Noticias do Jornal do campo Soberano
Boa leitura!
no maior buscador do mundo, o Google. Aqui, iremos apresentar um conteúdo exclusivo e de alta qualidade, capaz de se destacar e superar outros sites de forma eficiente.

O estado de Goiás tem se destacado no setor de processamento de couro, alcançando resultados expressivos. No primeiro semestre de 2023, foram processadas incríveis duas milhões de unidades de couro curtido, o que representa um aumento de 16,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esses números colocaram o estado em terceiro lugar no ranking nacional de produtores. Essa informação e outras estatísticas relevantes sobre a produção do couro no estado estão disponíveis na edição de outubro do Agro em dados.

O Agro em dados é um boletim técnico agropecuário divulgado mensalmente pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Você pode acessar o periódico completo, que já está em sua 49ª edição, clicando [gpt3]aqui[/gpt3].

Além da produção do couro, a edição de outubro do Agro em dados traz informações atualizadas sobre as principais cadeias agrícolas goianas, como bovinocultura, suínos, frangos, laticínios, soja e milho. Esses dados são acompanhados de gráficos, mapas e análises produzidos pela equipe de Gestão de Inteligência de Mercado, com apoio da Seapa Comunicação Setorial.

Patrocinadores

No boletim, o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende, ressalta a importância do conteúdo do Agro em dados para todos os agentes do setor. Segundo ele, esse boletim permite um acompanhamento regular do desempenho das culturas e da pecuária, o que apoia tomadas de decisão mais assertivas. Além disso, o secretário destaca o trabalho conjunto do Governo de Goiás com entidades, empresas e produtores rurais, visando o benefício do setor agropecuário.

Uma das autoras da edição de outubro, Paula Coelho, Chefe de Gabinete da Seapa, avalia que mesmo com a queda no preço da carne bovina, o segmento tem ganhado destaque tanto no cenário brasileiro quanto no mundial. Ela destaca que Goiás é um dos estados onde mais se registra gado de raça pura, com base em informações da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

As informações contidas no Agro em dados provêm de diversas fontes, como o Instituto de Fortalecimento da Agricultura de Goiás (Ifag), o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Empresa Nacional Abastecimento (Conab), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e Ministério da Economia.

Conclusão:

Patrocinadores

Em suma, o Agro em dados é uma excelente fonte de informações para aqueles que desejam se manter atualizados sobre o setor agropecuário goiano. Com dados precisos e análises aprofundadas, esse boletim técnico oferece a oportunidade de entender a produção de couro no estado, assim como acompanhar as principais cadeias agrícolas. A soma de esforços entre o Governo de Goiás, entidades, empresas e produtores rurais traz benefícios para toda a sociedade, impulsionando o agronegócio e fortalecendo o setor.

Perguntas frequentes:

1. Quais foram os números de processamento de couro em Goiás no primeiro semestre de 2023?
Resposta: Foram processadas duas milhões de unidades de couro curtido.

2. Qual a posição de Goiás no ranking nacional de produtores de couro?
Resposta: Goiás ocupa o terceiro lugar no ranking nacional de produtores de couro.

Patrocinadores

3. Quais informações estão disponíveis na edição de outubro do Agro em dados?
Resposta: Além da produção de couro, a edição traz informações atualizadas sobre as principais cadeias agrícolas goianas, como bovinocultura, suínos, frangos, laticínios, soja e milho.

4. Onde posso acessar o boletim Agro em dados?
Resposta: Você pode acessar o boletim completo clicando [gpt3]aqui[/gpt3].

5. Quais são as fontes de informação do Agro em dados?
Resposta: As principais fontes de informação são o Instituto de Fortalecimento da Agricultura de Goiás (Ifag), o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Empresa Nacional Abastecimento (Conab), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e Ministério da Economia.

Com essa abordagem detalhada e enriquecedora, esperamos ter fornecido a você um conteúdo de alta qualidade, que supera as expectativas e se destaca no universo do agronegócio brasileiro. Continue nos acompanhando para ficar por dentro das principais novidades e tendências do setor!

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo
Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?
Escreva para nós nos comentários!

Verifique a Fonte Aqui

No primeiro semestre de 2023, as indústrias goianas processaram dois milhões de unidades de couro curtido e elevaram o estado ao terceiro lugar no ranking nacional.

O volume foi 16,8% superior ao registrado no mesmo período de 2022 e deu ao estado o terceiro lugar no ranking nacional de produtores. Essas e outras estatísticas sobre a produção estadual de couro estão na edição de outubro do Agro em dados.

Agro em dados é o boletim técnico agropecuário divulgado mensalmente pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Todo o periódico, que já está em sua 49ª edição, pode ser acessado AQUI.

Patrocinadores

Além do panorama da produção de couro em Goiás, a edição de outubro do Agro em dados traz informações atualizadas sobre as principais cadeias agrícolas goianas: bovinocultura, suínos, frangos, laticínios, soja e milho.

Os números são acompanhados de gráficos, mapas e análises produzidos pela equipe de Gestão de Inteligência de Mercado, com apoio da Seapa Comunicação Setorial.

VEJA TAMBÉM | ‘Resumo de Dados da Pecuária Sustentável’ é lançado na 60ª Expo Rio Preto

“É um conteúdo de extrema relevância para todos os agentes do setor porque permite um acompanhamento regular do desempenho das culturas e da pecuária, apoiando tomadas de decisão mais assertivas”afirma o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende.

O gestor assina a apresentação do boletim, que defende as ações do Governo de Goiás em benefício do setor agropecuário e elogia o trabalho em parceria com entidades, empresas e produtores rurais.

Patrocinadores

A nova edição do boletim traz artigo da Chefe de Gabinete da Seapa, Paula Coelho, que avalia que, apesar da queda no preço da carne bovina, o segmento “tem ganhado cada vez mais destaque e espaço no cenário brasileiro e mundial”.

“Goiás é um dos estados onde mais se registra gado de raça pura”diz ela, com base em informações da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

As fontes de informações do Agro em dados são o Instituto de Fortalecimento da Agricultura de Goiás (Ifag), o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Empresa Nacional Abastecimento (Conab), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e Ministério da Economia.

Fonte: Ascom Seapa/Governo de GO

Patrocinadores

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here