Embrapa Pecuária Sul: Parceria para qualificar consultores do SIA

A Embrapa Pecuária Sul realizou mais uma etapa de capacitação técnica continuada com consultores do Serviço de Inteligência da Agropecuária (SIA), nos dias 04 e 05 de julho, na sede do centro de pesquisa, em Bagé (RS). Essa parceria visa qualificar a atuação dos consultores junto aos produtores rurais, através de uma abordagem sistêmica das unidades de produção de pecuária de corte e de leite.

O objetivo desse encontro é fornecer ferramentas e conhecimentos necessários para que os consultores possam atender adequadamente as demandas do setor produtivo, promovendo a melhoria dos sistemas de produção de forma acertada. Além disso, a parceria busca também a retroalimentação entre a consultoria e a pesquisa, permitindo a busca por soluções tecnológicas que atendam às necessidades dos produtores de forma eficiente.

No primeiro dia da capacitação, foram discutidos indicadores essenciais para o acompanhamento e monitoramento das Unidades de Referência Tecnológica (URTs) que serão estabelecidas pelos consultores. É fundamental ter indicadores representativos e fáceis de coletar na propriedade, para ter uma visão global do sistema de produção e subsídios para uma intervenção precisa nos problemas da produção.

No próximo tópico, vamos explorar as atividades realizadas no campo e as pesquisas apresentadas durante o evento, abordando temas como a nutrição animal, o uso de mesclas forrageiras e os projetos de integração lavoura-pecuária-floresta desenvolvidos pela Embrapa Pecuária Sul.

Patrocinadores

Além disso, confira abaixo esses posts:

MEGA SORGO SANTA ELISA

Pragas de Milho e Sorgo: Descubra as Ameaças Ocultas para Sua Colheita

06 Dicas Essenciais para Plantar Sorgo com Sucesso

Patrocinadores

Silagem de Sorgo

Desenvolvimento

Capacitação técnica continuada

A Embrapa Pecuária Sul promoveu uma etapa de capacitação técnica continuada em parceria com o Serviço de Inteligência da Agropecuária (SIA), visando qualificar a atuação dos consultores junto aos produtores rurais. A abordagem sistêmica das unidades de produção de pecuária de corte e leite foi destacada como essencial para o aprimoramento dos sistemas de produção. A importância da parceria com o SIA foi ressaltada pelo chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sul, Gustavo Martins da Silva, enfatizando a relevância do trabalho conjunto para identificar tecnologias adequadas e melhorar a produção de forma eficiente.

Definição de indicadores para monitoramento

Durante a capacitação, foi discutida e definida a utilização de indicadores para o acompanhamento e monitoramento das Unidades de Referência Tecnológica (URTs) estabelecidas pelos consultores da SIA. A definição de indicadores representativos e fáceis de coletar nas propriedades foi destacada como essencial para obter um diagnóstico preciso dos sistemas de produção. O pesquisador Vinicius Lampert ressaltou a importância desses indicadores para subsidiar intervenções específicas e resolver problemas nas unidades de produção.

Apresentação de pesquisas e projetos

Possibilidades de uso de mesclas forrageiras

O pesquisador Danilo Sant’Anna apresentou durante as atividades a campo possibilidades de uso de mesclas forrageiras para melhorar a nutrição dos animais nas propriedades. Destacou a variedade de espécies e cultivares disponíveis na região, ressaltando a importância de avaliar cada sistema de produção individualmente para encontrar as melhores soluções. Enfatizou a necessidade de adaptação e personalização do planejamento forrageiro de acordo com as características de cada propriedade.

Patrocinadores

Projetos de integração lavoura-pecuária-floresta

O pesquisador Naylor Perez apresentou os projetos de integração lavoura-pecuária-floresta desenvolvidos no centro de pesquisa, com foco na busca de soluções sustentáveis e eficientes para a produção de alimentos. Destacou a importância dos experimentos realizados ao longo dos anos para aprimorar os sistemas e combater desafios como a infestação de plantas invasoras. O projeto IntegraPampa, em parceria com a associação de produtores Agricampanha, foi mencionado como uma iniciativa para gerar informações e tecnologias voltadas para sistemas integrados.

Pesquisas envolvendo integração floresta-pecuária

O pesquisador Hélio Tonini abordou as pesquisas relacionadas à integração floresta-pecuária, ressaltando a importância desses sistemas para aumentar a produção de alimentos com sustentabilidade. Destacou o uso de espécies nativas do Pampa em sistemas integrados com a pecuária como uma alternativa inovadora para os produtores. As pesquisas visam contribuir para o equilíbrio ambiental, o balanço de carbono e a mitigação de impactos ambientais, promovendo práticas mais sustentáveis na produção agropecuária.

