Como aproveitar melhor o plantio de sorgo gigante no semiárido

Bovinocultura Pastagem Silagem Sorgo

O valor nutricional do sorgo equivale a 95% ao do milho, ou seja, é uma cultura muito mais resistente à seca e quase tão nutritiva quanto ao milho. Por isso, os pesquisadores da Embrapa desenvolveram várias cultivares de sorgo das espécies forrageiro e granífero que podem oferecer uma melhor produtividade no Semi-Árido brasileiro. Dessa forma, a cultura do sorgo torna-se uma boa opção para os produtores dessa região.

Os pesquisadores de Embrapa Milho e Sorgo, destacam que o sorgo tem boa produtividade, mesmo em lugares com pouca oferta de água. Dessa forma, o sorgo pode ser usado como fonte de carboidrato na alimentação humana e animal.

O sorgo granífero tem porte baixo e o seu principal produto é o grão. Ele pode ser utilizado na alimentação humana e na fabricação de ração. Já o sorgo forrageiro tem porte mais alto, poucas sementes e elevada produção de forragem. É utilizado na produção de silagem, sendo uma boa opção para rebanhos produtores de leite, e no pastejo de animais. Para uma boa produção, é importante que os agricultores procurem sementes certificadas e de boa qualidade.

Sorgo Gigante Boliviano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *