunciada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária deve influenciar positivamente o fluxo de exportações neste ano de carne de frango e suína.

A entidade explica que, com a acreditação de sistema e estabelecimento de pré-listing, as missões técnicas das autoridades do país asiático agora estarão focadas na validação do sistema, não de plantas. Anteriormente, a habilitação era realizada individualmente, com análise documental realizada pelas Filipinas.

Ao todo, 23 plantas exportadoras de carne de frango e quatro unidades exportadoras de carne suína estavam habilitadas a exportar, diz a ABPA.

“O pré-listing é um importante reconhecimento ao sistema brasileiro e o estabelecimento de um novo patamar nas relações com o mercado filipino (…). Temos boas expectativas quanto ao crescimento da parceria entre as duas nações”, analisa o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Patrocinadores

Comércio entre Brasil e Filipinas

O Mapa informa que, no ano passado, o Brasil exportou cerca de US$ 700 milhões em carnes para as Filipinas, o equivalente a 394 mil toneladas. Já as importações globais das Filipinas dos produtos do agronegócio brasileiro totalizaram US$ 907,9 milhões, o equivalente a 836 mil toneladas de alimentos.

De acordo com a ABPA, atualmente as Filipinas são o sexto principal destino das exportações de carne de frango do Brasil, com 37,4 mil toneladas importadas no primeiro bimestre deste ano. De carne suína, foram 25,7 mil toneladas no mesmo período, posicionando o mercado como segundo maior importador. Somadas, as vendas das duas proteínas geraram receitas superiores a US$ 80 milhões nos dois primeiros meses deste ano.

“Percentualmente, as Filipinas são o mercado com maior crescimento no setor de suínos e um dos que mais cresce nas importações de carne de frango do Brasil. Quando relacionamos a quantidade de plantas habilitadas até aqui e o volume embarcado, temos uma perspectiva do quão positiva é a expectativa sobre o futuro deste mercado, tanto para a carne de frango como para outros produtos como as carnes de peru e de pato”, analisa o diretor de mercados da ABPA, Luís Rua.

Em 2023, as Filipinas foram o sexto principal destino das exportações brasileiras de carne de frango, com 219,5 mil toneladas importadas – equivalente a 4,4% das exportações brasileiras. Em carne suína, foram 126 mil toneladas, posicionando o mercado como terceiro maior importador, responsável por 10,6% do total exportado. Desde a abertura do mercado, nos anos 2000, as Filipinas importaram 1,435 milhão de toneladas das carnes de frango e suína do Brasil, o equivalente a 57 mil contêineres.

Patrocinadores

————————————————————————————————–

Brasil e Filipinas: Fortalecendo o Comércio de Carnes

O acordo de equivalência de sistemas de inspeção sanitária entre o Brasil e as Filipinas é uma excelente notícia para o setor de carnes do Brasil. Com a conquista da autorização para certificar e habilitar estabelecimentos brasileiros, a expectativa é de um aumento positivo nas exportações de carne de frango e suína.

Novas Oportunidades e Crescimento

Ao estabelecer um novo patamar nas relações comerciais entre os dois países, a acreditação de sistema e estabelecimento de pré-listing proporciona uma maior segurança e confiança no controle sanitário brasileiro. Isso pode resultar em uma expansão significativa do mercado filipino para as exportações brasileiras, gerando mais oportunidades e crescimento para o setor de proteína animal.

Parceria Promissora

O mercado das Filipinas tem se mostrado receptivo às carnes brasileiras, com um aumento nas importações de carne de frango e suína nos últimos anos. Com a estreita colaboração entre os governos e as entidades comerciais, o futuro do comércio de carnes entre Brasil e Filipinas parece promissor, abrindo portas para novas negociações e parcerias no setor.

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Exportações de carnes brasileiras para as Filipinas são reconhecidas

O governo brasileiro anunciou recentemente que as Filipinas reconheceram a equivalência dos sistemas de inspeção sanitária para as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de aves. Isso representa uma grande conquista para o mercado de exportação de carnes do Brasil, abrindo novas oportunidades de negócios com um importante parceiro comercial.

Perguntas frequentes sobre o reconhecimento das exportações de carnes brasileiras para as Filipinas:

Pergunta 1: Quais tipos de carnes brasileiras estão sendo reconhecidas pelas Filipinas?

Resposta: As Filipinas reconheceram a equivalência de sistemas de inspeção sanitária para as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de aves.

Pergunta 2: Qual é a validade do acordo entre o Brasil e as Filipinas?

Resposta: O acordo é válido por três anos, a partir de 28 de fevereiro deste ano.

Patrocinadores

Pergunta 3: Como esse reconhecimento afeta o mercado de exportação de carnes brasileiras?

Resposta: A conquista anunciada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária deve influenciar positivamente o fluxo de exportações neste ano de carne de frango e suína.

Pergunta 4: Quais são as expectativas para o crescimento da parceria entre o Brasil e as Filipinas?

Resposta: A ABPA tem boas expectativas quanto ao crescimento da parceria entre as duas nações, principalmente considerando as novas oportunidades geradas por esse reconhecimento.

Pergunta 5: Qual é a importância das Filipinas como mercado para as exportações de carnes brasileiras?

Resposta: As Filipinas são um dos principais destinos das exportações brasileiras de carne de frango e carne suína, representando um mercado significativo para o agronegócio brasileiro.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

carne carnes bovino suino frango

O governo brasileiro anunciou nesta terça-feira (12) que as Filipinas reconheceram a equivalência de sistemas de inspeção sanitária para as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de aves.

Em resposta a um pedido feito pelo Brasil no ano passado, o Departamento de Agricultura e Inspeção da Filipinas outorga ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) autorização para certificar e habilitar estabelecimentos auditados pela missão de inspeção do país asiático.

Além disso, informa o Ministério da Agricultura, o acordo inclui a possibilidade de habilitar outras unidades produtivas que atendam aos requisitos estabelecidos. O acordo é válido por três anos, a partir de 28 de fevereiro deste ano.

O reconhecimento, chamado de “system accreditation”, atesta o nível de confiança no controle sanitário brasileiro. O país vende alimentos a mais de 150 nações do planeta.

Patrocinadores

ABPA

De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a conquista anunciada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária deve influenciar positivamente o fluxo de exportações neste ano de carne de frango e suína.

A entidade explica que, com a acreditação de sistema e estabelecimento de pré-listing, as missões técnicas das autoridades do país asiático agora estarão focadas na validação do sistema, não de plantas. Anteriormente, a habilitação era realizada individualmente, com análise documental realizada pelas Filipinas.

Ao todo, 23 plantas exportadoras de carne de frango e quatro unidades exportadoras de carne suína estavam habilitadas a exportar, diz a ABPA.

“O pré-listing é um importante reconhecimento ao sistema brasileiro e o estabelecimento de um novo patamar nas relações com o mercado filipino (…). Temos boas expectativas quanto ao crescimento da parceria entre as duas nações”, analisa o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Comércio entre Brasil e Filipinas

O Mapa informa que, no ano passado, o Brasil exportou cerca de US$ 700 milhões em carnes para as Filipinas, o equivalente a 394 mil toneladas. Já as importações globais das Filipinas dos produtos do agronegócio brasileiro totalizaram US$ 907,9 milhões, o equivalente a 836 mil toneladas de alimentos.

De acordo com a ABPA, atualmente as Filipinas são o sexto principal destino das exportações de carne de frango do Brasil, com 37,4 mil toneladas importadas no primeiro bimestre deste ano. De carne suína, foram 25,7 mil toneladas no mesmo período, posicionando o mercado como segundo maior importador. Somadas, as vendas das duas proteínas geraram receitas superiores a US$ 80 milhões nos dois primeiros meses deste ano.

“Percentualmente, as Filipinas são o mercado com maior crescimento no setor de suínos e um dos que mais cresce nas importações de carne de frango do Brasil. Quando relacionamos a quantidade de plantas habilitadas até aqui e o volume embarcado, temos uma perspectiva do quão positiva é a expectativa sobre o futuro deste mercado, tanto para a carne de frango como para outros produtos como as carnes de peru e de pato”, analisa o diretor de mercados da ABPA, Luís Rua.

Em 2023, as Filipinas foram o sexto principal destino das exportações brasileiras de carne de frango, com 219,5 mil toneladas importadas – equivalente a 4,4% das exportações brasileiras. Em carne suína, foram 126 mil toneladas, posicionando o mercado como terceiro maior importador, responsável por 10,6% do total exportado. Desde a abertura do mercado, nos anos 2000, as Filipinas importaram 1,435 milhão de toneladas das carnes de frango e suína do Brasil, o equivalente a 57 mil contêineres.

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here