Além disso, confira abaixo esses posts:

Preço do Bezerro Nelore e Mestiço Atualizado

Patrocinadores

Preço da vaca Nelore e Mestiça Atualizado

Preço do Milho Atualizado

Preço da Soja Atualizado

Conclusão

A parceria entre a Embrapa Pecuária Sul e o Serviço de Inteligência da Agropecuária (SIA) representa um avanço significativo na capacitação técnica dos consultores, visando melhorar os sistemas de produção de pecuária de corte e leite de forma sustentável. A definição de indicadores e a apresentação de pesquisas inovadoras contribuem para a busca de soluções tecnológicas que atendam às necessidades do setor produtivo. A integração lavoura-pecuária-floresta e o uso de espécies nativas demonstram a importância da inovação na agricultura, promovendo uma produção de alimentos mais sustentável e alinhada com as necessidades atuais. Com isso, espera-se que a parceria entre instituições continue a gerar resultados positivos e impactar de forma positiva o setor agropecuário.

Patrocinadores

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Análise da capacitação técnica da Embrapa Pecuária Sul com consultores do SIA

A Embrapa Pecuária Sul realizou uma etapa de capacitação técnica com consultores do Serviço de Inteligência da Agropecuária (SIA), visando qualificar a atuação dos consultores junto aos produtores rurais. A parceria entre as instituições busca uma abordagem sistêmica das unidades de produção de pecuária de corte e de leite.

FAQs

1. Qual foi o foco principal da capacitação realizada pela Embrapa Pecuária Sul?

O foco principal foi a definição de indicadores para o acompanhamento e monitoramento das Unidades de Referência Tecnológica (URTs) estabelecidas pelos consultores do SIA.

2. Como os consultores da Embrapa e do SIA trabalham em parceria com os produtores rurais?

A parceria permite o aporte de tecnologias adequadas à realidade dos produtores, melhorando os sistemas de produção de forma acertada e possibilitando o atendimento das demandas do setor produtivo.

Patrocinadores

3. Quais as possibilidades de uso de mesclas forrageiras apresentadas durante a capacitação?

O pesquisador Danilo Sant’Anna apresentou diversas opções de forrageiras que podem ser utilizadas no planejamento forrageiro das propriedades, buscando melhorar a nutrição dos animais.

4. Quais são os projetos de integração desenvolvidos pela Embrapa Pecuária Sul?

Há projetos de integração lavoura-pecuária-floresta e integração floresta-pecuária, com o objetivo de aumentar a produção de alimentos de forma sustentável e contribuir para a mitigação das mudanças climáticas.

5. Por que a integração de sistemas é considerada fundamental pela Embrapa?

A integração de sistemas contribui para a sustentabilidade na produção de alimentos, auxiliando no balanço de carbono e na redução da emissão de gases que impactam nas mudanças climáticas.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

Patrocinadores

Verifique a Fonte Aqui

A Embrapa Pecuária Sul realizou mais uma etapa de capacitação técnica continuada com consultores do Serviço de Inteligência da Agropecuária (SIA), nos dias 04 e 05 de julho, na sede do centro de pesquisa, em Bagé (RS). Esse foi o segundo encontro dentro da parceria entre as duas instituições que visa qualificar a atuação dos consultores junto aos produtores rurais, a partir de uma abordagem sistêmica das unidades de produção de pecuária de corte e de leite. O chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sul, Gustavo Martins da Silva, salientou a importância de parcerias como a desenvolvida com a SIA, uma vez que a consultoria atua diretamente com o produtor, possibilitando assim o aporte de tecnologias adequadas à realidade e a melhoria dos sistemas de produção de forma acertada. “Por outro lado, é possível receber as demandas do setor produtivo trazidas pelos consultores de forma muito qualificada e retroalimentar o centro de pesquisa que pode trabalhar em busca de soluções tecnológicas que atendam às necessidades do setor produtivo”. O primeiro dia da capacitação foi reservado para a discussão e definição de indicadores que serão utilizados para o acompanhamento e monitoramento das Unidades de Referência Tecnológica (URTs) que serão estabelecidas pelos consultores da SIA. De acordo com o pesquisador da Embrapa Vinicius Lampert, a definição de indicadores é essencial para se ter um bom diagnóstico dos sistemas de produção. “Estamos buscando indicadores que sejam representativos e fáceis de coletar na propriedade e assim termos uma visão global do sistema de produção e subsídios para uma intervenção mais precisa nos problemas de uma unidade de produção”, ressaltou o pesquisador. Já no dia 05, foram desenvolvidas atividades a campo, quando foram apresentadas algumas pesquisas desenvolvidas pela Embrapa. O pesquisador Danilo Sant’Anna apresentou possibilidades de uso de mesclas forrageiras para melhorar a nutrição dos animais nas propriedades. Segundo o pesquisador, a região possui uma grande variedade de espécies e cultivares que podem ser utilizadas no planejamento forrageiro de uma propriedade. “Temos muitas possibilidades de forrageiras disponíveis, mas não existe uma receita pronta, é preciso avaliar cada sistema de produção e achar as melhores soluções com esses materiais que estão no mercado”. O pesquisador Naylor Perez falou sobre projetos de integração lavoura-pecuária-floresta que são desenvolvidos no centro de pesquisa. De acordo com o pesquisador, há mais de dez anos são realizados experimentos nesse sentido, sendo que a demanda inicial foi para combater a infestação da planta invasora capim-annoni nas pastagens, e tiveram continuidade com a busca de melhorias nos sistemas. “Recentemente iniciamos o projeto IntegraPampa, em parceria com a associação de produtores Agricampanha, que tem como objetivo gerar informações, tecnologias e avaliar os melhores desenhos para sistemas de integração”. Já o pesquisador Hélio Tonini falou sobre pesquisas envolvendo integração floresta-pecuária. O pesquisador ressaltou que os sistemas integrados são fundamentais para aumentar a produção de alimentos com sustentabilidade, contribuindo para questões como o balanço de carbono e mitigação da emissão de gases que impactam nas mudanças climáticas. “Também estamos realizando pesquisas com a utilização de espécies nativas do Pampa para sistemas integrados com pecuária, levando uma nova alternativa para os produtores”.

