Noticias do Jornal do campo

Boa leitura!

O maior domador de cavalos do mundo, Monty Robertstambém conhecido como Encantador de Cavalos compareceu ao 68ª Festa do Peão de Barretosapresentar, ensinar e inspirar o público presente no Parque Hípico do Peão, além de deixar todos impressionados ao demonstrar na prática uma série de processos aplicados de acordo com sua metodologia, utilizando uma relação de confiança, sem qualquer violência.

Monty Roberts nasceu em 1935 na Califórnia, Estados Unidos. o americano Marvin Earl Roberts ou Monty Roberts como é conhecido, ele tem 88 anos e aprendeu a lidar com cavalos desde cedo porque seu pai era dono da fazenda onde moravam e também era domador de cavalos. Porém, seu método de domesticação surgiu exatamente do aversão que ele tinha aos métodos de seu paique usou violência e formas brutais de dominação animal.

Patrocinadores

Ele sabia que precisava fazer diferente e procurei o cavalono seu ambiente natural, formas de compreender e desenvolver o seu próprio método de treino baseado na linguagem corporal e na comunicação suave.

Monty acredita que se entendermos e respeitarmos a comunicação utilizada pelos cavalos, podemos estabelecer uma relação de confiança e cooperação em vez de medo e submissão. Além disso, seus métodos também envolvem a uso de pressão e alívio, onde ele aplica uma leve pressão para direcionar o cavalo, e quando o cavalo responde positivamente, a pressão é imediatamente liberada, recompensando o comportamento desejado. Esta abordagem positiva reforça a aprendizagem do cavalo de uma forma não violenta.

Monty se apresenta ao público – Foto: Juliana Oliveira

Durante a Festa do Peão de Barretos

O domador deixou o público encantado ao demonstrar, na prática, os processos de domesticação aplicando sua metodologia. foram disponibilizados três cavalos totalmente selvagens para que ele pudesse fazer sua demonstração. Ele iniciou a apresentação demonstrando a técnica de Juntar-se, onde a expressão corporal foi usada para ganhar a confiança do cavalo. Durante a apresentação, ele explicou ao público o que estava fazendo dentro da rodada e o que significava cada movimento do cavalo, bem como a forma correta de responder para que tivesse sucesso em seu trabalho.

Depois demonstrado em um passo a passo, a maneira correta de apresentar ao cavalo os novos acessórios que passariam a fazer parte do seu dia a dia, como cordas, mantas e, por fim, uma sela. No final, Monty Roberts demonstrou com um riqueza de comentários como embarcar em um cavalo em trailer pela primeira veze que seria normal ele demonstrar resistência, mas era importante saber trabalhar para demonstrar ao cavalo que ali não havia perigo e em poucos minutos o cavalo entrou e saiu do trailer diversas vezes, sem qualquer resistência.

Patrocinadores

Também participando da apresentação, o técnico alemão Denise Heinleininstrutor principal do centro de ensino do método Monty Roberts na Europa, Miguel Lupiano e o barretense Waldo Junqueira Francoque são treinadores de cavalos certificados internacionalmente que os tornam instrutores da equipe Monty Roberts.

Após a demonstração de domesticação suave, Monty Roberts respondeu algumas perguntas durante uma coletiva de imprensa e realizou uma sessão de autógrafos para seu livro ‘O homem que ouve cavalos’ no Parque Hípico do Peão. A obra também está à venda na loja de souvenirs do evento.

Portal Cavalo: Hoje é possível buscar conhecimento sobre questões que envolvem a domesticação racional em inúmeras fontes. Embora eu discordasse dos métodos agressivos, eles eram os únicos disponíveis e os únicos que você conhecia. Onde você buscou conhecimento para desenvolver suas habilidades para atuar de uma forma totalmente diferente quando iniciou seu trabalho?

MR: No único lugar que a informação estava: no cérebro do cavalo! Esperei que o cavalo me contasse. “O que você quer?”, “Não quero apanhar”, “Não quero que você me bata”, “Não quero brigar”. São animais de fuga, não querem brigar. Então vi que um pequeno passo na direção certa era bom. Um grande passo na direção certa, foi ainda melhor. E em pouco tempo aprendi o que eles precisavam. Também trabalho com veados selvagens, são 10 vezes mais leves que um cavalo e tenho-os! Posso acariciar todos eles e eles nunca ficaram presos em uma gaiola e posso fazer o mesmo.

Portal Cavalus: Monty Roberts, quando você esteve no Brasil pela primeira vez, muitos pensaram que seus métodos não funcionariam. Hoje, todos podem ver os benefícios do seu trabalho. Qual tem sido sua percepção em relação à aceitação de seus métodos pelos brasileiros e pelo mundo?

MR: Se meus métodos se aplicam no Brasil, podem ser aplicados em todo o mundo! Os brasileiros são fortes com seus animais. Trouxeram isso da Espanha, de Portugal, e podem ser durões, mas não precisam ser agressivos. E eles estão aprendendo.