A Embrapa Pecuária Sul realizou mais uma etapa de capacitação técnica continuada com consultores do Serviço de Inteligência da Agropecuária (SIA), nos dias 04 e 05 de julho, na sede do centro de pesquisa, em Bagé (RS). Esse foi o segundo encontro dentro da parceria entre as duas instituições que visa qualificar a atuação dos consultores junto aos produtores rurais, a partir de uma abordagem sistêmica das unidades de produção de pecuária de corte e de leite.

         O chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sul, Gustavo Martins da Silva, salientou a importância de parcerias como a desenvolvida com a SIA, uma vez que a consultoria atua diretamente com o produtor, possibilitando assim o aporte de tecnologias adequadas à realidade e a melhoria dos sistemas de produção de forma acertada. “Por outro lado, é possível receber as demandas do setor produtivo trazidas pelos consultores de forma muito qualificada e retroalimentar o centro de pesquisa que pode trabalhar em busca de soluções tecnológicas que atendam às necessidades do setor produtivo”.

         O primeiro dia da capacitação foi reservado para a discussão e definição de indicadores que serão utilizados para o acompanhamento e monitoramento das Unidades de Referência Tecnológica (URTs) que serão estabelecidas pelos consultores da SIA. De acordo com o pesquisador da Embrapa Vinicius Lampert, a definição de indicadores é essencial para se ter um bom diagnóstico dos sistemas de produção. “Estamos buscando indicadores que sejam representativos e fáceis de coletar na propriedade e assim termos uma visão global do sistema de produção e subsídios para uma intervenção mais precisa nos problemas de uma unidade de produção”, ressaltou o pesquisador.

         Já no dia 05, foram desenvolvidas atividades a campo, quando foram apresentadas algumas pesquisas desenvolvidas pela Embrapa. O pesquisador Danilo Sant’Anna apresentou possibilidades de uso de mesclas forrageiras para melhorar a nutrição dos animais nas propriedades. Segundo o pesquisador, a região possui uma grande variedade de espécies e cultivares que podem ser utilizadas no planejamento forrageiro de uma propriedade. “Temos muitas possibilidades de forrageiras disponíveis, mas não existe uma receita pronta, é preciso avaliar cada sistema de produção e achar as melhores soluções com esses materiais que estão no mercado”.

         O pesquisador Naylor Perez falou sobre projetos de integração lavoura-pecuária-floresta que são desenvolvidos no centro de pesquisa. De acordo com o pesquisador, há mais de dez anos são realizados experimentos nesse sentido, sendo que a demanda inicial foi para combater a infestação da planta invasora capim-annoni nas pastagens, e tiveram continuidade com a busca de melhorias nos sistemas. “Recentemente iniciamos o projeto IntegraPampa, em parceria com a associação de produtores Agricampanha, que tem como objetivo gerar informações, tecnologias e avaliar os melhores desenhos para sistemas de integração”. Já o pesquisador Hélio Tonini falou sobre pesquisas envolvendo integração floresta-pecuária. O pesquisador ressaltou que os sistemas integrados são fundamentais para aumentar a produção de alimentos com sustentabilidade, contribuindo para questões como o balanço de carbono e mitigação da emissão de gases que impactam nas mudanças climáticas. “Também estamos realizando pesquisas com a utilização de espécies nativas do Pampa para sistemas integrados com pecuária, levando uma nova alternativa para os produtores”.

   

Patrocinadores

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here