Patrocinadores

Por Juliana Oliveira/Caminhos da Ju
Foto: Divulgação
/Festival Peão de Barretos

Leia mais notícias aqui.

Monty Roberts: O maior domador de cavalos do mundo

Patrocinadores

Monty Roberts, também conhecido como o Encantador de Cavalos, é amplamente reconhecido como o maior domador de cavalos do mundo. Ele recentemente participou da 68ª Festa do Peão de Barretos, no Parque Hípico do Peão, onde apresentou, ensinou e inspirou o público presente com sua habilidade única de domar cavalos, sem recorrer à violência.

Nascido em 1935, na Califórnia, Estados Unidos, Monty Roberts teve seu primeiro contato com cavalos desde cedo devido ao fato de seu pai ser dono de uma fazenda e também um domador de cavalos. No entanto, foi essa experiência que fez com que ele desenvolvesse seu próprio método de doma, baseado na linguagem corporal e na comunicação suave, devido à aversão aos métodos violentos e brutais utilizados por seu pai.

Acredita-se que entender e respeitar a comunicação utilizada pelos cavalos é fundamental para estabelecer uma relação de confiança e cooperação, em vez de medo e submissão. Monty Roberts utiliza técnicas que envolvem a aplicação de pressão e alívio, onde uma leve pressão é aplicada para direcionar o cavalo e, quando o cavalo responde positivamente, a pressão é imediatamente liberada, recompensando o comportamento desejado. Essa abordagem positiva reforça a aprendizagem do cavalo de forma não violenta.

Durante sua participação na Festa do Peão de Barretos, Monty Roberts demonstrou, na prática, seus métodos de doma, utilizando três cavalos totalmente selvagens. Ele começou demonstrando a técnica de Juntar-se, onde a expressão corporal foi utilizada para ganhar a confiança do cavalo. Durante a apresentação, ele explicou ao público cada movimento do cavalo e a forma correta de responder, para que o processo de doma fosse bem-sucedido.

Patrocinadores

Monty Roberts também demonstrou, passo a passo, como apresentar novos acessórios aos cavalos, como cordas, mantas e selas, mostrando a importância de acostumá-los gradualmente com esses objetos. Além disso, ele mostrou como embarcar um cavalo em um trailer pela primeira vez, destacando a importância de demonstrar ao animal que não há perigo, para que ele entre e saia do trailer sem resistência.

Durante uma coletiva de imprensa, Monty Roberts respondeu a algumas perguntas e realizou uma sessão de autógrafos para seu livro “O homem que ouve cavalos”. Sua metodologia tem sido amplamente aceita e reconhecida ao redor do mundo, incluindo no Brasil. Ele destacou que seus métodos podem ser aplicados globalmente e que os brasileiros, em particular, possuem uma forte conexão com seus animais, trazendo essa herança da Espanha e de Portugal.

Em conclusão, Monty Roberts é um domador de cavalos renomado mundialmente, com uma abordagem suave e baseada na comunicação e linguagem corporal dos cavalos. Sua participação na Festa do Peão de Barretos encantou o público, demonstrando que é possível domar cavalos sem recorrer à violência. Seus métodos têm conquistado cada vez mais reconhecimento e aceitação ao redor do mundo, sendo uma referência para todos que desejam aprender sobre a doma racional e a relação com os animais.

Perguntas e Respostas:
1. Como Monty Roberts desenvolveu seu próprio método de doma de cavalos?
R: Monty Roberts desenvolveu seu método de doma de cavalos devido à aversão aos métodos violentos utilizados por seu pai, baseando-se na linguagem corporal e na comunicação suave.

Patrocinadores

2. Qual é a abordagem de Monty Roberts para estabelecer uma relação de confiança com os cavalos?
R: Monty Roberts acredita que é fundamental entender e respeitar a comunicação utilizada pelos cavalos, estabelecendo uma relação de confiança e cooperação em vez de medo e submissão.

3. Quais são as técnicas utilizadas por Monty Roberts em sua metodologia de doma?
R: Monty Roberts utiliza técnicas que envolvem a aplicação de pressão e alívio, direcionando o cavalo de forma não violenta. A pressão é aplicada para direcionar o cavalo, e quando ele responde positivamente, a pressão é imediatamente liberada, recompensando o comportamento desejado.

4. Como Monty Roberts demonstrou seus métodos durante a Festa do Peão de Barretos?
R: Monty Roberts demonstrou sua metodologia de doma de cavalos durante a Festa do Peão de Barretos, utilizando três cavalos selvagens. Ele demonstrou técnicas como Juntar-se e acostumação gradual a novos acessórios, além de ensinar a forma correta de embarcar um cavalo em um trailer.

5. Qual é a percepção de Monty Roberts em relação à aceitação de seus métodos pelos brasileiros?
R: Monty Roberts destaca que os brasileiros possuem uma conexão forte com seus animais e estão aprendendo a utilizar métodos mais suaves e não agressivos. Ele acredita que seus métodos podem ser aplicados em qualquer lugar do mundo, inclusive no Brasil.
Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão?

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?
Escreva para nós nos comentários!

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here